CA Notícias
Canal Alternativo de Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento.

Patrick Morais de Carvalho sugere saída de SAD

“Nenhum sócio do Belenenses está satisfeito com este desfecho. Nós, particularmente, estamos com o coração a sangrar. Há 57 anos, os poderes públicos roubaram-nos o estádio e, agora, há alguém que nos quer roubar a equipa de futebol”, afirmou aos jornalistas.


Patrick Morais de Carvalho falava após a Assembleia Geral (AG) do clube, realizada no Pavilhão Acácio Rosa, poucas horas depois de o presidente da SAD, Rui Pedro Soares, ter anunciado que a equipa de futebol profissional, que disputa a I Liga portuguesa, vai atuar enquanto visitada no Estádio Nacional, no Jamor, depois de ter sido “expulsa” do Restelo.

“Indicámos (à SAD) as condições que considerávamos razoáveis e que as mesmas eram negociáveis, mas não houve resposta, não houve nenhuma negociação. O Clube de Futebol ‘Os Belenenses’ não expulsou a equipa de futebol do Restelo. A SAD queria continuar nas mesmas condições que usufruía desde 2012”, referiu Morais de Carvalho.

O presidente do Belenenses frisou que “é a SAD que está a pegar na equipa e está a fugir”, e assegurou que, após 30 de junho, dia em que cessa o protocolo assinado entre as partes, o clube vai colocar “um ponto final no maior erro histórico da vida da instituição”, referindo-se à venda da maioria capital social da SAD à Codecity Sports Management (CSM), aprovada em dezembro de 2012.

Apesar de não ter concretizado, Patrick Morais de Carvalho deu a entender que, a partir de 01 de julho, o clube estará disponível para entregar a participação de 10% que tem na SAD: “Está tudo em aberto. Se, no dia 30, a equipa profissional de futebol, a mando da SAD, sair do Restelo, se a SAD nos roubar a equipa, será um ponto final nesta relação.”

Caso o clube deixe de ser detentor de uma participação na SAD, Morais de Carvalho lembra que “quebra-se o último vínculo com o clube fundador”, pelo que a equipa profissional de futebol deixará de poder utilizar o nome e o símbolo do Belenenses.

“Quando a Belenenses SAD foi constituída, a entrada foi feita em espécie, ou seja a única coisa transferida do clube para a SAD foram os direitos económicos dos jogadores e o direito de inscrição na competição profissional. Tudo o resto, ficou no clube. O nome e o símbolo são marcas nacionais registadas em nome do Clube de Futebol ‘Os Belenenses’ e são utilizados pela Belenenses SAD em sede de protocolo. Sendo denunciado o protocolo, a marca, o nome e o emblema são do Clube de Futebol Os Belenenses”, vincou.

O líder do clube de Belém deixou ainda outra garantia: “Vamos aparecer mais fortes que nunca, o clube vai se refundar, vai formar uma equipa sénior e, rapidamente, voltaremos a ser um dos quatro grandes do desporto nacional.”


X