in

Júlio Velázquez: “O jogo podia ter terminado 3-1, 4-1, 5-1”

Após o empate a zero com o Boavista, o técnico do Belenenses salientou as cinco “oportunidades claríssimas” e mostrou-se satisfeito com o seu plantel.

“Estou muito orgulhosos dos meus jogadores. Era um jogo muito difícil por todas as adversidades que tínhamos. Por lesão, castigos, problemas burocráticos… A equipa esteve excecional.

Merecíamos claramente a vitória. Tivemos cinco oportunidades claríssimas. O jogo podia ter terminado 3-1, 4-1, 5-1. Conseguimos um ponto…

Estou orgulhoso do compromisso dos jogadores. Tem havido muitas mudanças. Construir vai demorar tempo.

O jogo serviu para crescer e para implementar modelos de jogo. Foi uma pena não termos conseguido os três pontos, mas dou os parabéns aos meus jogadores.”

“Vou sempre defender até à morte os jogadores que tenha. Até dia 31 pode haver saídas e entradas em função das circunstâncias. A nossa responsabilidade é tirar o máximo rendimento possível de todos os jogadores. Quando fechar a janela do mercado veremos como fica configurado o plantel.”

Sánchez: “Nós fizemos aquilo que nos competia”

Abel Camará foi o homem em destaque no Belenenses