em , ,

Análise Gaming | “Team Sonic Racing” (PS4)

Disponível para: PS4, XBOX ONE, Nintendo Switch e PC.

“Team Sonic Racing” traz o ouriço azul mais famoso do mundo de volta às corridas em carros. Será que este novo título, mais focado em trabalho de equipa, um concorrente de peso a “Mario Kart 8” e “Crash Team Racing Nitro-Fueled”? Saiba aqui a nossa opinião.

Se a principal característica do Sonic é a sua velocidade em corrida, porque é que ele precisa de conduzir carros? Sendo que Sonic é capaz de atingir (pelo menos) a velocidade do som, esta é uma questão que muitos fazem sempre que ouvem falar pela primeira vez que existe um novo jogo de corridas que envolve Sonic e companhia, mas em carros. “Sonic & Sega All Stars Racing” e a sequela “Transformed” revelaram-se como apostas certeiras, tanto no mercado concorrido dos jogos de karts como também no ponto do “fan-service”.

TSR.1

“Team Sonic Racing” difere logo de início dos seus directos concorrentes ao focar-se maioritariamente no jogo de equipa. Aqui o jogador não ganha um Grand Prix por acabar em primeiro, mas sim se a sua equipa terminar em primeiro lugar (existem corridas individuais à mesma, mas não é esse o principal objectivo de “Team Sonic Racing”). Neste jogo podemos escolher de 15 personagens diferentes, em que existem grupos de 3 que estão intimamente relacionados uns com outros. Ou seja, se escolhermos o Sonic, faz sentido que a nossa equipa seja constituída pelos seus parceiros do costume, Tails e Knuckles, mas não é obrigatório, podemos fazer as nossas variações.

Variedade é algo que estes jogos costumam oferecer e aqui não é excepção. Para além das 15 personagens jogáveis, existe um total de 21 pistas. No entanto, ao contrário das iterações passadas, desta vez o jogo apenas contém conteúdo do universo Sonic, ou seja não podemos correr nas pistas com o treinador do “Football Manager” ou com o Ralph do “Wreck-It-Ralph”. Isto pode ser analisado por alguns jogadores como um ponto negativo em comparação com os jogos anteriores, mas a verdade é que acaba por dar mais consistência a “Team Sonic Racing”, apesar de ficar curto.

TSR.2

O jogo oferece um modo história que contém uma narrativa simples e contada por texto e voz das personagens do universo Sonic, e que é suficiente para nos agarrar ao modo, porque mais importante do que a história que nos contam é a diversão que se tem dentro das pistas. O modo está dividido em capítulos nos quais teremos um Grand Prix decisivo e algumas outras corridas e missões bónus. Não é este “Team Adventure” que enche as medidas dos fãs do ouriço azul mas é muito competente para compreender as mecânicas do jogo e ficar a conhecer as pistas. De resto, o jogo inclui os modos habituais de competição a solo, frente a amigos localmente ou online.

Se em termos de modos de jogo, “Team Sonic Racing” não se destaca, dentro das pistas a conversa é outra. A necessidade de estar preocupado com a pontuação dos colegas de equipa acaba por acrescentar uma profundidade de estratégia e noção das corridas que normalmente não se vê em jogos deste género. Logo a partir do momento em que se inicia cada corrida, o jogo destaca-nos os nossos parceiros de equipa, talvez a relembrar que não interessa ganhar a corrida, se não ajudarmos os nossos colegas a acabar em boas posições.

TSR.3

São várias as mecânicas que permitem o auxílio dos colegas dentro da equipa, passando pela transferências de items (que neste jogo são os “Wisps” de “Sonic Colors”), pelo aproveitamento dos “túneis de ar” deixados pelo elemento da equipa mais avançado ou pela activação do “Team Ultimate” que deixa todos os elementos da equipa mais rápidos e impermeáveis a obstáculos e ataques adversários.

Esta componente estratégica leva “Team Sonic Racing” a um novo nível, porque o controlo dos carros, a velocidade dos mesmos e a diversidade e criatividade das pistas já eram de alto nível. Desta forma, o jogo acaba por ser prejudicado pela falta de modos de jogos novos, pela falta de conteúdo em comparação com os antecessores na série, e o facto de não ser muito difícil de dominar (em poucas corridas com amigos, conseguimos vencer 5 Grand Prix na dificuldade Expert).

“Team Sonic Racing” poderá não ser o rival que coloca “Mario Kart 8” na segunda posição da grelha da partida indiscutivelmente, mas é um título sólido que oferece muita diversão e corridas mais vertiginosas e estratégicas que o exclusivo da Switch. Se quiserem divertir-se em grupo, é impossível não recomendar “Team Sonic Racing”. 

 

Team Sonic Racing
Análise Gaming | "Team Sonic Racing" (PS4)

"Team Sonic Racing" traz o ouriço azul mais famoso do mundo de volta às corridas em carros. Será que este novo título, mais focado em trabalho de equipa, um concorrente de peso a "Mario Kart 8" e "Crash Team Racing Nitro-Fueled"? Saiba aqui a nossa opinião.

Editor's Rating:
4

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

FIFA 20 | Trailer de Revelação Oficial apresentando o Futebol VOLTA

FIFA 20 inclui VOLTA Football, modo inspirado no bem sucedido FIFA Street

inglaterraligadasnacoes

Inglaterra vence Suíça nas grandes penalidades e conquista o 3.º lugar da Liga das Nações