em , ,

Análise Gaming – ‘Diablo 3 – Nintendo Switch’

Diablo 3 na Switch, logo à partida isto parece nem soar bem, mas, spoiler alert, é das melhores experiências que podes ter na consola híbrida da Nintendo. O jogo está realmente incrível... Vamos então por partes.

Diablo 3 na Switch, logo à partida isto parece nem soar bem, mas, spoiler alert, é das melhores experiências que podes ter na consola híbrida da Nintendo. O jogo está realmente incrível… Vamos então por partes.

A campanha de Diablo 3 é boa, não tão boa como os seus antecessores, mas sem dúvida alguma é uma campanha sólida, com umas 17/18 horas de gameplay na campanha principal. No entanto, este jogo ainda inclui os DLC’s: Reaper of Souls e o Rise of the Necromancer que, já por si, adicionam ao jogo umas boas 20 horas. Concluindo, este jogo é extremamente composto e certamente que não te vai desiludir nesse aspecto.

Dia Switchpr Lobbyui Charcreationwizard Tf 001 Png Jpgcopy

Os fãs mais acérrimos do Diablo dizem que a verdadeira experiência de Diablo é num PC e eu até concordo… se tiver de escolher entre jogar num PC ou numa Playstation, a escolha cai no PC facilmente! Mas a Switch adiciona a portabilidade à equação e aí a luta começa a ficar mais renhida! O Diablo 3 saiu inicialmente em 2012. É um Action Role Playing Game que, quando saiu o primeiro em 1996, veio mudar por completo o estilo e veio adicionar tanta mas tanta coisa nova!!! Quem se lembra de chegar a Tristram e descer pelas catacumbas, lutar contra demónios, e o próprio Diablo, sabe do que falo.

Diablo 3 é um RPG e, como tal, já sabem que é preciso matar muitos demónios para ir subindo de nível e assim conseguir melhores poderes. Depois temos as cidades, onde podemos comprar armas, mas também as vamos conseguindo apanhar enquanto matamos monstros. Passamos o jogo todo a melhorar a nossa personagem! O jogo tem um ritmo frenético e facilmente dás contigo rodeado de inimigos, até mesmo nos momentos iniciais do jogo.

3440089 5ss Ikqfwvgzpil9gfziklduzndy5lag

Os primeiros jogos nunca me convenceram com as suas versões de consola. Os comandos não estavam feitos para este tipo de jogo e penso que só mesmo quando saiu o 3 para Ps3 e Xbox 360 é que eles conseguiram dominar o jogo em consola. Agora, os comandos da Switch respondem incrivelmente bem e é muito fácil aprender a mecânica do jogo: temos um analógico para andar, o outro para rebolar / desviar e todos os outros botões é para menus / mapa e os ataques normais e especiais, assim como tomar poções para não ir desta para melhor.

3440090 Preview Screenshot1 152802

Com os vários níveis de dificuldade podes sempre fazer o teu jogo mais ou menos desafiante, consoante o jogador que tu fores e também tens várias classes que podes escolher: desde bárbaro a necromancer, ou até caçador de demónios etc… Podes sempre começar um novo jogo com uma classe diferente que vais achar novo divertimento.

8baf8de6 Df33 4a43 Bfc8 29e4ba5cc273 Diablo Iii Eternal Collection 2018 08 16 18 043

Se já tiveres jogado o Diablo numa consola ou PC, aqui tens as vantagens de ser portátil e de, ainda por cima, teres o modo adventure desbloqueado logo de origem, o que faz com que possas ir logo para um labirinto sem teres de passar o jogo todo até lá.

Esta versão chama-se Eternal Collection e inclui todos os DLC e updates que o jogo teve desde o seu lançamento, ou seja, têm a certeza que estão a jogar a versão mais actual do jogo. Também vão encontrar algumas ligações à Nintendo no jogo, como uma armadura exclusiva do Ganondorf ou umas asas cosméticas.

Switch Diabloiii Bundle Box.jpg.optimal

Diablo 3 para a Nintendo Switch é uma experiência incrível! Poder jogar Diablo onde quer que estejas realmente é algo a ser experienciado. Gostei bastante da jogabilidade e os gráficos apenas descem a resolução quando passa para modo portátil. Se és fã do Diablo e não tens uma Nintendo Switch, então podes sempre aproveitar e comprar o bundle da consola com o jogo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Vivo Y95 aparece em fotos hands-on

Agenda de Concertos – 12 a 18 de Novembro