em

Zambujo quer vencer ex. companheiros

O Portimonense recebe amanhã à noite o Belenenses e o extremo Zambujo vai reencontrar caras conhecidas: na primeira metade da época 2012/13 foi jogador dos azuis e deixou no Restelo “amigos para a vida”, com os quais tem conversado durante a semana.

“Desses tempos ainda lá estão João Afonso, Tiago Caeiro, Tiago Silva, Sturgeon, Filipe Mendes… Gostei muito de ter partilhado o balneário com eles e costumamos encontrar-nos. Depois do jogo, em princípio irei para Lisboa e até é provável que jantemos juntos”, confidencia Zambujo.

Dentro do campo, a conversa será outra… “Não vou conhecer ninguém durante os 90 minutos! Farei tudo para ajudar o Portimonense e acredito que temos possibilidades de seguir em frente”, assevera o extremo dos algarvios, de 29 anos.

A equipa vive o seu pior ciclo da época (quatro jogos sem vitórias) mas Zambujo assegura: “A qualidade do nosso futebol tem sido amplamente demonstrada, mesmo quando os resultados estão longe de corresponder aos nossos desejos. Vamos ter pela frente um Belenenses forte, a rubricar uma campanha europeia acima das expectativas, mas tudo faremos para dar uma prenda aos adeptos, seguindo em frente na Taça de Portugal.”

Zambujo só no fim de outubro voltou à competição, depois de debelada uma lesão contraída no final da época passada. “Vivi tempos difíceis, mas com a ajuda das equipas técnica e médica consegui ultrapassar essa fase e, agora, estou a 100%, totalmente disponível para ajudar a equipa”, assinala, ao mesmo tempo que demonstra esperança em merecer a confiança do técnico José Augusto na receção ao Belenenses. “Quero jogar, esse é sempre o desejo de qualquer futebolista”, conclui.

Luis Zambujo representou o Belenenses na temporada de 2013/2014, tendo efetuado 11 jogos e apontou um golo.

Fonte: Record

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Isabel de Santiago explica convite para viagem a São Tomé e Príncipe

TP: Convocados Portimonense – Três de regresso à convotória

Râguebi: Belenenses é a surpresa das meias-finais

José Augusto: “Temos pela frente um teste à capacidade de superação”