Três pontos conquistados ao cair do pano na última jornada de 2018

O Belenenses manteve esta tarde a liderança isolada da Série 2 da I Divisão da AFL ao vencer o CD Belas por 2-1 (com 0-1 ao intervalo), em partida da 11ª jornada, com golos de Tomás Castro e Ricardo Viegas. Um triunfo muito suado que deixa a equipa do Restelo com trinta pontos na tabela – mais cinco do que o Porto Salvo, segundo classificado – fruto de dez vitórias e 51 golos marcados numa altura em que falta ainda conhecer o desfecho do encontro entre Abóboda e Belenenses, interrompido aos 85 minutos quando a equipa da Cruz de Cristo vencia por 1-2.

- Publicidade -

Numa tarde agradável e com forte apoio dos associados e adeptos azuis, o Belenenses entrou na partida a querer marcar cedo mas rapidamente se viu perante uma equipa com forte condição física e muito fechada atrás, que forçou os azuis a mastigar o jogo, sem objectividade e sem criar as habituais oportunidades de golo em número que permita consolidar vantagens. Tentando a espaços sair a jogar, o CD Belas foi mais feliz e eficaz logrando colocar-se em vantagem, que soube segurar até ao intervalo, tendo sido a primeira equipa que esta temporada levou os comandados de Nuno Oliveira em desvantagem para o intervalo.

Os segundos quarenta e cinco minutos foram totalmente distintos da primeira metade, deixando antever um Belenenses com muita circulação de bola e demarcações nas alas, mais próximo daquilo que tem vindo a mostrar ao longo da época e falhando no momento de concretização das várias oportunidades de golo criadas. Antevia-se o golo a qualquer momento e foi por intermédio de Tomás Castro que os azuis chegaram ao empate, em mais uma transformação exemplar de um livre directo – a valer o preço do bilhete e revisão na emissão da BelémTV. O Belenenses carregava na procura da reviravolta perante um adversário a forçar recorrentes paragens no jogo, tendo sido aos 95 minutos – o último do tempo de descontos – que chegaram à vantagem na sequência de um pontapé colocado de Ricardo Viegas. Muito sofrimento, três pontos muito difíceis mas que colocam inteira justiça no resultado final.

O técnico do Belenenses fez mexidas em relação aos convocados dos últimos dois jogos, fazendo alinhar Afonso; Jojó, André Serra, Alex e Jorginho; Ilmo, Sénica, Tomás Castro, Ricardo Viegas, João Santos e Ruben Braga. No banco, às ordens da equipa técnica, estavam disponíveis Tomás Foles, Gabriel Bonfanti, Evandro, Afonso Alcario, Benny Ribolhos, Varela e Tiago Rodriguez.

Na próxima ronda, a primeira de 2019, o Belenenses desloca-se ao Estádio José Gomes para defrontar o Estrela da Amadora, reedição de um duelo com história e com início marcado para as 15h00 de dia 6 de Janeiro, cujos bilhetes já se encontram à venda. Antes disso, a equipa confraterniza com sócios e adeptos num jogo solidário de Natal que terá lugar já na terça-feira, dia 18 de Dezembro, e no qual todos poderemos contribuir para que as crianças de Belém e da Ajuda tenham um Natal mais feliz.

Confira os resultados desta jornada:

Belenenses, 2 – CD Belas, 1Trajouce, 0 – Operário, 3Fund. Salesianos, 0 – Assoc. Torre, 1Porto Salvo, 6 – Talaíde, 1Malveira da Serra, 0 – Carcavelos, 1Abóboda, 2 – CDOM-PN, 1Amavita, 0 – CD Estrela, 2SL Olivais, 0 – Linda-a-Velha B, 3

Confira a classificação após a 10ª jornada:

Via

- Publicidade -