in , ,

Setlist Provável – Slayer no Coliseu dos Recreios

Slayer, Setlist Provável – Slayer no Coliseu dos Recreios

Conheça a setlist que poderá ser apresentada amanhã pelos Slayer no Coliseu dos Recreios

 

Os Slayer sobem amanhã ao palco do Coliseu dos Recreios para apresentarem o mais recente álbum da sua discografia. ‘Repentless’, e demonstrarem o porquê de ainda serem uma banda de referência do thrash metal.


Os bilhetes encontram-se à venda, com um custo unitário de 32 euros, e podem ser comprados por aqui:

HORÁRIOS

1ª PARTE: RASGO
ABERTURA DE PORTAS: 20H00
INÍCIO DO ESPETÁCULO: 21H00

Fiquem com a playlist que poderá servir de preparação para o concerto de amanhã:

Comunicado da promotora do concerto, Prime Artists

“É certo e sabido que, mesmo no seio de um grupo com interesses em comum, as opiniões tendem a dividir-se quando chega a hora de discutir quais as bandas mais importantes ou definidoras de uma determinada época. Poucos são, no entanto, aqueles que se atrevem a questionar a relevância de um grupo como os Slayer – ou o impacto de discos como ‘Reign In Blood’, ‘South Of Heaven’ ou ‘Seasons In The Abyss’, apenas três dos mais aplaudidos num catálogo sem mácula. É exactamente por isso que Araya, King, Hanneman e Lombardo são, há mais de três décadas, os porta-estandartes de tudo o que é hoje o som extremo. Do death ao black metal, são eles a referência maior, uma força unificadora num universo cada vez mais dividido por uma quantidade incontável de géneros e subgéneros. É precisamente esse sentimento de união, transversal a tantos estilos e gerações, que se vai materializar no próximo dia 5 de Junho quando os Slayer, uma das bandas mais consensuais de sempre no espectro da música pesada, subirem ao palco do Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

Quando, já após o polémico afastamento do baterista Dave Lombardo na reta final da tour mundial de promoção a ‘World Painted Blood’, o guitarrista Jeff Hanneman faleceu inesperadamente em Maio de 2013, o futuro dos Slayer tornou-se subitamente incerto. Valeu-lhes, a eles e à sua vasta e devota base de seguidores, a resiliência do guitarrista Kerry King que, com o baixista/vocalista Tom Araya estoicamente ao seu lado e a preciosa ajuda de Gary Holt na guitarra e Paul Bostaph na bateria, tornaram real o 11º álbum do mítico quarteto californiano. Com o furioso tema-título, ‘Take Control’, ‘Cast The First Stone’, ‘When The Stillness Comes’ ou ‘You Against You’ a manterem inalterada a agressividade selvagem que os tornou famosos, os Slayer renasceram como se ainda tivessem algo a provar e, três décadas depois de terem dado os primeiros passos, continuam a afirmar-se como uma das mais distintas e poderosas bandas sobreviventes do boom thrash dos anos 80.”

, João Meira: «Apaixonei-me pelo Belenenses»

João Meira: «Apaixonei-me pelo Belenenses»

, Critica: “Uma Vontade Cega” (Mein Blind Date Mit Dem Leben)

Critica: “Uma Vontade Cega” (Mein Blind Date Mit Dem Leben)