em

Rugby Seniores: Esclarecimento

Após o sucedido nas Olaias, frente ao Técnico, a divisão de rugby d’ Os Belenenses emitiu seguinte comunicado:

“Comunicado

Na sequência do diverso, e cremos que bastante equívoco, comentário que tem vindo a ser veiculado ao longo dos últimos dias sobre os eventos ocorridos no jogo que no passado dia 11 de Abril opôs a AEIS Técnico ao Clube signatário, a contar para os Quartos-de-final do Campeonato da Divisão de Honra, vimos pelo presente deixar clara a posição do Belenenses Rugby sobre o sucedido e suas consequências.

O Fair Play é para nós um princípio solene, sendo o cumprimento das Regras um dos seus pilares fundamentais, é assim que, a todo o momento, e em todos os escalões, procuramos pautar a nossa atuação.

O Belenenses Rugby entende que, de forma grosseira e indesculpável, as Regras não foram cumpridas em muitos, e decisivos, momentos do dito jogo, nem no que se lhe seguiu, com sério prejuízo para este Clube.

Não temos dúvidas que a responsabilidade pelo sucedido compete, em primeira e última instâncias, à Direcção da FPR que não foi capaz de assegurar a organização do jogo ao nível que seria exigido, assim dando lugar a este lamentável insólito, cuja correcta resolução, moral e regulamentarmente lhe competia.

No entanto, não o fez, assim falhando no mais elementar: Assegurar o cumprimento dos regulamentos em vigor. Em sinal contrário, insistiu num turbilhão de atropelos às regras e arranjos de improviso, algo que é para nós em absoluto inadmissível. A natureza amadora do nosso Rugby não pode, em circunstância alguma, permitir tolerar este nível de ineptidão dos seus dirigentes máximos. Poder-se-á questionar se ainda assim o resultado não terá sido o desejável? Afinal é o mais próximo daquele que o marcador registou? Também este Clube não ficou alheio a esta reflexão. Mas a resposta não pode deixar de ser um inequívoco “Não” – “Não”, os fins não justificam os meios e não é admissível que os responsáveis federativos manipulem e distorçam as Regras, por más que possam ser, para atingir aquilo que entendem mais adequado, pelo que há que o denunciar com toda a veemência, sob pena de aceitarmos continuar sujeitos a esta triste combinação de incompetência remendada com arbitrariedade.

Ciente do prejuízo irreparável que tal poderia implicar para a boa conclusão do Campeonato e legitimas expetativas das demais Equipas em prova, ainda que com prejuízo próprio, o Belenenses Rugby desde logo decidiu que não iria intentar qualquer Protesto para o Conselho de Disciplina – o que, entre outras, teria por efeito a suspensão desta fase final do Campeonato por um longo período, com todas as nefastas consequências que tal implicaria para todo o Rugby Português.

Não podemos deixar de louvar e exprimir o nosso orgulho relativamente aos Adeptos, Jogadores e Equipa Técnica do Belenenses, pela elevação e compostura que mantiveram ao longo de todo o encontro, que contrasta com o inexplicável descontrolo e infames atitudes provocatórias de elementos do seu adversário, que merecem o nosso frontal repúdio, e dos quais são bem ilustrativas as quatro expulsões registadas nos minutos finais do jogo, num contexto de claro ascendente no resultado que assim fica inevitavelmente manchado.

Esta posição não faz no entanto precludir o direito, que é também um dever, de o Clube signatário de exigir a devida ação disciplinar sobre agentes desportivos que uma vez mais fora, e neste caso (lamentavelmente) também dentro, de Campo, por ação e omissão, adotaram um postura indigna e totalmente desconforme com os padrões que o Rugby exige e pelos quais nos continuaremos a bater, até às últimas consequências.

Restelo, 16 de Abril de 2015.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Isabel de Santiago explica convite para viagem a São Tomé e Príncipe

SAD e Clube: tréguas à vista?

Situação de Lito por resolver

Opinião: Amanhã nao é mais um jogo! É um derby!