in , ,

Observer: System Redux (Playstation 5) | Análise Gaming

Disponível para: PS5, XBOX Series X|S e PC

observer-system-redux

Observer é o equivalente em videojogo de um casamento entre o filme “Blade Runner” e o livro “1984”, com umas pitadas de terror psicológico. Lançado inicialmente em 2017, Observer: System Redux chega agora à PlayStation 5, aproveitando algumas das características únicas da nova consola da Sony.

O título, originalmente lançado em 2017 para a PS4, XBOX One e PC, e que chegou posteriormente à Nintendo Switch em 2019, regressa agora nesta versão de System Redux às consolas de nova geração e aos PC e já o experimentámos de forma a ver o que traz de novo esta versão. Para quem já o jogou anteriormente, o que poderão esperar desta nova versão? Na PS5 em concreto poderão experienciar melhorias significativas ao nível dos loadings, devido ao armanzenamento da consola em SSD, o aproveitamento das características únicas do DualSense, como resistência dos objetos, textura das superfícies, feedback de dano, simulação de batimentos cardíacos e gatilhos adaptáveis e à resposta tátil e em conjunto com as versões para as Series X|S e PC temos agora resolução 4K, texturas melhoradas, novas animações, modelos e efeitos, iluminação HDR e Ray Tracing. Tudo isto faz com que esta Cracóvia imaginada em 2084 alcance o seu momento de maior beleza e este é um mundo muito imersivo, devido às experiências criadas pela Bloober Team nesta nova versão.

sc8c4n

Se isto não fosse o suficiente para justificar uma nova incursão a Cracóvia de 2084, Observer System Redux adiciona três casos inteiramente novos que aumentam a exploração de temas neste universo futurístico distópico criado pela Bloober Team. Para além disso, esta nova versão inclui novas mecânicas de jogo, novos segredos a serem descobertos, furtividade reprojetada e novos interrogatórios neurais adicionais.

Observer System Redux é aquilo que podemos considerar como a versão definitiva deste jogo e caso não tivesse problemas de performance, acabaria por o recomendar a qualquer jogador interessado em explorar uma das aventuras mais imersivas do género, mas a verdade é que foram várias as vezes em que o jogo se “engasgou” tanto no áudio como nas sequências de vídeo (incluindo logo o início), e acabou por me retirar várias vezes da imersão da experiência. Será, possivelmente, corrigido, mas até lá estes “soluços” fazem com que as experiências anteriores, tanto em PC como na Nintendo Switch, revelaram-se melhores do que aquela que tive na PS5, mas potencialmente poderá ser melhor, caso estes problemas sejam resolvidos.

sc8c4m

Observer é um título de terror psicológico que nos mete na pele de Daniel Lazarski, um Observer numa Polónia futurista em 2084, após receber uma chamada estranha do seu filho. Essa chamada coloca-nos numa busca incessante pelo filho num bairro marginalizado. Daniel tem a capacidade de se ligar directamente à mente das vítimas que encontra no seu trabalho, ajudando-o a fazer o seu trabalho de investigação.

Esta é a premissa do jogo, e mais é complicado de dizer sem acabar por estragar um pouco a experiência do jogador, pois Observer é um jogo que muitos consideram de “walking simulator”, ou seja acabamos mais por experienciar uma narrativa do que tomar parte activa nela. Quem não gosta deste tipo de jogos, poderá ficar de pé atrás com Observer.

sc8c4l

Mas se o fizerem, estarão a deixar de parte um dos universos mais interessantes saído de um estúdio indie (neste caso a polaca Blobber Team). A criação de universo cyberpunk assolado de crime e medo é desolador. É uma verdadeira junção de “Blade Runner” com “1984” (é possível encontrar a magnífica obra de George Orwell nos primeiros minutos de jogo).

Para ajudar a essa comparação temos Rutger Hauer, o Roy Batty em “Blade Runner”, a dar voz à personagem principal do jogo. A juntar ao excelente trabalho vocal de Rutger (e não só), temos ainda uma sonoplastia capaz de deixar muitas produções com maiores orçamentos invejosas.

sc8c4o

Observer não é perfeito, e esta edição definitiva de seu nome System Redux corrige alguns problemas das versões anteriores, introduz novas funcionalidades mas traz consigo outros problemas. Se ainda não experimentaram Observer, têm aqui uma boa oportunidade. O mundo e a temática merecem-no, mas esperamos que a Bloober Team corrija algumas das situações para que System Redux seja aquilo que realmente tem potencial para ser.

 

Observer: System Redux (Playstation 5) | Análise Gaming | CA Notícias
Observer: System Redux (Playstation 5) | Análise Gaming | CA Notícias

Observer é o equivalente em videojogo de um casamento entre o filme "Blade Runner" e o livro "1984", com umas pitadas de terror psicológico. Lançado inicialmente em 2017, Observer: System Redux chega agora à PlayStation 5, aproveitando algumas das características únicas da consola. 

Product In-Stock: InStock

Avaliação do editor:
3
A noite de todas as almas | Estreia 8 de janeiro | HBO Portugal

A noite de todas as almas | Estreia 8 de janeiro | HBO Portugal

Dengaz está de regresso à música: ouça aqui o tema "Cura" | CA Notícias

Dengaz está de regresso à música: ouça aqui o tema “Cura”