in , ,

Just Dance 2021 (Nintendo Switch) | Análise Gaming

just-dance-2021-switch-hero

Desde 2009 que a Ubisoft nos presenteia com um novo jogo da série Just Dance por ano. Desta vez, com Just Dance 2021, quais são as novidades que nos apresentam?

Análise feita por: António Moura

É fascinante como a série Just Dance funciona. Apenas dançar agarrado a um telemóvel ou a um comando (normalmente um joycon, ou até ao ano passado, um wiimote) enquanto seguimos as indicações que aparecem no ecrã é algo que pode parecer parvo inicialmente, mas, ao mesmo tempo é a real receita para o sucesso. A Ubisoft pegou na sua galinha de ouro e continua a tentar retirar o maior partido possível dela.

just-dance-2021-switch-screenshot03

Em termos gráficos, a realidade é que continuamos a não mudar muito sobre o que existe nos jogos anteriores. Continuamos a ter os nossos “treinadores” no nosso ecrã de eleição e continuamos a vê-los a fazer as suas coreografias, enquanto tentamos repetir nós mesmos (sim, preparem-se para falhar várias e várias vezes). Fora isso, não existem grandes inovações. Porém, convém dizer que cada vez vemos coreografias mais complexas e isso é gratificante, especialmente, se tivermos jogado um dos jogos anteriores em que não víamos tanta complexidade na coisa e agora, quando regressamos anos mais tarde, conseguimos ver uma pequena evolução. Além disso, também podem contar com alguns treinadores diferentes do normal. Isto porque alguns deles são capazes de se assemelhar aos cantores e dançarinos das músicas que estamos a (tentar) dançar na altura.

just-dance-2021-switch-screenshot01

Em termos de música é, claramente, onde o jogo realmente brilha. Temos músicas de todo o mundo e de todas as eras, desde pop, a rap, a k-pop. O jogador escolhe! Tenho, no entanto, que dar um destaque especial às músicas de K-POP. Mesmo sendo um estilo que esteja a crescer cada vez mais, desta vez tivemos direito a três músicas no pacote básico, onde figuram nomes como NCT 127 (que não são tão conhecidos do público em geral) e os nomes grandes da indústria como BlackPink e Twice, faltando aqui o grande nome masculino que são os BTS.  Além do pacote básico, preparem-se para o serviço de subscrição Just Dance Unlimited, que oferece 1 mês grátis quando se compra o jogo. Este serviço é para aqueles que jogam Just Dance quase numa base diária ou, quando em tempos que não os de pandemia, decidem juntar os amigos semanalmente e jogar umas partidas todos juntos. Além de conter músicas exclusivas para a versão 2021, também contém músicas de Just Dance anteriores e que deverão ter bastantes fãs. Breve menção também por terem juntado a música “You’ve Got A Friend In Me” da banda sonora de Toy Story, que além de uma divertida adição mostra que é possível utilizar banda sonora de filmes e séries como objeto de dança.

just-dance-2021-switch-screenshot04

Resta concluir que, Just Dance 2021 é uma pequena atualização ao jogo do ano passado. As novas músicas são mais que bem-vindas e suficientes para o uso comum. No entanto, é notável que a venda do serviço Just Dance Unlimited seja o grande foco do jogo. Penso que, daqui a uns anos veremos apenas o serviço a ser utilizado como jogo, tendo uma aplicação onde podemos jogar.

 

Just Dance 2021 (Nintendo Switch) | Análise Gaming
Just Dance 2021 (Nintendo Switch) | Análise Gaming | CA Notícias

Desde 2009 que a Ubisoft nos presenteia com um novo jogo da série Just Dance por ano. Desta vez, com Just Dance 2021, quais são as novidades que nos apresentam?

Product In-Stock: InStock

Avaliação do editor:
3
Portada-Gamer-Sapiens-PT-LOW

Canal HISTÓRIA estreia hoje em exclusivo o 1º episódio de Gamer Sapiens

Carolina Deslandes, Irma e Neev entre os compositores do Festival da Canção 2021 | CA Notícias

Carolina Deslandes, Irma e Neev entre os compositores do Festival da Canção 2021