in

Fredy: Voltar ao Belenenses? “Um dia isso vai concretizar-se, apenas não sei quando…”

, Fredy: Voltar ao Belenenses? “Um dia isso vai concretizar-se, apenas não sei quando…”

Fredy, que em dezembro do ano passado rumou ao Libolo, em entrevista ao jornal O Jogo, refere que um dia irá voltar ao Belenenses, só não sebe quando. Até lá sente-se preparado para regressar a Portugal para ingressar numa equipa que lute pelo titulo.


O JOGO: Que recordações guarda de Jorge Jesus no Belenenses?

-Era sempre muito exigente, mesmo sendo eu miúdo. Nos primeiros treinos que fiz com os seniores, com 15 ou 16 anos, ele queria que cruzasse de pé esquerdo e, como não consegui, não me perdoou, dizendo que não podia falhar [risos]. Jesus é perfeccionista e isso foi bastante positivo para mim, mesmo sendo um juvenil.

O JOGO: Acha que Jesus vai repetir no Sporting o sucesso que teve na Luz?

-Ele já mostrou ser um dos melhores treinadores portugueses e acredito que conseguirá levar o Sporting para a frente. No dérbi com o Benfica, a equipa já fez um jogo à Jesus.

O JOGO: Qual dos três grandes tem mais condições de conquistar o título?

-Tenho simpatia pelo Sporting, por isso preferia que fosse o campeão [risos], embora o meu clube do coração seja o Belenenses. No entanto, o FC Porto tem uma grande equipa; vai ser uma luta com o Sporting.

O JOGO: Sente-se pronto a voltar a Portugal e jogar num dos três grandes?

-Sim, acredito nas minhas capacidades.

O JOGO: Já teve propostas desses clubes?

-Em concreto, não, mas soube de duas situações, uma do Sporting, há dois anos, e outra do Benfica. No caso do Benfica, foi quando o André Almeida se mudou para lá. Falou-se na possibilidade de eu ir também, mas entretanto tive uma lesão grave.

O JOGO: Jesus pode ser uma alavanca para fazer renascer esse interesse?

-Não posso dizer isso, porque não sei.

O JOGO: Passou 14 dos seus 25 anos no Belenenses. Tem saudades do Restelo?

-Sim, e de que maneira. Para compensar, vou mantendo contacto com jogadores, presidente e adeptos. Muitos deles mandaram-me os parabéns quando fui campeão, prova de que não me esqueceram. Tenho uma grande ligação com o Belenenses. Mesmo antes de jogar lá, a minha mãe trabalhava no clube, por isso é normal ter saudades. Aliás, cheguei a Portugal no domingo e a primeira coisa que fiz no dia seguinte foi ir ao Restelo ver o jogo com o União da Madeira.

O JOGO: E voltar ao Belenenses?

-Um dia isso vai concretizar-se, apenas não sei quando…

Fonte: O Jogo

, Brandão e Rosa são dúvidas para deslocação ao AXA

Brandão e Rosa são dúvidas para deslocação ao AXA

, Lisboa recebe o Gear S2 Studio da Samsung

Lisboa recebe o Gear S2 Studio da Samsung