em ,

Filmes Premiados CINANIMA 2018 em exibição na Culturgest

Cinema de animação na Culturgest em duas sessões: Cine-Concerto de Fernando Mota e Sessão de Filmes Premiados CINANIMA 2018.

Cinema de animação na Culturgest em duas sessões: Cine-Concerto de Fernando Mota e Sessão de Filmes Premiados CINANIMA 2018.

Nos dias 2 e 4 de dezembro, o cinema de animação de autor chega à Culturgest, em parceria com o CINANIMA – Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho.

A primeira sessão para toda a família, dia 2 de Dezembro, às 16:00, no Grande Auditório, é um momento de cruzamento artístico, dedicado às crianças, entre cinema de animação e música ao vivo, composto por duas partes: cine-concerto e projeção de filmes. Primeiro 12 FRAMES, de Fernando Mota, compositor, multi-instrumentalista e inventor de instrumentos musicais experimentais. Um cine-concerto sem cinema, onde são criados 12 momentos musicais a partir de 12 fotogramas de 12 filmes, explorando os ambientes ou as narrativas que essas imagens sugerem. Mais do que filmes musicados ao vivo, aqui as imagens são usadas como pontos de partida para a criação de músicas e espaços sonoros. Depois do concerto, são apresentados sete curtas-metragens de animação: Aazar (Aazar Shortfilm), All of Us (Ruth Beni, Daniel Greaves), I Wish… (Victor L. Pinel), Look (Meinardas Valkevičius), Looney Foodz! (Alexandra Tagali), Star-Fallen (Alexandra Tagali) e Parking Attendant (Dante Zaballa).

Na segunda sessão, no dia 4 de Dezembro, às 21:00, no Pequeno Auditório da Culturgest, são apresentados os nove premiados deste ano de um dos festivais de cinema de animação mais conceituados e antigos do mundo – o CINANIMA, que, entre 12 e 18 de Novembro, concentrou, em Espinho, alguns dos maiores nomes nacionais e internacionais do cinema de animação da atualidade, para premiar Obon, de Andre Hörmann e Anna Bergman, com o Grande Prémio de Competição Internacional, e galardoar ‘ex-aequo’, na Competição Nacional – Prémio António Gaio, os filmes de animação Agouro, de David Doutel e Vasco Sá, e 4 Estados da Matéria,de Miguel Pires de Matos.

O 42.º CINANIMA também distinguiu, como melhor obra por realizadores menores de 18 anos, o filme Harmos, realizado por um coletivo de crianças e jovens de Abrantes, sob orientação de Tânia Duarte e Ícaro Pintor, e premiou como melhor curta de um cineasta maior de idade a obra O Viajante, de João Gonzalez.

Desta sessão fazem ainda parte outros filmes premiados na edição de 2018: A Chamada/The Call, da romena Anca Damian, que arrecadou o Prémio Especial do Júri;Época Baixa/Off Season, da húngara Orsolya Láng, que ganhou o Prémio Gaston Roch para Melhor Filme de Estudantes; O Jardim Perdido/Le jardin perdu, da francesa Natalia Chernysheva, que alcançou o Prémio Alves Costa para Melhor Curta-Metragem até 5 minutos; e O Dia Extraordinário/Le jour extraordinaire, de Joanna Lurie (França), que conquistou o Prémio de Melhor Curta-Metragem entre os cinco e os 24 minutos.

Os bilhetes têm um preço único de 3€ para cada sessão e podem ser comprados na bilheteira da Culturgest ou online (para o cine-concerto + filmes aqui e para a sessão de filmes premiados aqui).

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Sessão pública de apresentação das comemorações do Centenário do Belenenses

Sessão pública de apresentação das comemorações do Centenário do Belenenses

Garmin já lançou campanha de Natal 2018

Garmin já lançou campanha de Natal 2018