CA Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

Crítica Cinema – “Guernsey – A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata” (The Guernsey Literary and Potato Peel Pie Society)

Um filme de Mike Newell.

“Guernsey – A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata” é um filme de Mike Newell baseado no livro de Mary Ann Shaffer e Annie Barrows.

- Publicidade -

Crítica Cinema   “Guernsey – A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata” (The Guernsey Literary and Potato Peel Pie Society)

Com Lily James no papel da protagonista Juliet Ashton, o filme acompanha uma escritora que começa a corresponder-se com um habitante da ilha de Guernsey que tinha encontrado um livro com o seu nome escrito. Depois de várias cartas, Juliet decide partir para Guernsey, com o objetivo de conhecer o seu correspondente e também uma sociedade da qual ele faz parte: a Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata.

Tendo em conta que a trama se passa nos anos seguintes à Segunda Guerra Mundial, o filme tem algumas cenas relativas a esse momento. Na verdade, foram as práticas que eram cometidas durante a Guerra que levaram à criação da tal Sociedade Literária.

Crítica Cinema   “Guernsey – A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata” (The Guernsey Literary and Potato Peel Pie Society)

Talvez as cenas mais interessantes do filme (que por vezes chegam até a ser um pouco cómicas) estejam mesmo relacionadas com a formação deste grupo e são mostradas através de flashbacks, assim como momentos verdadeiramente importantes que nos levam a perceber algumas atitudes das personagens.

Relativamente às personagens, podemos dizer que todas elas são capazes de nos conquistar logo a partir do primeiro momento em que aparecem. Quase sentimos um desejo de fazer parte daquela sociedade, tal é o carinho com que todos conversam. Em grande parte, isto deve-se ao grande elenco do filme e às grandes interpretações aqui feitas.

Crítica Cinema   “Guernsey – A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata” (The Guernsey Literary and Potato Peel Pie Society)

Esta é uma história de amor e de amizade, mas também uma história que vai conquistar os amantes da Literatura, tal é a maneira delicada e simples como nos apresenta o gosto pelos livros.

Quem não leu a obra de Mary Ann Shaffer e Annie Barrows à partida não sabe o que esperar de um filme com um nome tão longo, mas para além do nome que nos suscita a curiosidade, o próprio filme é capaz de nos deixar bastante curiosos do início ao fim.

70%

Guernsey - A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata (The Guernsey Literary and Potato Peel Pie Society)

Juliet Ashton (Lily James) é uma jovem escritora, com falta de inspiração, que logo após a Segunda Guerra Mundial recebe uma carta de um membro da misteriosa Sociedade Literária de Guernsey, uma organização formada durante o período de ocupação nazi. Curiosa, Juliet decide ir até às ilhas de Guernsey e encontra-se com os excêntricos membros da Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata, entre os quais se encontra Dawsey (Michiel Huisman), o charmoso e intrigante agricultor que esteve na origem da carta. As suas confidências, a sua ligação à ilha e aos seus habitantes e a crescente afeição que nutre por Dawsey irão para sempre mudar o curso da vida de Juliet.
  • Joana Maria
X