em

Encontros Imaginários na Amadora com Luís de Camões, Alexandre Dumas e Gabrielle D’Annunzio

A próxima sessão dos Encontros Imaginários na Amadora realiza-se no próximo dia 8 de outubro, pelas 21h30, no auditório da Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, como habitualmente, e recordará as personagens da História: Luís de Camões, Alexandre Dumas e Gabrielle D’Annunzio.

Os Encontros Imaginários na Amadora são uma iniciativa organizada pela Associação Amadora Passado, Presente e Futuro e pelo Teatro Passagem de Nível, e que conta com o apoio da Câmara Municipal da Amadora. Nestes encontros, pretende-se fomentar o confronto de ideias, através de personagens marcantes da História da Humanidade.

Entrada livre.

Sinopse |
«Aqui não há textos decorados, não há cenários, não há iluminação, apenas o confronto de ideias através de personagens marcantes da História da Humanidade.
Este Encontro é dedicado a 3 escritores essenciais: o português Luís de Camões, o francês Alexandre Dumas e o italiano Gabrielle D’Annunzio.
Todos têm em comum uma vida aventurosa, boémia e recheada de paixões.
Camões e D’Annunzio têm também em comum o facto de terem sido militares e nessas batalhas terem perdido um olho!

Alexandre Dumas é o grande autor best seller, cuja produção era tão impressionante que tinha 70 assistentes para escreverem as histórias que ele depois corrigia e assinava…
Todos participaram nas lutas ideológicas do seu tempo. Camões é o único que tem a glória de ter escrito o poema épico-imagem de um povo e uma Pátria que inicia a globalização mundial e teve também a desdita de ser o único que morreu na miséria.

Associação Amadora, Passado, Presente e Futuro

Sobre os Encontros Imaginários:
Uma iniciativa do encenador e dramaturgo Hélder Costa do Grupo de Teatro A Barraca.
“O percurso irregular do Conhecimento e da Cultura, na Política, na Arte, na Economia, nas Religiões e na Ciência. Nas palavras do próprio autor, “os Encontros Imaginários não são uma peça de teatro, são sim um exercício de para-teatro, não há textos decorados, não há cenários, não há iluminação. São uma demonstração pública que a aprendizagem pode ser lúdica, agradável e de dimensão popular. Ser culto sem ser elitista e popular sem ser populista.”

Associação Amadora Passado Presente e Futuro

Via

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Liga (7ªJ): Resumo CD Tondela 1-1 CD Nacional

Liga (7ªJ): Resumo CD Tondela 1-1 CD Nacional

Sta. Clara

Sta. Clara, Golo, Fernando, 73m, 1-0