in , , , ,

Depeche Mode no NOS Alive ’17 – Não os silenciem

Depeche Mode, NOS Alive, Depeche Mode no NOS Alive ’17 – Não os silenciem

Um concerto a cumprir calendário dos Depeche Mode na última noite do NOS Alive ’17

https://canoticias.pt/entretenimento/cage-the-elephant-nos-alive-energetico/


Dave Gahan e companhia tinham a tarefa de encerrar o Palco NOS desta edição do NOS Alive, uma tarefa que encarrega em si grande responsabilidade. Só que os Depeche Mode não são uma banda inexperiente (passe a redundância), e facilmente lidaram com a pressão inerente dessa função.

Perante uma plateia de 55 mil espectadores, a banda natural de Essex, que já conta com 14 álbuns editados e 37 anos de história, continua actual e recusam ser uma caricatura dos tempos áureos de outrora. Na bagagem para o Passeio Marítimo de Algés traziam “Spirit”, o mais recente álbum dos britânicos. A pergunta “Where’s The Revolution?” pode ser interpretada tanto de forma política como de forma introspectiva em relação à renovação do som da sua música. E isso foi o mote para este regresso a Portugal e mais concretamente a Algés.

Este último registo de originais da banda é um exemplo evidente da tal não resignação musical, sendo evidente a curiosidade que os fãs tinham por ver e ouvir a execução dessas músicas ao vivo.

O concerto começou com “Going Backwards”, uma das 3 músicas apresentadas de “Spirit”, e se por um lado é compreensível não se terem focado mais no álbum (em festivais desta dimensão é difícil manter todos os espectadores atentos ao concerto), por outro foram essas mesmas músicas que trouxeram um espírito novo ao espectáculo.

Uma palavra para todo o jogo de ancas de Gahan, é um homem de espectáculo e faz por manter esse estatuto. No entanto, o que se viu ontem não foi transcendental, mas sim apenas (e não é pouco) uma interpretação competente de início ao fim que não perdeu muito tempo interagindo com os presentes (se calhar os Foo Fighters habituaram-nos mal na sexta-feira…).

Quando se começa a ouvir a “Enjoy The Silence” já nada mais importa. Tudo canta, tudo dança e são esses momentos que vão perdurar na memória colectiva.

SETLIST

Going Backwards
Barrel of a Gun
A Pain That I’m Used To
In Your Room
World in My Eyes
Cover Me
Judas
Where’s the Revolution
Wrong
Everything Counts
Stripped
Enjoy the Silence
Never Let Me Down Again

Encore:

Home
Walking in My Shoes
I Feel You
Personal Jesus

https://canoticias.pt/entretenimento/imagine-dragons-no-nos-alive-17-no-palco-certo-do-festival-fotogaleria/

, Palco Beirão no Festival Meo Marés Vivas já tem cartaz

Palco Beirão no Festival Meo Marés Vivas já tem cartaz

, Imagine Dragons no NOS Alive ’17 – No palco certo do Festival [com fotogaleria]

Imagine Dragons no NOS Alive ’17 – No palco certo do Festival [com fotogaleria]