em

Comunidade Azul impedida pela SAD de estar nas Conferências de Imprensa

Ao longo do tempo temos optado por uma postura íntegra, sem escolher lados e muito menos envolver o bom nome do site em confusões pouco saudáveis e dignificantes. A nossa espinha dorsal tem-se mantido inalterada e a coerência e isenção da escrita são dignas de qualquer meio de comunicação social que se diga plural, creditado e isento.

No dia 7 de Setembro de 2016, recebemos a informação de que a Administração da SAD do Belenenses nos impedirá de entrar em qualquer conferência de imprensa referente ao futebol profissional. A partir do dia de hoje, a Comunidade Azul, estará impedida de informar os seus leitores com a rapidez e eficácia que o fez outrora. A partir do dia de hoje, ficou consagrada a censura na SAD do Belenenses. Com o impedimento de comparecermos – nós, Comunidade Azul – às conferências de imprensa da equipa de futebol profissional, fica, tácita e publicamente, vigente a vontade da SAD do Belenenses de que os adeptos não sejam mais informados por nós.

Depois de termos demonstrado o nosso desagrado e incompreensão pela situação, foi-nos dito que nada tinha a ver com os artigos escritos anteriormente. Artigos esses que, como nos foi dado a entender por elementos dentro da estrutura, foram mal recebidos e mal vistos dentro da SAD. O motivo – alegadamente – foi o facto de publicarmos antes dos jornais. Algo que fazemos há mais de 2 anos e que nunca teve qualquer queixa dos meios de comunicação a nós, que nos deslocamos quase sempre às Conferências de Imprensa. Não obstante, já foi visto que muitos jornais desportivos publicam no dia da conferência um excerto da mesma no seu site. Um “timing” algo estranho da SAD, visto só terem tomado a posição em relação ao facto de publicarmos sempre antes dos restantes meios de comunicação – que é dessa forma que nos distinguimos – poucos dias depois de nos terem alertado – em virtude dos posts que não foram do seu agrado – que “a continuar assim, nunca mais lá entram”.

Posto toda esta história, e antes de partirmos para a publicação deste post, a SAD do Belenenses disse que, afinal de contas e depois de terem reflectido, podíamos ir mas que não podíamos publicar antes de jornal algum. Isso desvirtua o trabalho da CA e não faz qualquer sentido. Sempre primámos pela celeridade e presença nos eventos. É esse facto que faz – fazia – de nós diferentes. Tudo o que seja o corte umbilical de qualquer uma dessas característica, deixa de fazer sentido continuar a marcar presença. Para fazer um dia depois, não nos será possível “competir” com os restantes meios de comunicação e fazer algo diferente do usual e o que sempre habituámos os nossos leitores. Dessa forma, escusamos de gastar dinheiro – que não ganhamos com a CA – a deslocarmo-nos ao Restelo. Além de que nos pareceu um motivo descabido e de forma a evitar um post a relatar os acontecimentos.

A nossa decisão foi a rejeição total dessa “nova condição”. Não vamos compactuar com tal “solução”. Afirmámos, à administração que gere a SAD do Belenenses, que para fazer dessa forma, preferíamos não ir, uma vez que desvirtuaria os nossos ideais e a ideia primária do site. A SAD afirmou que, da forma como era anteriormente, não será. Em suma, não nos permitirão a entrada nas conferências de imprensa.

O certo é que o jornalismo – na sua essência – não é uma visão de uma das partes ou a vontade de alguém superior. O jornalismo ocupa-se do relato dos factos como eles são. Crus, reais, sem subterfúgios ou realidades paralelas. O jornalismo não é a amostra precária que há em Portugal, é muito mais do que isso. Os jornalistas – e mesmo os que aspiram a isso – não se deixam coagir ou se deixam moldar por pressões alheias. A honestidade moral vale muito mais do que o reconhecimento. Os valores falam mais alto do que o prestígio. A honra é mais eterna do que o mérito. Com esta tomada de posição, fica clara a ideia de que a Comunidade Azul deixa de ser bem-vinda.

Não informamos do sucedido para criar ainda mais quezílias. Fazê-mo-lo porque, como sempre, os sócios e simpatizantes do Belenenses têm o direito de saber o que se passa em seu redor. Sempre o fizemos e não o vamos deixar de fazer.

Dessa forma, continuaremos a informar todos os dias os nossos leitores do que se passa no mundo Belenenses, com a mesma eficácia e abrangência no que toca à cruz de Cristo.

Aos que nos continuam e continuarão a seguir, o nosso obrigado.

“Hoje como antigamente, nada temos que temer”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Belenenses-adeptos01

Saiba quanto ganharão os clubes na Taça de Portugal

Zack de la Rocha tem novo single

Zack de la Rocha tem novo single