em

Quem pára estes AZUIS?

Creio que só mesmo o bom senso e a abordagem pragmática e realista do Lito Vidigal são capazes de parar os Azuis do Restelo.. Ou simplesmente AZUIS. AZUIS só mesmo “Os Belenenses”! E sem riscas brancas, evidentemente, como o nosso caro editor (que é portuense mas não é portista) faz sempre questão de referir. 🙂

Deixo um apelo a todos os belenenses para não interpretarem mal as palavras, o discurso e a mensagem do Lito. E que eventualmente o tentam fazer, possivelmente procura atribuir os méritos desta campanha noutra direcção. Treinador e jogadores são os verdadeiros obreiros dos resultados conquistados neste primeiro terço de temporada e já haviam sido autênticos heróis desde o final da época passada. Quem achar que temos um plantel capaz de lutar por lugares cimeiros da tabela apenas porque os jogadores se têm superado e aplicado ao máximo para potenciar o seu rendimento individual ao serviço da equipa em cada jogo, está a ver uma realidade diferente daquela com que o nosso treinador tem de lidar. Esta é a minha opinião e que também parece ser consensual por parte da larga maioria dos analistas e entendidos. Felizmente que no Futbol nem sempre 2+2=4 e que quando um grupo e uma equipa está unida e bem orientada, 2+2=5 por acção daquilo que habitualmente se denomina por efeito sinérgico. Neste Belenenses o TODO tem sido maior do que a soma das partes e tal se deve (quase exclusivamente, na minha opinião) ao nosso capitão de outros tempos e actual comandante: LITO VIDIGAL – um verdadeiro belenense de alma e coração, homem simples, honesto e sincero em quem acredito e confio sem quaisquer reservas nem receios.

Ontem entrámos em campo com vontade de vencer desde o primeiro minuto e o golo madrugador foi um justo prémio para quem apresenta essa atitude e disponibilidade. A escolha do 11 inicial com a inclusão do Caeiro, deixava desde logo antever de que nestes jogos a eliminar, temos de ter a iniciativa e querer marcar golos em vez de ficar na expectativa, especialmente quando em teoria éramos a equipa favorita. Fiquei igualmente bastante satisfeito por perceber que o Lito optou por manter o Matt Jones na baliza, demonstrando assim a importância de jogarem os melhores contrariando aquela prática habitual da rotatividade dos GR a que alguns treinadores recorrem nos jogos da Taça e Liga. Julgo que tal apenas faz sentido quando os GR têm um nível e qualidade semelhantes. Apesar das muitas críticas de que tem sido alvo, na minha opinião o Matt Jones é um dos melhores GR da Liga e o Ventura por enquanto não passa dum jogador que pretende relançar a sua carreira, que noutros tempos se antevia como sendo promissora. Ainda assim creio que tanto o Ventura como até o recém-contratado Pedro Cavadas poderão ter oportunidades para demonstrarem o seu valor nos jogos da 3.ª fase da Taça da Liga, essa sim uma competição que não me parece ser de primeira importância e prioridade. Na defesa, não mexeu (e bem) uma vez que só faria sentido tirar o Nélson da esquerda se o Filipe Ferreira tivesse jogado. Gostei particularmente de ter sido dada ao Pelé a função de trinco, jogando sozinho naquela posição central dado que me parece que mais cedo ou mais tarde será ele a assumir as funções de equilíbrio defensivo da equipa que habitualmente são atribuídas ao experiente Bruno China. O Tiago Silva marcou um belíssimo golo e espero que isso contribua para o regresso à boa forma de outros tempos. Também o golo do Camará pode ter um efeito positivo para que o jogador volte naturalmente a alcançar a tranquilidade que perdeu na sequência dos diversos episódios que o afectaram. Quanto ao Deyverson, já nos habituou a picar o ponto e ontem não foi diferente. Uma mão cheia de golos que nos permite agarrar um lugar nos 16 e ter a esperança que com alguma sorte temos legítimas aspirações para continuar a avançar, jogo a jogo, uma vitória de cada vez.. O meu desejo é que a próxima vitória seja festejada no Restelo!

Autor: ElePhan7 em “A Minha Opinião Conta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Resumo: Basileia 1-2 Belenenses

Cinco pastéis de Belém

Situação de Lito por resolver

Andebol: Entrada de luxo não foi suficiente