Análise: Street Fighter 30th Anniversary Collection

30 Anos de Hadokens e Shoryukens

30 Anos de Street Fighter!

Pois é amigos, 30 anos não é para qualquer um, muito menos para um dos mais importantes jogos de luta de todos os tempos. E como tal, a Capcom não podia deixar passar a data sem nos dar algo para festejar e lança o Street Fighter 30Th Anniversary Collection.

Maxresdefault

Como muitos jovens da minha idade, eu cresci a jogar Street Fighter… lembro com saudade o tempo que jogava horas e horas do Street Fighter 2 para a antiga Super Nintendo e também um port manhoso que tinha para a Family Game (aquelas consolas piratas que corriam os cartuchos da NES)

Mas voltando a este lançamento, a Capcom trouxe de volta alguns dos mais antigos clássicos, todos eles em 2D, e mantiveram o aspecto original do jogo, tanto a nível de cores como de gráficos… ah, e também as músicas originais foram mantidas!

Sfi Ken Ryu

E quais são, então, esses jogos?

Ora, são nada mais, nada menos do que 12 jogos. Sim, 12 jogos!

Antes de mais, o primeiro Street Fighter 1, pioneiro desta franquia, mas provavelmente um dos menos conhecidos. Depois temos um monte de Street Fighter 2, desde o World Warrior, ao Super Street Fighter 2, temos vários para escolher. Há também três Street Fighters Alpha, e mais três Street Fighters 3. Como podem reparar, temos bastantes jogos para experimentar e, ao jogar por ordem de lançamento, podem ter uma perspectiva de como foi a evolução do jogo, tanto a nivel de jogabilidade como a nível de gráficos. A este nível, o primeiro Street Fighter é mesmo um mau jogo… os comandos não respondem bem, os gráficos são o que são! E eles não mexeram em realmente nada, ficou como era! Mesmo assim, é seguro dizer que nenhum jogo até hoje conseguiu tirar o Street Fighter como o jogo de Luta mais bem sucedido de sempre e esta colectânea é a prova disso! Principalmente se falarmos de Street Fighter 2, que é, sem dúvida, o jogo da franquia mais famoso e que deu um salto gigante de evolução em relação ao primeiro! Neste jogo passou-se de poderes escolher apenas entre Ken e Ruy para conseguires escolheres num leque de oito 8 personagens! Fora os quatro Bosses que acabam por ficar disponíveis em versões futuras do jogo e também disponíveis nesta colectânea.

Sf2 Hf Blanka Chun Li

Todos estes jogos podem parecer bastantes parecidos entre eles, mas quem é fã da franquia sabe bem que não! Cada um deles tem as suas particularidades: mais personagens, mais rápidos, diferentes prioridades nos golpes, e mais ou menos movimentos…

Um dos poucos aspectos, a meu ver, negativos neste jogo, é que todas as versões são ports das versões arcade do jogo e, sinceramente, gostava de ver as versões de consola, pois assim faltam muitas opções, como por exemplo a dificuldade!

Uma opção que não contava encontrar era o Save que, ao contrário da versão original do jogo, aqui podemos gravar onde quisermos, como os Save States que encontramos em alguns emuladores. Tendo em conta a dificuldade dos jogos, em alguns casos, principalmente para jogadores menos experientes, esta opção vai dar muito jeito! Temos também a lista de movimentos de todos os jogos e 3 modos de visualização em TV: Modo Original, com uma moldura relativa ao jogo que estivermos a jogar; temos o Fullscreen e o Wide Screen, podemos ainda adicionar um filtro para parecer que estamos a jogar num televisor antigo ou numa Arcade… tudo para dar ainda mais um espírito nostálgico ao jogo.

Ssf2 Ryu Intro

Temos também vários modos de jogo. Falo do antigo e novo multiplayer. E o que é o antigo multiplayer? É um multiplayer presencial ou jogar a dois como se dizia antigamente: traz os amigos lá a casa e bota “hadukens” neles todos! Mas também podes jogar com os teus amigos, que têm este jogo, no modo online. Este modo online tem várias opções, podendo escolher um jogo e o oponente escolher outro e fazer uma batalha entre dois jogos! Seja como for, serão sempre horas e horas de diversão. Só é pena o modo online estar limitado a alguns jogos, como por exemplo SF2: Hyper Fighting, Super SF2 Turbo, SF Alpha 3 e SF 3 Third Strike. Na minha experiência deste modo online, só reparei em lag em 3 combates em mais de 20 que realizei!

Eu penso que o conteúdo que, sem dúvida, serve como celebração destes 30 anos, deveria ter sido mais trabalhado e com mais conteúdo. Achei, por exemplo, o Museu disponível no jogo um pouco fraco. Mesmo contendo uma história cronológica do Street Fighter, um pouco da história dos personagens, uma secção de música e alguns artigos do making of de alguns dos jogos, penso que aqui poderiam ter caprichado mais um pouco, até porque os jogos não são novidade, logo deveriam adicionar algo mesmo novo nesta secção.

Sfa3 Training Rosebison2

Sem sombra de dúvida que este é um jogo totalmente direcionado aos jogadores old school do Street Fighter, que tem agora a oportunidade de relembrar a nostalgia de antigamente. Penso que talvez alguns jogadores de Street Fighter mais recentes vão achar este Street Fighter 30Th Anniversary Collection um pouco fora de contexto, porque os jogos são antigos e antigos ficaram.

Toda a adaptação dos jogos foi feito pela Digital Eclipse responsável por trazer de volta jogos como Megaman, SNK 40th ANNIVERSARY COLLECTION entre outros, ou seja, eles sabem como trazer jogos de volta para as novas plataformas.

Sfiii Double Impact Urien Hugo

No fundo Street Fighter 30Th Anniversary Collection é uma compilação de 12 lançamentos do Street Fighter destes últimos 30 anos, e que adiciona o modo online ao jogo original.

Resta-me desejar os parabéns ao Street Fighter por nos oferecer tanta hora de jogo há já 30 anos e espero estar, daqui a mais 30 anos, a fazer o especial do Street Fighter 60 Anos.