22 janeiro | Apresentação do livro Islâmicos 14:38 – Uma viagem extasiante ao mundo islâmico em Portugal | Biblioteca

Islâmicos 14:38 é uma obra que aborda o mundo islâmico em Portugal, escrita pelo jovem Isaac Jaló, e que será apresentada na Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, no próximo dia 22 de janeiro (terça-feira), pelas 18h30.

Este livro de ficção foi publicado pela Chiado Editora.

Entrada livre.

Sinopse | Islâmicos 14:38 – Uma viagem extasiante ao mundo islâmico em Portugal
«“E, depois de escutar a história de Umar, conviver com Safiya e conhecer aquele lado de Mustafa, convenceu-se mais ainda sobre isso. Afinal, eram pessoas com múltiplas emoções e perspetivas, todas elas diferentes, unificadas pela crença em Deus. E era esse o grande traço de separação, a crença.”

Num mundo onde os valores morais são postos à prova diariamente, vive Fatumata, adolescente nascida e criada no seio de uma família de muçulmanos, cujas tradições lhe estão marcadas a ferro e fogo no corpo e que vê a sua inocência ser-lhe arrancada da alma, impotente. É na sua crença que vai encontrar a força para escolher um novo caminho para percorrer. Esta é a história do amor, da fé, da vontade e da perseverança, contada pela voz de alguém que acredita.»
In https://www.chiadobooks.com/livraria/islamicos-1438

Sobre | Isaac Jaló
Isaac Jaló nasceu no dia 1 de outubro de 1996, na capital lusa. Identifica-se como um indivíduo que, através da arte, tenta advogar em prol de um mundo melhor. Eterno aspirante a futebolista profissional, trocou as chuteiras pela caneta e encontrou nela um refúgio maior do que aquele que os goleadores encontram no fundo das redes.

Aos treze anos de idade, este miúdo discreto da Amadora dá início aos primeiros rabiscos intencionais e, a partir daí, desenvolve no papel o mesmo prazer que sentia nos campos de jogo. Três anos depois dos primeiros toques, numa sala de conferências de um hotel muito próximo à sala de partos onde nasceu o filho de imigrantes guineenses, nasce também a carreira literária desse miúdo, com a publicação de um livro de poesia intitulado “Alma Perdida”. Apesar de não ter levado avante o sonho de ser craque da bola, aprendeu a conjugar as duas paixões e passa a escrever, a título voluntário, para uma rubrica no jornal Record, onde aborda diversas temáticas relacionadas com o universo futebolístico. Conta também com colaborações em publicações independentes, nomeadamente no “Orpheu 3” de André Di Santo.

Fez a sua formação na International School of Palmela, comumente conhecido como Colégio Islâmico, onde não só desenvolveu as mais variadas competências em diferentes áreas, como obteve a oportunidade de aplicá-las em projetos de iniciativa pessoal e comunitária.

Sujeito imperfeito, opta por aplicar resultados de vivência e matérias do interior pessoal no interior das suas obras. Pronuncia-se como amante incondicional de arte, das ciências humanas e experiências. Resume-se pela definição de ser um mero fazedor de erros e eterno aprendiz dos mesmos.
In https://www.chiadobooks.com/autores/isaac-jalo

Clique na imagem abaixo para conhecer a capa deste livro:

Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos
Av. Conde Castro Guimarães, Nº 6 – Venteira
Telefone: 214 369 054

Via

- Publicidade -