Vivo é patrocinadora do smartphone oficial do campeonato do mundo FIFA 2018 e 2022

Vivo vai ser a patrocinador do smartphone oficial do próximos dois Campeonatos do Mundo, organizados pela FIFA.

Cada vez temos visto mais fabricantes de smartphones fecharem acordos com equipas de futebol, foi o caso, por exemplo, da Oppo que andou nas bocas do mundo após ter chegado a acordo com o Barcelona, ou mesmo a Huawei, que em Portugal firmou um acordo de com o Benfica, tornando-se parceiro tecnológico.

Mas o caso da Vivo acaba por ser um pouco diferente dos exemplos referidos acima e promete elevar esta ideia a um novo patamar. É que a empresa chegou a acordo com a FIFA para um acordo de patrocínio até 2022, o que inclui as duas próximas edições do Campeonato do Mundo, 2018 e 2022, para além da Taça das Confederações.

Este acordo fará com que o logótipo da Vivo seja colocado nos vários ecrãs publicitários durante as partidas, ou mesmo nos bilhetes para as referidas provas. Para além disso a empresa irá lançar um Smartphones personalizado para o Campeonato do mundo.

O anúncio foi feito em Pequim no histórico e icónico Templo Imperial Ancestral e contou com a presença do vice-presidente executivo da Vivo, Ni Xudong, e da secretária geral da FIFA, Fatma Samoura.

«O futebol é um desporto cheio de paixão e momentos maravilhosos, criando felicidade em milhões de pessoas. O espírito do futebol é um progresso constante. Como patrocinador global do Campeonato do Mundo da FIFA, a Vivo espera associar-se fortemente ao espírito de futebol e mostrar aos consumidores em todo o mundo uma imagem de marca criativa, alegre e internacional», referiu Ni Xudong.

Fatma Samoura, comentou da seguinte forma: «O futebol e a tecnologia estão a aproximar-se ao longo dos dias, dentro e fora do campo, e é um excelente momento para iniciar uma parceria desta natureza com a principal marca global de smartphones. Estamos muito entusiasmados em trabalhar em estreita colaboração com a Vivo e ansiosos para ver o seu envolvimento nas próximas edições do Campeonato do Mundo da FIFA e da Taça das Confederações.»