in , ,

Uncharted Legacy of Thieves Collection (PlayStation 5) | Análise Gaming

uncharted, Uncharted Legacy of Thieves Collection (PlayStation 5) | Análise Gaming

Uncharted Legacy of Thieves Collection (ou Uncharted Coleção Legado de Ladrões em Português) é a iniciativa da PlayStation para realçar o lançamento do filme da série que terá Tom Holland e Mark Whalberg a representarem os papéis dos adorados Nathan Drake e Victor Sullivan, respectivamente.

Esta nova colecção junta dois dos melhores jogos da franquia Uncharted num só pacote melhorado e pensado para a PS5: Uncharted 4 e Uncharted Lost Legacy. Não havendo novidades do ponto de vista de conteúdo, temos aqui sim dois dos melhores jogos da geração anterior num patamar mais elevado de qualidade, com a introdução de melhorias de qualidade de vida, como é o caso de ser possível experimentar estes jogos pela primeira vez a 120 fps ou a 4K ou sentir a pressão dos triggers do DualSense nos momentos de acção.

Já não vemos novas aventuras da série desde 2018 e isto é uma altura excelente para se revisitar este universo, tendo em conta que o filme está quase aí a estrear. Percebe-se que este lançamento da PlayStation tem como intuito realçar o momento da série, e quem sabe até talvez testar as águas para uma futura aventura. O que é certo é que para já Uncharted 4 continua a ser um marco na série e adorámos tê-la podido revisitar novamente, mas com ligeiras alterações que fazem a diferença.

uncharted, Uncharted Legacy of Thieves Collection (PlayStation 5) | Análise Gaming

Uncharted 4 é o clímax da história de Nathan Drake e é o jogo que poderemos considerar como o responsável pelo sucesso da PlayStation 4.

O jogos passa-se três anos após os acontecimentos de Uncharted 3: Drake’s Deception, e Nathan Drake está determinado a viver uma vida normal, mas isso pára quando descobre que o seu irmão Sam está vivo e precisa da sua ajuda. Voltamos então a uma nova aventura de Nathan Drake, mas desta vez lado a lado com o seu irmão na busca da fortuna de Avery.

Uncharted 4 é o jogo mais completo da série e que nos leva pelos mais diversos “ambientes” (ou “biomas” se assim o quiserem chamar). A introdução do gancho neste jogo mudou por completo a forma como andamos pelos níveis, fazendo com que os níveis sejam também maiores. Apesar de continuar a ser como toda a série, um jogo linear, foi em Uncharted 4 que começamos a ver alguns indícios de que a Naughty Dog quereria explorar um pouco o conceito de mundo aberto (algo mais visto nos seus jogos seguintes).

Se em termos de jogabilidade e técnicos é o melhor jogo da saga, em termos narrativos também não podemos dizer o contrário. Uncharted 4 oferece um impacto emocional superior ao que estávamos habituadas na série, e mesmo depois de já termos vivido esta aventura, continua a ter impacto.

uncharted, Uncharted Legacy of Thieves Collection (PlayStation 5) | Análise Gaming

 

Uncharted Lost Legacy foi o primeiro (e para já único) Uncharted que não tem Nathan Drake como protagonista (ou sequer como presença secundária), o que poderá ter levantado suspeita perante alguns fãs da saga, visto ser uma personagem muito carismática. No entanto, quatro jogos depois (cinco, se contarmos com Golden Abyss para a PS Vita), a história de Nathan já foi contada, e depois de O Fim de um Ladrão, não faria sentido desenvolver mais narrativas à volta da personagem. Portanto a Naughty Dog tinha uma tarefa complicada de conseguir elaborar uma trama tão ou maus interessante que as outras das iterações anteriores da saga. Para tal decidiram explorar uma das personagens mais adorada pelos fãs, Chloe que não esteve presente no último jogo. É Chloe quem controlamos, mas não é a única personagem principal. A relação entre Chloe e Nadine Ross é o grande alicerce da história deste jogo, e é muito interessante ver como passam de uma relação meramente profissional até ao ponto em que se começam a tratar pelo nomes próprios. Algo que é conseguido através dos bons diálogos a que a Naughty Dog já nos habituou.

O jogo oferece 8 a 10 horas de jogabilidade. Podendo essa duração estender-se mais caso queira completar o jogo a 100%.

uncharted, Uncharted Legacy of Thieves Collection (PlayStation 5) | Análise Gaming

Uncharted: O Legado Perdido é fiel à fórmula habitual, e se por um lado garante-nos horas bem passadas, por outro pensamos que já experimentámos algo semelhante. E já, tudo aquilo que vemos aqui, já vimos parecido em qualquer outro Uncharted anterior, mudando só as personagens principais e o local. Mas não obstante as parcas novidades ao nível do gameplay, Uncharted: O Legado Perdido é um título obrigatório para todos os fãs da série, e caso a Naughty Dog queira continuar com Uncharted, já têm a confirmação que podem deixar Nathan Drake a gozar a reforma, que a Chloe trata do assunto.

uncharted, Uncharted Legacy of Thieves Collection (PlayStation 5) | Análise Gaming

Uncharted Legacy of Thieves Collection é algo difícil de avaliar, aliás como são quase todas as colecções ou versões remasterizadas de um jogo. Isto porque os dois jogos que aqui temos já os tivemos na sua integridade na consola anterior (aliás, até são mais completos na PS4, pois os modos online destes dois jogos nesta colecção não estão presentes), e não temos aqui nenhum modo extra que eleva esta colecção para outro patamar (ver o exemplo do que a Nintendo fez com Super Mario 3D World e a expansão Bowser’s Fury).

Ou seja, esta colecção traz dois jogos melhorados ao nível gráfico, áudio e imersão. Em casos normais provavelmente não haveria muito para recomendar uma coleção destas para alguém que já tenha experienciado estes jogos. A questão é que estamos a falar de Uncharted 4, uma das melhores (e maiores) obras do mundo dos videojogos, e Uncharted Lost Legacy, que é um spin-off extraordinário e que expande da melhor forma o universo Uncharted.

uncharted, Uncharted Legacy of Thieves Collection (PlayStation 5) | Análise Gaming

E as melhorias que são introduzidas nas versões dos jogos dentro desta Uncharted Legacy of Thieves Collection são suficientes para nos deixar envolver novamente nestas aventuras. O 3D Audio e as características do DualSense (improved haptics e os adaptive triggers) melhoram imenso a experiência dentro destes jogos, elevando a imersão do jogador. Para além disso podemos (finalmente) jogar Uncharted 4 a 4K, que é um regalo para a vista.

Referir que é possível transferir os saves da PS4 para esta colecção, e é um sistema mais simples do que aquele que vimos em Marvel’s Spider-Man ou Miles Morales. Aqui apenas é necessário ter o save guardado na consola, e começamos logo a jogar desse momento.

Compra de Uncharted Legacy of Thieves Collection oferece um bilhete para ver o filme Uncharted no cinema

 

Apesar de já se terem passado cerca de 5 anos desde o lançamento de ambos os títulos, parece que o tempo não passou por eles. São jogos belíssimos, com prestações fantásticas dos actores e tudo parece pensado ao pormenor. A jogabilidade continua entusiasmante como sempre, e a forma como usamos o DualSense para controlar as personagens é brilhante (quem diria que duas simples mudanças fariam tanta diferença na experiência final?).

Resumindo e concluindo, se ainda não jogaram algum destes jogos e têm uma PS5 convosco, é altamente imprescindível que experimentem estas aventuras com a Uncharted Legacy of Thieves. Caso já os tenham jogado, acredito que não ficarão insatisfeitos por voltarem a reviver estes jogos, mas fica o aviso de que não terão mais conteúdo novo para explorar.

 

Uncharted Legacy of Thieves Collection (PlayStation 5) | Análise Gaming
uncharted, Uncharted Legacy of Thieves Collection (PlayStation 5) | Análise Gaming

Uncharted Legacy of Thieves Collection (ou Uncharted Coleção Legado de Ladrões em Português) é a iniciativa da PlayStation para realçar o lançamento do filme da série que terá Tom Holland e Mark Whalberg a representarem os papéis dos adorados Nathan Drake e Victor Sullivan, respectivamente.

Product In-Stock: InStock

Avaliação do editor:
4.5
, Huawei Watch GT Runner: a combinação perfeita entre um relógio de corrida profissional e um smartwatch

Huawei Watch GT Runner: a combinação perfeita entre um relógio de corrida profissional e um smartwatch

, Dead by Daylight | Tome 10: SAW | Reveal Trailer

Dead by Daylight | Tome 10: SAW | Reveal Trailer