in

“The Walking Dead” – Análise “Worth” #S08E14

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

O episódio desta semana de “The Walking Dead”, intitulado “Worth”, trouxe-nos de volta as cartas de Carl e, consequentemente, alguns momentos nostálgicos intercalados com vários avanços importantes da narrativa.

Vamos começar por falar precisamente das cartas de Carl, visto que é com a carta destinada a Rick que o episódio começa. Já todos sabemos que Carl desejava paz e tentou convencer o pai a falar com Negan para que tentassem resolver todos os problemas. Esta carta, que Rick tanto tempo demorou a aceitar, foi mais uma tentativa de Carl de mostrar ao pai que ele não devia matar o vilão, até porque para isso teria de matar também muitas outras pessoas (do grupo dos Salvadores) que eram inocentes.

No entanto, se, por momentos, pensamos que Rick pode pensar em respeitar a vontade do filho, mais à frente o episódio mostra que o desejo de Carl nunca se vai tornar em realidade.

Carl deixou três cartas: uma para Rick, outra para Michonne e outra para Negan. Esta última é levada até ao vilão através de um telefonema por parte de Michonne, que acha que todos têm direito de conhecer o que foi escrito por Carl.

Se nos últimos episódios pensámos que Negan poderia estar a tornar-se mais humano, o final deste episódio mostrou-nos precisamente o contrário. Negan nunca se vai render e, segundo ele, não vai deixar ninguém do grupo de Rick vivo. Por isso, a carta de Carl não foi o suficiente para convencer Negan a acabar com esta “guerra”.

Para além das cartas, o episódio focou-se bastante, precisamente, em Negan, que no último episódio tinha regressado quando muitos pensavam que tinha morrido. Entretanto, Simon tinha assumido a liderança do grupo e desrespeitado muitas das decisões de Negan. O resultado desta traição? Bem, depois de um duelo corpo a corpo, podemos dizer que Simon resultou num walker bastante resmungão…

No entanto, Simon pode ter sido um traidor, mas mais traidor ainda é Dwight e não tardou a ser desmascarado. Agora o vilão sabe que Dwight conspirou com Rick, mas ainda assim decidiu não o matar. Vamos ver por quanto tempo Dwight vai viver e qual será o destino da personagem. Até porque sabemos que quem enfrenta ou trai o Negan não terá uma vida fácil…

Este episódio também trouxe de volta Aaron, que continua a tentar convencer as mulheres de Oceanside a lutar. Parece que desta vez finalmente conseguiu atingir esse objetivo, ainda que a muito custo.

Este foi um episódio bastante bem produzido, capaz de nos deixar curiosos acerca do episódio da próxima semana, que, lembramos, vai ser o último desta temporada.

Já sabemos que normalmente “The Walking Dead” acaba as temporadas com episódios que nos deixam com um saber agridoce na boca. Normalmente, existem sempre personagens importantes que morrem e este não deverá ser uma exceção, tendo em conta o estado em que as coisas ficaram neste episódio. Será, então, que Negan vai passar desta temporada? E Dwight, que agora é considerado um verdadeiro traidor? Já agora, será que Eugene vai continuar na série? Resta-nos esperar até à próxima semana para saber.

“The Walking Dead” regressa à FOX na próxima segunda-feira às 22:15h.

Moreirense 1-0 Boavista (Liga 29ªJ): Resumo

Moreirense 1-0 Boavista (Liga 29ªJ): Resumo

Crítica Cinema – Han Solo: Uma História de Star Wars

O novo trailer de “Han Solo: Uma História de Star Wars”!