in , ,

The Temper Trap: A noite perfeita para o dia dos namorados

Temper Trap, The Temper Trap: A noite perfeita para o dia dos namorados

A banda australiana, The Temper Trap, foi recebida por um Centro Cultura de Belém (CCB), em Lisboa, cheio e num clima romântico – não fosse este o dia dos namorados.


A abertura do espectáculo esteve a cargo dos Cavaliers of Fun, a dupla Portuguesa composta por Ricco Vitali e Miguel Nicolau que venceram a segunda edição do concurso Live Band, em 2015 promovido pelo NOS Alive e que têm tido um crescimento sólido ao longo dos anos. Durante o concerto agradeceram a oportunidade a Temper Trap e tentaram conquistar novos fãs com temas como “Wildfire” ou “Valley of Dreams” e terminaram com uma passagem por “We are your friends” dos Justice.

Assim que Temper Trap entraram em palco houve um movimento sincronizado e instantâneo na plateia, com todo o público a levantar-se. Foi com um simples mas em português “Como estás, Lisboa?” que Dougy Maudagi, vocalista, conquistou todo o CCB.

O concerto começou com a “Thick as Thieves“, do novo álbum, e entusiasmo da sala continuou em crescendo com “Love Lost“, um dos êxitos da banda que pertence ao seu primeiro álbum.

Seguiram-se os temas mais consagrados de cada álbum da banda, como é o caso de “Fall Together”, “Burn”, “Summer’s Almost Gone” ou “Rabbit Hole”, tal como elogios à arquitectura do m sido recorrentes, como foi o caso de Biffy Clyro no Coliseu dos Recreios.

“Drum Song”  encerrou a primeira parte do concerto, com direito a uma explosão de alegria em palco e na plateia, com um belo efeito de água despejada na superfície da bateria trazida para a frente do palco ao ritmo de cada batida de Dougy Maudagi.

O público português voltou a demonstrar ter o seu toque especial, usando o cântico ensinado anteriormente em “So Much Sky” para chamar, com sucesso, a banda de volta para o encore.

Após umas palavras para esta data especial, a banda tocou “Soldier On”. Mas um dos momentos da noite acabou por não pertencer “propriamente” a Temper Trap, que convidaram um jovem casal a subir ao palco… O “Mister Pedro” ia fazer um pedido de casamento.

Ainda houve tempo para “What If I’m Wrong“.

O concerto terminou com a célebre “Sweet Disposition” a música mais conhecida da banda e que corou uma noite onde o romantismo e a boa música indie rock estiveram de mãos dadas para encher os corações dos casais (e não só) que decidiram passar a noite no Centro Cultural de Belém.

, Belenenses e Sporting defrontam-se em masculinos e femininos

Belenenses e Sporting defrontam-se em masculinos e femininos

, ATP 250 Buenos Aires: Kei Nishikori cilindrou João Sousa

ATP 250 Buenos Aires: Kei Nishikori cilindrou João Sousa