in

Mais dez países apurados. The Black Mamba passam à final do festival da Eurovisão

Na segunda semifinal do Festival Eurovisão da Canção, que decorreu esta quinta-feira, dia 20 de maio, foram escolhidos mais dez finalistas. A final do concurso está marcada para sábado, dia 22.

eurovisão,festival,the black mamba,final,segunda semifinal, Mais dez países apurados. The Black Mamba passam à final do festival da Eurovisão
EBU / THOMAS HANSES

Já estão escolhidos todos os finalistas do Festival Eurovisão da Canção, que este ano se realiza em Roterdão. Esta quinta-feira, dia 22 de maio, na segunda semifinal, mais 10 países conquistaram um lugar na final do concurso.

Albânia, Sérvia, Bulgária, Moldávia, Portugal, Islândia, São Marino, Suíça, Grécia e Finlândia juntam-se os primeiros semifinalistas – Noruega, Israel, Rússia, Azerbaijão, Malta, Lituânia, Chipre, Suécia, Bélgica e Ucrânia.

Veja na galeria as atuações da segunda semifinal:

Os países foram escolhidos com base nas pontuações do júri e nos votos do público – cada país atribui dois conjuntos de 12, 10, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2 e 1 pontos às dez canções preferidas, um da responsabilidade de um júri nacional e outro definido pelo voto dos espectadores.

OIÇA AQUI TODOS OS TEMAS.

A final decorre no dia 22 e será disputada pelos 20 países escolhidos nas semifinais, pelos denominados ‘big five’ (França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido) e pelo país anfitrião (Países Baixos).

VEJA TODAS AS ATUAÇÕES DA SEGUNDA SEMIFINAL:

1. São Marino: Senhit – “Adrenalina”

Senhit com o tema “Adrenalina” teve a missão de abrir a segunda semifinal da edição de 2021 do Festival Eurovisão da Canção. Em palco, a representante de São Marino contou com a presença de Flo Rida – o rapper norte-americano participou no videoclip oficial do tema a concurso.

2. Estónia: Uku Suviste – “The Lucky One”

Diretamente da Estónia para Roterdão, Uku Suviste apresentou “The Lucky One”.

3. República Checa: Benny Cristo – “omaga”

Benny Cristo foi o escolhido para representar a República Checa com o tema “omaga” – o país decidiu manter a artista que iria atuar em 2020, mas mudar o tema.

4. Grécia: Stefania – “Last Dance”

Stefania representou este ano a Grécia com o tema “Last Dance”. Para a atuação, a cantora usou o chamado Chroma Key (fundo verde, em português).

5. Áustria: Vincent Bueno – “Amen”

No alinhamento seguiu-se Vincent Bueno, da Áustria, que tentou conquistar os espectadores e os jurados com o tema “Amen”.

6. Polónia: RAFAŁ – “The Ride”

O desfile de canções seguiu com a Polónia. RAFAŁ trouxe o tema “The Ride”. O cantor esteve acompanhada em palco por quatro bailarinos com luzes nas mãos.

7. Moldávia: Natalia Gordienko – “SUGAR”

Moldávia foi o 7.º país a atuar na segunda semifinal do Festival Eurovisão da Canção. O país abriu a segunda parte do concurso televisivo e jogou todas as suas cartadas com o tema “SUGAR”, interpretado por Natalia Gordienko. 

8. Islândia: Daði og Gagnamagnið – “10 Years”

Daði og Gagnamagnið não esteve presente em palco, depois de um membro da banda ter testado positivo à COVID-19. Ainda assim, canção “10 Years” vai continuar em competição e será transmitida a sua atuação no ensaio, gravada em palco a 13 de maio.

9. Sérvia: Hurricane – “Loco Loco”

Seguiu-se as representantes da Sérvia. O trio Hurricane levantou os ânimos na arena de Roterdão com o tema “Loco Loco”.

10. Geórgia: Tornike Kipiani – “You”

Tornike Kipiani foi o escolhido para ir até Roterdão. O concorrente da Geórgia apresentou a balada “You”.

11. Albânia: Anxhela Peristeri – “Karma”

Com uma atuação em tons vermelhos, Anxhela Peristeri defendeu o tema “Karma”.

12. Portugal: The Black Mamba – “Love Is On My Side”

Os The Black Mamba, representantes de Portugal, subiram ao palco da Ahoy Arena para apresentar o tema “Love is On My Side”. A atuação começou a preto e branco e no formato 4:3, ganhando cor aos poucos.

13. Bulgária: VICTORIA – “Growing Up Is Getting Old”

VICTORIA subiu ao palco e abriu a terceira parte do concurso televisivo com o tema “Growing Up Is Getting Old”.

14. Finlândia: Blind Channel – “Dark Side”

A Finlândia subiu a palco em 14.º lugar no Festival Eurovisão da Canção. O país voltou a apostar no hard rock com o tema “Dark Side”, interpretado pelos Blind Channel.

A atuação recebeu elogios dos espectadores presentes na arena.

15. Letônia: Samanta Tīna – “The Moon Is Rising”

Samanta Tīna, da Letônia, apostou no tema “The Moon Is Rising”.

16. Suíça: Gjon’s Tears – “Tout l’Univers”

O penúltimo artista a subir a palco foi Gjon’s Tears, escolhido para representar a Suiça em Roterdão. No palco, o cantor apresentou “Tout l’Univers”, um dos favoritos à vitória na segunda semifinal do concurso.

17. Dinamarca: Fyr Og Flamme – “Øve Os På Hinanden”

A dupla Fyr Og Flamme, da Dinamarca, fechou a segunda semifinal com o tema “Øve Os På Hinanden”. A atuação fez lembrar as canções dos anos 80. 

Depois de serem apresentadas todas as canções a votações na segunda semifinal do Festival Eurovisão da Canção, ainda houve tempo para mostrar uma vídeo de um minuto dos ensaios de três dos seis países pré-qualificados para a final: França, Reino Unido e Espanha.

AS ATUAÇÕES NA CERIMÓNIA

Tal como manda a tradição, a edição de 2021 do Festival Eurovisão da Canção arrancou com o genérico inicial. De seguida, foi apresentado um vídeo de apresentação da cidade que este ano acolhe o concurso.

A abertura terminou com premiado dançarino de break dance Redo, juntamente com a cantora holandesa Eefje de Visser. A atuação é apresentada como a história de vida de Redo, de forma a inspirar outras pessoas. 

Veja a abertura:

A EUROVISÃO EM ROTERDÃO

Há dois anos, a 18 de maio de 2019, Netta Barzilai entregava o galardão do Festival Eurovisão da Canção a Duncan Laurence, que representava Países Baixos com o tema “Arcade”. Depois de um ano de incertezas, devido à pandemia da COVID-19, a organização confirmou que a edição de 2021 concurso de música, considerado um dos maiores do mundo da televisão, se iria realiza-se com as medidas implementadas pelas autoridades holandesas.

A cidade acolhe pela primeira vez o evento e, segundo a organização, foi escolhida num processo no qual também era candidata a cidade de Maastricht. Esta é a quinta vez que aquele país venceu o concurso, depois dos triunfos em 1957, 1959, 1969 (‘ex aequo’ com Espanha, Reino Unido e França) e 1975.

A primeira semifinal do Festival Eurovisão da Canção está marcada para esta terça-feira, dia 18 de maio. Já a segunda parte está agendada para 20 de maio e a cerimónia da final do concurso musical acontece no dia 22 de maio.

Ao todo serão 39 os países em competição e, de modo a garantir que o concurso acontece mesmo, os concorrentes gravaram as atuações nos seus países, para poderem participar caso não fosse possível viajarem para Roterdão.

A gravação, entregue previamente pelas estações de televisão participantes (no caso de Portugal é a RTP), teve de “acontecer num estúdio e em tempo real (tal como seria no concurso), sem qualquer edição da voz ou de qualquer parte da atuação, depois de esta ser gravada”.

A organização terá de utilizar a gravação de pelo menos um dos 39 países: a Austrália, cuja delegação se viu impedida de viajar para os Países Baixos.

As duas semifinais e a final vão ter público a assistir ao vivo, tendo a organização colocado à venda este mês 3.500 bilhetes por espetáculo. Além disso, de acordo com informação disponível no ‘site’ oficial do Festival Eurovisão da Canção, o Governo dos Países Baixos autorizou a organização a ter também público em seis ensaios.

Este ano, “todas as delegações, artistas e equipa de produção seguem um protocolo rigoroso e não terão contacto com elementos do público”.

Com “Love is on my side” Portugal leva à Eurovisão, pela primeira vez, uma canção integralmente em inglês, composta por Tatanka, o vocalista dos The Black Mamba.

Este ano assinala-se a 65.ª edição do concurso, no qual Portugal participou a primeira vez em 1964, tendo entretanto falhado cinco edições (em 1970, 2000, 2002, 2013 e 2016).

Entre 2004 e 2007, inclusive, e em 2011, 2012, 2014 e 2015, Portugal falhou a passagem à final.

Portugal venceu pela primeira e única vez o Festival Eurovisão da Canção em 2017, com o tema “Amar pelos dois”, interpretado por Salvador Sobral e composto por Luísa Sobral. Na sequência da vitória, Lisboa acolheu, no ano seguinte, o concurso.

, Ni no Kuni II: Revenant Kingdom PRINCE’s EDITION será lançado para a Nintendo Switch

Ni no Kuni II: Revenant Kingdom PRINCE’s EDITION será lançado para a Nintendo Switch

, “Friends: The Reunion” chega na próxima quinta-feira à HBO Portugal

“Friends: The Reunion” chega na próxima quinta-feira à HBO Portugal