CA Notícias
Canal Alternativo de Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

Teatro Sá de Miranda recebeu duas noites mágicas de Neopop

Inserido na programação do festival Neopop, Viana do Castelo viveu duas noites mágicas de música eletrónica no ambiente intimista do Teatro Sá de Miranda. GPU Panic, Clark, James Holden & The Animal Spirits e Surma foram os convidados especiais das sessões assinadas pela Red Bull Music.


Numa experiência inédita englobada na edição deste ano do festival Neopop, a Red Bull Music voltou a surpreender com uma abordagem e um conjunto de convidados que deixaram uma forte marca em Viana do Castelo. Para tornar tudo mais especial e intimista, em vez do palco principal o encontro foi marcado para o histórico Teatro Sá de Miranda, com duas noites mágicas que a comunidade da música eletrónica vai recordar por muito tempo.

A primeira noite começou com a atuação de GPU Panic, um ex-participante da Red Bull Music Academy que surpreendeu o público com um enérgico solo de piano. Seguiu-se Clark com o espectáculo Death Peak, com o produtor britânico a proporcionar uma experiência sensorial que cruzou a música eletrónica com a dança e um trabalho de luz notável.

Na segunda noite, Surma agarrou o público logo nas primeiras batidas. O ponto alto da atuação da artista portuguesa aconteceu com uma versão de Maasai feita à medida para esta performance, com sonoridades mais próximas do techno. De seguida James Holden & The Animal Spirits encheram o palco com inúmeros instrumentos de sopro e percussão, atuando cobertos de uma gigante projeção vídeo que completava o seu experimentalismo musical.

Em resumo, estas duas sessões no Teatro Sá de Miranda assinadas pela Red Bull Music mostraram um caminho de desconstrução de géneros na capital do techno, deixando em aberto novos rumos para 2019.


X