Taça da Liga: Sporting na final graças ao herói dos penaltis Renan Ribeiro

E teremos clássico na final da Taça da Liga. O Sporting venceu esta noite o Sp. Braga, no desempate por grandes penalidades (4-3) após o empate a um golo no tempo regulamentar e junta-se ao FC Porto na final de sábado.

Numa primeira parte melhor disputada, foram os bracarenses os primeiros a marcar, por Dyego Sousa logo aos 3 minutos da partida. Os leões, que jogaram com a novidade a titular do reforço Luiz Phellype, tentaram reagir e o golo surgiu, mas não pelos pés do novo avançado e sim pela cabeça de Coates na sequência de um canto ao minuto 37.

No segundo tempo a equipa leonina baixou o nível e foi o Sp. Braga que esteve mais perto do golo, apesar de não ter conseguido chegar à baliza de Renan Ribeiro novamente com sucesso, apenas com um golo anulado pelo VAR.

Os últimos minutos foram muito bem disputados, já com Bas Dost em campo, mas o encontro terminou empatado e seguiu para as grandes penalidades.

Já nos penaltis, os primeiros quatro foram falhados, primeiro por defesas de ambos os guarda-redes e depois por bolas enviadas à trave, até que Bruno Fernandes desbloqueou o caminho da baliza e apontou o primeiro golo. Depois de Ricardo Horta e Paulinho, para o Sp. Braga, e de Bas Dost e Coates, para o Sporting, terem falhado, Murilo podia ter convertido o primeiro para os guerreiros do Minho mas Renan esteve melhor e parou o remate do brasileiro. Contudo, Nani falhou depois também para os leões.

A partir daí foram só penaltis convertidos, Marcelinho, Dyego Sousa e Claudemir para a formação da casa e Raphinha, Ristovski e Jefferson para os verdes e brancos. Até que Ricardo vê o seu disparo (o primeiro da segunda série de grandes penalidades) ser travado por Renan Ribeiro, o guardião herói que leva o Sporting para a final.

Sábado disputa-se, assim, o clássico entre FC Porto e Sporting, agendado para as 19h45, onde os dragões vão tentar conquistar pela primeira vez a Taça da Liga e os leões vão lutar para renovar o título.