in

Stabat Mater, G. B. Pergolesi | X Ciclo de Requiem Coimbra 2022

Stabat Mater, G. B. Pergolesi | X Ciclo de Requiem Coimbra 2022

Stabat Mater, G. B. Pergolesi | X Ciclo de Requiem Coimbra 2022

Música & Festivais | Concerto

Ig. Rainha Santa, Coimbra

Recinto

Classificação Etária

Maiores de 4 anos

Bilhete Pago

A partir dos 4 anos

Promotor

Ecos do Passado – Associação

Breve Introdução

Stabat Mater, G. B. Pergolesi (1736)
29 de outubro de 2022 às 21h30Concerto evocativo da trasladação da Rainha Santa Isabel, dedicado ao amor das mães em tempo de guerra.

Sinopse

Stabat Mater é uma obra musical composta por Giovanni Battista Pergolesi em 1736, durante as suas últimas semanas de vida. Tornou-se uma das obras sagradas mais célebres de Pergolesi, alcançando grande popularidade após sua morte. Jean-Jacques Rousseau mostrou apreço pela obra, elogiando o movimento de abertura como “o dueto mais perfeito e comovente que saiu da pena de qualquer compositor”. Stabat Mater, do latin Estava a Mãe [do Salvador], é referenciado como um poema do séc. XIII, de autoria incerta, que passou a integrar a liturgia romana no final do séc. XV. Por ser uma prece que expressa o sofrimento de Maria, Nossa Senhora, aos pés de Jesus, na Cruz,  tornou-se um verdadeiro hino no ofício de sexta-feira após o Domingo da Paixão.
Este é um concerto evocativo da trasladação da Rainha Santa Isabel (1677), do Mosteiro de Santa Clara a Velha para Santa Clara a Nova, numa  homenagem dirigida à grande mulher, mãe e Rainha do passado que se tornou Santa e Padroeira da Cidade de Coimbra, repousando para sempre na magnífica Igreja da Rainha Santa, que acolhe este concerto.
Inspirado na prece de Maria e por estar integrado no X Ciclo de Requiem de Coimbra,  este concerto é dedicado é também dedicado ao amor das mães em tempo de guerra.
 
 
Stabat Mater tem 12 andamentos: 01. Duetto. Grave. ‘Stabat Mater dolorosa; 02. Aria (Soprano). Andante amoroso. ‘Cuius animam gementem’; 03. Duetto. Larghetto. ‘O quam tristis et afflicta; 04. Aria (Contralto). Allegro. ‘Quae moerebat et dolebat’05. ; Duetto. Largo – Allegro. ‘Quis est homo, qui non fleret’; 06. Aria (Soprano). A tempo giusto. ‘Vidit suum dulcem natum’; 07. Aria (Contralto). Andantino. ‘Eia, Mater, fons amoris’; 08. Duetto. Allegro. ‘Fac, ut ardeat cor meum’; 09. Duetto. A tempo giusto. ‘Sancta Mater, istud agas’;10. Aria (Contralto). Largo. ‘Fac, ut portem Christi mortem’; 11. Duett. Allegro (ma non troppo). ‘Inflammatus et accensus’; 12. Duetto. Largo assai – Presto assai. ‘Quando corpus morietur’.
Stabat Mater será interpretado pela Orquestra Inês de Castro,  as solistas Leonor Barbosa de Melo (soprano) e Gisela  Sachse (mezzo soprano) e dirigido pelo Maestro Artur Pinho Maria.

Ficha Artística

INTÉRPRETES:
Orquestra Inês de Castro
Leonor Barbosa de Melo (Soprano)
Gisela Sachse (Mezzo Soprano)DIREÇÃO: Maestro Artur Pinho Maria

Notas Suplementares

Abertura de portas: 21h.
Lotação limitada a 400 lugares, não marcados.
Folhas de sala disponíveis em formato digital em www.corosinfonicoinesdecastro.pt em formato de narração ou impressa em Braille por solicitação até ao dia 15 de outubro através do email [email protected].
As medidas de segurança a adotar estarão de acordo com as diretivas da DGS em vigor no momento do concerto.Para mais informações: 912 911 300

Preços

  • Plateia – 10€

Sessão

29 out 2022 21:30

Duração

40 minutos

Abertura Portas

21:00

Intervalo

Sem Intervalo.

Comprar Bilhete

Stabat Mater, G. B. Pergolesi | X Ciclo de Requiem Coimbra 2022

Google_NewsGoogle Notícias

Siga o CA Notícias na Google e leia as notícias em primeira mão!
À Procura de um Amigo

À Procura de um Amigo

CONSTELAÇÃO BRAHMS #4

CONSTELAÇÃO BRAHMS #4