in

Simão Morgado em Entrevista

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

O Simão Morgado tem sido, desde o início, um grande entusiasta do renovado Projeto da Natação do CFB. A sua colaboração e o seu carisma pessoal têm sido muito relevantes na construção do Projeto. Alem disso e para grande satisfação de todos, decidiu ainda retomar a prática da modalidade, representando o nosso clube.

Esse foi o mote para uma pequena entrevista efetuada pelo blogue Nadar CFB

Entrevista:

Q – És um nadador histórico da natação portuguesa, com um longo percurso de sucesso, nacional e internacional. O que te motiva para esta nova etapa da tua carreira?

Simão – Neste momento procuro nadar apenas por prazer, sem pressões e sem grandes objetivos competitivos, estive cerca de 15 anos no alto rendimento, que foram muito gratificantes mas onde o nível de exigência é muito elevado e nem sempre consegui aproveitar tudo o que nadar em equipa tem de bom.

Q – Estiveste em 4 Jogos Olímpicos! Será uma nova participação nas Olimpíadas ainda um objetivo?

Simão – Não, de todo, tive uma carreira da qual muito me orgulho, tive a felicidade de ter estado presente em 4 Jogos Olímpicos mas neste momento tenho outros objetivos em mente para além da natação de competição.

Q – Para alem da Natação, qual a tua ocupação principal? É compatível com a prática competitiva?

Simão – Sou empresário e recentemente pai. Ainda estou numa fase de adaptação para conseguir compatibilizar todas as atividades.

Q – O que pensas do estado atual da natação em Portugal?

Simão – Sinto que a Natação Portuguesa tem evoluído de uma forma constante, todos os anos são batidos novos recordes nacionais mas, comparativamente com a natação mundial estamos estagnados há varias décadas. Portugal tem constantemente ficado a 1 ou 2 lugares da entrada nos 16 primeiros desde Barcelona 92, quando nas 2 edições anteriores tivemos um 7.º e um 9.º lugar respetivamente com o Alexandre Yokochi.

Ainda muito temos de evoluir, falta-nos cultura desportiva, apoios, cooperação entre a ciência e o desporto e abrir horizontes e procurar o melhor que se faz em países mais evoluídos na modalidade.

Q – O que te levou a juntar-te à Natação do CFB?

Simão – Decidi fechar um ciclo, terminando o meu contributo como atleta no clube onde estive anteriormente e que representei durante 20 anos.

Depositando total confiança na equipa técnica que também aderiu a este novo projeto do Belenenses e acompanhando todos os atletas que também decidiram pela mudança para este clube, a decisão foi muito fácil.

Q – O que conheces da Natação do nosso Clube?

Simão – Felizmente a nossa modalidade permite uma grande proximidade entre clubes e atletas, deste modo é natural já nos conhecermos, quase todos, uns aos outros.

É um clube que durante bastante tempo teve o privilégio de possuir uma das mais belas e bem situadas piscinas do país, que infelizmente foi descativada. Esperemos que no futuro volte a ter infra-estruturas capazes que satisfazer as necessidades dos atletas e dos sócios.

Fonte: Nadar CFB

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

Pelé fez a ante-visão para o jogo em Viseu

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

I Meeting Internacional do Algarve