in

Rumo a Elvas: já estão escolhidos os primeiros finalistas do Festival da Canção

A primeira semifinal do Festival da Canção decorreu na noite deste sábado, dia 22 de fevereiro.

Rumo a Elvas: já estão escolhidos os primeiros finalistas do Festival da Canção

Bárbara Tinoco, Elisa, Filipe Sambado e Throes + The Shine foram os primeiros artistas a garantir um lugar na final do Festival da Canção RTP. A primeira semifinal do concurso decorreu na noite deste sábado, dia 22 de fevereiro, a partir dos estúdios 1 da RTP, em Lisboa. Tânia Ribas de Oliveira e Jorge Gabriel foram os anfitriões da noite.

Este ano, pela primeira vez, e tal como acontece com o Festival da Eurovisão, as pontuações individuais que as canções obtiveram, tanto no voto do júri como no voto do público, apenas serão reveladas depois da grande final no site do Festival da Canção.

Nesta edição concorrem 16 temas. Na primeira semifinal competem “Copo de Gin” (composta e interpretada por MEERA), “Gerbera Amarela do Sul” (composta e interpretada por Filipe Sambado), “O Dia de Amanhã” (composta por João Cabrita e interpretada por Ian Mucznik), “Passe-Partout” (Tiago Nacarato/Bárbara Tinoco), “Rebellion” (Blasted Mechanism), “Medo de Sentir” (Marta Carvalho/Elisa), “Agora” (Rui Pregal da Cunha/JJazz) e “Movimento” (Throes + The Shine).

Além da apresentação das oito canções, na primeira semifinal foi também recordado José Mário Branco “um dos maiores da música portuguesa”, recordam os apresentadores.

Na cerimónia, ainda houve tempo de ser recordado os bastidores das gravações dos postcards, pequenos vídeos de apresentação dos concorrentes, gravados no Alentejo.

AS ATUAÇÕES DA PRIMEIRA SEMIFINAL

1. “Copo de Gin” – MEERA

“Copo de Gin”, tema composto e interpretado por MEERA, foi o primeira a subir ao palco da edição de 2020 do Festival da Canção RTP. A atuação foi acompanhada por jogos de luz.

Veja aqui a atuação.

 

2. “Gerbera Amarela do Sul” – Filipe Sambado

A segunda canção apresentada foi composta e interpretada pelo Filipe Sambado para “Gerbera Amarela do Sul”. Em palco, o músico apresentou uma das atuações mais elaboradas da noite, com um coro de cinco vozes.

Tal como Conan Osiris, o outfit de Filipe Sambado também achou a atenção.

Veja aqui a atuação.

 

3. “O Dia de Amanhã” – Ian Mucznik

“O Dia de Amanhã”, tema interpretado por Ian Mucznik e composto por João Cabrita, foi o terceiro a ser ouvido na primeira semifinal. O cantor esteve acompanhado por um pianista e um coro de três vozes.

Veja aqui a atuação.

 

4. “Passe-Partout” – Bárbara Tinoco

A Bárbara Tinoco levou ao palco do Estúdio 1 da RTP o tema “Passe-Partout”, composto por Tiago Nacarato. A atuação dos dois artistas parece ter sido tirada de um filme francês.

Veja aqui a atuação.

5. “Rebellion” – Blasted Mechanism

Blaste Mechanism com “Rebellion” foi o quinto tema apresentado na primeira semifinal do Festival da Canção RTP. Nas redes sociais, o tema é um dos favoritos para representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção. Em palco, a banda protagonizou uma das atuações com mais energia da noite.

Veja aqui a atuação.

6. “Medo de Sentir” – Elisa

Elisa foi a sétima artista a atuar. A cantora era também um dos favoritos da primeira semifinal e apresentou o tema “Medo de Sentir”, composta por Marta Carvalho.

Veja aqui a atuação.

7. “Agora” – JJaZZ

A jovem dupla JJaZZ levou “Agora”, tema composto por Rui Pregal da Cunha.

Veja aqui a atuação.

8. “Movimento” – Throes + The Shine

A banda Throes + The Shine foram os últimos a atuar na primeira semifinal e trouxeram o tema “Movimento”. A atuação enchou o palco com muito ritmo e movimento.

Veja aqui a atuação.

A 29 de fevereiro, igualmente a partir das 21h00, terá lugar a segunda semifinal, apresentada por Sónia Araújo e José Carlos Malato, com os candidatos: Luiz Caracol + Gus Liberdade, Cláudio Frank, Kady, Dúbio Feat. +351, Elisa Rodrigues, Judas, Jimmy P e Tomás Luzia.

Este ano, a RTP lançou o convite a 14 compositores para que apresentassem uma canção original, inédita, no concurso. A estes juntaram-se dois autores que venceram concursos promovidos pela Antena 1 (um através do programa “Masterclass”, aberto a quem não tenha até aqui música editada, e o outro através de um concurso de livre submissão pública).

Cláudio Frank e Dubio feat. +351 foram escolhidos por concurso, respetivamente através do programa “Masterclass” e do concurso de livre submissão pública, e os restantes convidados pela RTP.

De cada semifinal serão eleitos quatro candidatos para a Final da 54ª edição do Festival da Canção que terá então lugar, no dia 7 de março, no Coliseu Comendador Rondão Almeida, e será conduzida pelos apresentadores Filomena Cautela e Vasco Palmeirim. A canção eleita em Elvas representará Portugal no Festival Eurovisão da Canção, que terá lugar a 12, 14 e 16 de maio, em Roterdão, Holanda.

A escolha dos temas das semifinais é feita com base no televoto e nos votos de um júri: Anabela (cantora e autora da canção vencedora do Festival da Canção em 1993), Capicua (cantora e compositora no Festival da Canção na edição de 2018), Conan Osiris (cantora, compositor e vencedor do Festival da Canção do ano passado), Héber Marques (cantor, compositor e vocalista da banda HMB), Isilda Sanches (radialista na Antena 3), Miguel Ângelo (cantor, compositor e um dos fundadores dos Delfins) e Rui Miguel Abreu (jornalista na revista Blitz e diretor da revista digital Rimas e Batidas).

As votações vão decorrer sob um esquema de 50/50: o peso do voto será repartido entre o público em casa e o júri. Na final, as votações do júri serão associadas a sete regiões diferenciadas, contando com Portugal Continental e Ilhas.

Este ano, e tal como acontece com o Festival da Eurovisão, as pontuações individuais que as canções obtiveram, tanto no voto do júri como no voto do público, apenas serão reveladas depois da grande final no site do Festival da Canção.

A música “Telemóveis”, interpretada e composta por Conan Osiris, venceu o concurso no ano passado, tendo representado Portugal no Festival Eurovisão da Canção, que decorreu em Telavive, em Israel.

MODO PLAYSTATION #23 | DREAMS: UM SONHO DE JOGO (COM PASSATEMPO!)

MODO PLAYSTATION #23 | DREAMS: UM SONHO DE JOGO (COM PASSATEMPO!)

De Filipe Sambado aos Blasted Mechanism: as fotos da primeira semifinal do Festival da Canção