em , ,

Rock in Rio Lisboa 2018 – Vodafone distribuiu 55 mil sofás no Festival

Os sofás da Vodafone são uma das imagens mais icónicas do Rock in Rio Lisboa. Esta edição não foi diferente, onde a gigante tecnológica distribuiu mais de 55 mil sofás aos festivaleiros.

Os sofás da Vodafone são uma das imagens mais icónicas do Rock in Rio Lisboa. Esta edição não foi diferente, onde a gigante tecnológica distribuiu mais de 55 mil sofás aos festivaleiros.

Longa se torna a espera, já cantavam os Xutos e Pontapés, e no Rock in Rio as filas dos brindes são tipicamente longas. O stand que atrai sempre mais curiosidade é o da Vodafone, onde se pode obter os famosos sofás encarnados que marcam a imagem da plateia em frente ao Palco Mundo.

Este ano, um fã que tenha ido ao Vodafone Sofa Jump, na busca pelo sofá mágica,teve de esperar em média uma hora e meia para receber um dos 55 mil sofás distribuidos pela Vodafone no Rock in Rio Lisboa, um crescimento de 38% face à edição anterior (40 mil).

São ao todo 14 anos que ligam a Vodafone ao Rock in Rio Lisboa e, desde há dois anos, a parceria desenvolveu-se, tornando-se o parceiro tecnológico oficial do festival, assegurando todas as comunicações da organização daquele que é considerado o maior evento de música e entretenimento do mundo.  

Esta associação materializou-se ainda na implementação da Vodafone Digital Rock City, dando continuidade ao projeto lançado em 2016 para criar a primeira Cidade do Rock inteligente do mundo.

A aposta na tecnologia no Parque da Bela Vista não ficou por aqui. A Vodafone tornou o recinto ainda mais digital com o lançamento do Vodafone Rockout!, um jogo de realidade aumentada desenhado em exclusivo para o Rock in Rio Lisboa.

Numa operação que envolveu mais de 170 pessoas, os números da Vodafone no Rock in Rio Lisboa 2018 são 

Através do Smart Check-in, mais de 22 mil pessoas acederam à roda gigante e ao slide, correspondendo a 42% das participações nestas actividades.

Mais de 10 mil pessoas jogaram o Vodafone Rockout!, onde foram distribuidos mais de dois mil e quinhentos brindes.

O recinto contou com 7 estruturas de carregamento de telemóveis, equivalentes a cerca de 750 pontos de energia, onde as pessoas puderam carregar a bateria dos seus telemóveis.

Na rede Vodafone, no dia 24 de junho (Bruno Mars), o tráfego de dados móveis igualou o volume registado em toda a edição de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Crítica Cinema - "Fahrenheit 451"

Crítica Cinema – “Fahrenheit 451”