Public Access T.V entre os novos nomes para o Super Bock em Stock

Falta já menos de um mês para o Super Bock em Stock em novembro. Dar destaque àqueles que já são referências dentro de um cenário mais alternativo, enquanto se dá a conhecer outros nomes que garantem o futuro com as propostas mais arrojadas, é uma das apostas do festival.

Nesse sentido, as novidades agora se juntam ao cartaz vêm todas de além-fronteiras e prometem conquistar o público do Super Bock em Stock: Public Access T.V., Lo-Fang, SOAK, Alta Ave Band e Zé Vito.

Os Public Access T.V. foram criados por John Eatherly em 2014 e logo ganharam a atenção do público e da crítica, principalmente depois do NME lhes ter conferido o título de “New York’s Hottest New Band”, assim que a banda lançou a primeira canção na plataforma Soundcloud. O apoio de outras bandas também não tardou e chegaram os convites para atuar junto de nomes como The Killers, Weezer, Pixies ou Kings of Leon. O disco de estreia, “Never Enough”, foi editado em 2016. O entusiasmo não parou e este registo integrou mesmo algumas listas de melhores discos desse ano. Em 2018, chegou mais um disco. “Street Safari” conta com a produção de Patrick Wimberly (MGMT, Chairlift, Beyoncé). Há mais novidades para ficar a conhecer em breve, também em Portugal, no Super Bock em Stock.

 

Lo-Fang é, certamente, um dos artistas mais originais do momento. Aos cinco anos, foi apresentado ao violino e aprendeu entretanto a tocar vários outros instrumentos, dentro de uma formação musical mais erudita. A fama chegou quando deu música a uma publicidade da Chanel, interpretando “You’re The One That I Want” do filme “Grease”. O disco de estreia foi lançado em 2014. “Blue Film”mostra todo o talento de Lo-Fang, juntando géneros, elementos da música erudita, da música eletrónica, r&b e até pop. Com este disco, Lo-Fang procurou fazer uma espécie de síntese entre masculino e feminino, trabalhando essa tensão em cada uma das músicas.”Near Other Worlds” é o nome do próximo álbum e o concerto do Super Bock em Stock é a oportunidade ideal para conhecer estas novas canções.

 

Bridie Monds-Watson é SOAK para o mundo da música. Com apenas 17 anos já era uma estrela em ascensão no país, com o mundo ao virar da esquina. A escola ficou para trás e concentrou as suas forças numa promissora carreira musical. Até agora, essa foi a escolha certa. O jornal The Guardian descreveu a sua música como um retrato vivo do pensamento adolescente. Num registo muito cru, e inspirado por nomes com Cat Power ou Joni Mitchel, SOAK dá voz às suas próprias angústias e inquietações, o que acaba por espelhar o coração de milhares de outros jovens da sua idade. “Before We Forgot How to Dream”, o disco de estreia, viu a luz do dia em 2015. Folk, alternativo, como a própria descreve, o estilo de SOAK promete conquistar o público português – e traz novidades na bagagem!

 

Alta Ave Band é uma banda pop californiana. A banda foi formada pelo vocalista David Bilson em 2017, depois do sucesso alcançado com o seu projeto anterior, os High Octane LA. A voz de David tem força, mas também uma certa vulnerabilidade, características que são adornadas por elementos orgânicos e eletrónicos, sintetizadores modernos e guitarras que nunca perdem um apelo pop. No fim de qualquer concerto, o público não consegue tirar estas belíssimas canções da cabeça, enquanto espera por mais alguma novidade dos Alta Ave – e também vai ser assim, no Super Bock em Stock.

O guitarrista, cantor e compositor brasileiro Zé Vito tem três discos editados até à data. No momento, prepara-se para lançar o quarto registo: “Além Mar”. Mas recuemos alguns anos. “Já Carregou”, o disco de estreia, ganhou notoriedade ao ser premiado como o melhor álbum independente de 2014 pela Editora/Livraria Saraiva Brasil. Os discos seguintes, “Pode Ser” e “Espelho”, consolidaram o seu estilo de composição, com uma fusão de estilos bem diferentes, e uma produção à altura dessa aventura. Zé Vito é também o fundador dos Abayomy Afrobeat Orquestra, a primeira banda de afrobeat do Brasil, e é mais um dos nomes que promete deixar a sua marca em Lisboa, no Super Bock em Stock.

Para além destas confirmações, há ainda a noticiar o cancelamento do concerto dos Mansionair que estava marcado para esta edição do Super Bock em Stock. Os Mansionair explicam em comunicado oficial que terão de cancelar as datas de novembro da digressão europeia, onde se incluía o concerto no Super Bock em Stock. Diz a banda australiana que está a trabalhar em algo que requer uma pausa da estrada e esperam estar de volta para o ano com novidades que compensem esta ausência:

 

To our dear UK & European friends,
We regret to inform you that we have had to postpone our November 2018 tour to some time in 2019. This year has been a really exciting year for us and we have been preparing something that requires some time off the road which we hope will make up for our absence. We hope to see you very soon in the new year.
With love
Mansionair. x

 

O bilhete único válido para os dois dias do Festival encontra-se à venda nos locais habituais, pelo preço de 45€, passando a 50€ nos dias do Festival.

 

Já confirmados:

Anabela Aya, Alta Ave Band, April Marmara, Bejaflor, Birds Are Indie,
Capitão Fausto, Cassete Pirata, Cavalheiro, Charles Watson, Conan Osiris,
Conner Youngblood, David Bruno, Dino D’Santiago, Dream Wife,
Elisa Rodrigues, Elvis Perkins, Éme, Holly Miranda, IAN, Iguanas,
Johnny Marr, Jungle, Lena d’Água e Primeira Dama com a Banda Xita,
Lo-Fang, Lola Marsh, Masego, Nakhane, Natalie Prass, Paraguaii,
Public Access T.V., Rejjie Snow, SOAK, Still Corners,
The Harpoonist and The Axe Murderer,
The Saxophones,Tim Bernardes, U.S. Girls, Zé Vito