in

Projecto de Requalificação: “Hoje é o primeiro dia do resto da vida do Belenenses”

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

“No Belenenses passar-se-á a falar do antes de dia 1 de Julho de 2016 e do depois do dia 1 de Julho de 2016. Este é o primeiro dia do resto da vida do Belenenses e dos Belenenses”, afirmou de forma assertiva o Presidente Patrick Morais de Carvalho.

Foi esta a citação forte que marcou a conferência de imprensa de aprovação do PIP e do consequente projecto de requalificação do Restelo. Marcada para as 11h30, no Rooftop no edifício das piscinas, a confirmação do que já se previa há muito tempo: o começo do plano de requalificação do Restelo.

Durante cerca de 30 minutos, foi dada voz às partes fulcrais desta obra. Quem começou a falar foi o arquitecto Manuel Salgado, vereador do urbanismo da Câmara Municipal de Lisboa (CML). Manuel Salgado começou por dar os parabéns ao Belenenses e afiançou que o segredo “foi pegar no complexos desportivo e integrar diversas instalações e facilidades que irão rentabilizar o espaço e a cidade de Lisboa”.

Entre as várias mudanças, as principais são: a construção de uma escola, de uma zona comercial, melhoramento dos campos de futebol e uma modernização da área envolvente. O pavilhão Acácio Rosa será requalificado também mas a capela será preservada. “Foi sábia a forma como os edifícios foram pensados, não tendo impacto nas zonas residenciais situadas a norte”, referiu o vereador do urbanismo que acabou dizendo: “com este projecto ganha a cidade e ganha o Belenenses!”

Seguiu-se o Presidente do Clube, Patrick Morais de Carvalho. “Apanhámos definitivamente o comboio da modernidade. Modernizámo-nos e abrimos mais o clube. Com este projecto asseguramos a sustentabilidade financeira para as próximas décadas”, começou por afirmar.

Este plano, como é sabido, é uma ideia com muitos anos que só agora foi levada avante, como fez questão de referir o Presidente. “Temos o sonho de fazer o maior e melhor complexo desportivo da cidade de Lisboa”, garantiu.

A detenção por parte do Belenenses de toda à obra foi outro do aspectos referidos, bem como a obtenção de parcerias e financiamentos através de concursos públicos.

Por fim, quem parabenizou a obra e a ideia foi o Presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina. “Tivemos esta conversa há um ano. Foi uma combinação dos elementos essenciais a esta área, com uma aposta na modernização desportiva aliada a um projecto sustentável que garante a perservação e a inovação de outros pontos que serão favoráveis à cidade de Lisboa”, disse.

“Contem com todo o apoio da Câmara para levar isto a bom porto. É importante salientar que este plano de requalificação foi aprovado de forma unânime na Câmara Municipal de Lisboa, é de saudar”, finalizou dando os parabéns a todos os que fizeram estre projecto nascer.

Quanto a prazos, os concursos públicos vão começar agora e as obras serão feitas por parcelas, começando com as que não interferem com o funcionamento desportivo do clube. A data apontada pelo Presidente como objectivo, foi o ano do centenário, ou seja, 2019.

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

Tiago Silva, Ricardo Dias e Filipe Mendes ausentes no primeiro dia

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

Oriol Rosell e Domingos Duarte chegam do Sporting sem opção de compra