em ,

As principais novidades da Google I/O 2018

Fique a par das principais novidades da Google I/O 2018, que está a decorrer deste ontem até à próxima quinta-feira, com o devido destaque ao keynote de Sundar Pichai, CEO da Google.

No arranque de mais uma conferência de programadoresSundar Pichai, CEO da Google, subiu ao palco do Shoreline Amphitheatre, para apresentar algumas das novidades da gigante das tecnologias, confira abaixo:

Desafiando os limites da Inteligência Artificial para resolver os problemas do mundo real

Hoje, estamos a dar o pontapé de saída na nossa conferência anual Google I/O que reúne mais de 7.000 programadores para um evento de três dias. A Google I/O dá-nos uma excelente oportunidade para partilhar as mais recentes inovações da Google e mostra como as mesmas estão a ajudar a resolver os problemas dos nossos utilizadores. Estamos perante um importante ponto de inflexão na computação e é extremamente emocionante estar a fazer avançar a tecnologia. É claro que a tecnologia pode ser uma força positiva e melhora a qualidade de vida de milhares de milhões de pessoas em todo o mundo. Mas é igualmente claro que não podemos ficar, apenas de olho no que criamos. Existem questões muito reais e importantes que têm vindo a ser levantadas sobre o impacto da tecnologia e o papel que terá nas nossas vidas. Sabemos que o caminho a seguir precisa de ser trilhado de uma forma cuidadosa e consciente – e sentimos um profundo senso de responsabilidade para o fazer bem feito. É com base neste espírito que estamos a olhar para a nossa missão principal.

A necessidade de informação útil e acessível é tão urgente hoje como quando era na altura em que a Google foi fundada – há quase duas décadas. O que mudou foi a nossa capacidade de organizar informação e de resolver problemas complexos do mundo real graças aos avanços da Inteligência Artificial (IA).

Solucionando problemas com IA e para todos

Existe uma enorme oportunidade para a IA transformar muitos campos. Já estamos a testemunhar algumas aplicações encorajadoras na área da saúde. Há dois anos, a Google desenvolveu uma rede neural que detectava sinais de retinopatia diabética através da análise de imagens do olho. Este ano, a equipa de IA mostrou que o nosso modelo de aprendizagem profunda (deep learning) poderia usar estas mesmas imagens para prever, com bastante precisão, o risco de um ataque cardíaco ou de um acidente vascular cerebral. Publicámos esta pesquisa no passado mês de Fevereiro e estamos ansiosos por trabalhar de perto com a comunidade médica para entender o potencial desta nossa investigação. Também descobrimos que os nossos modelos de IA são capazes de fazer outro tipo de previsões na área da saúde como readmissões hospitalares e tempo de internamento ao analisar as informações inseridas nos registos de saúde sem identificação. Estas são ferramentas poderosas nas mãos de um médico que podem ter um impacto profundo na saúde dos pacientes. Hoje mesmo vamos publicar esta pesquisa e estamos a trabalhar com hospitais e instituições médicas de forma a perceber como utilizar na prática tudo o que temos vindo a investigar.

Outra das áreas em que a IA pode resolver problemas importantes é a área da acessibilidade. Tomemos o exemplo das legendas. Quando liga a TV, é muito comum ver pessoas a conversarem umas com as outras. Factor esse que dificulta o seguimento da conversa, especialmente se o espectador possuir alguma deficiência auditiva. Mas ao utilizar em conjunto sinais sonoros e visuais, os nossos investigadores conseguiram isolar vozes e legendar cada um dos oradores, separadamente. Chamamos a esta tecnologia de Looking to Listen e estamos entusiasmados com o seu potencial para melhorar as legendas para todas as pessoas.

Poupar tempo no Gmail, Google Fotos e no Google Assistant

A IA está a trabalhar arduamente nos produtos da Google para poupar tempo aos seus utilizadores. Um dos melhores exemplos é a nova funcionalidade de escrita inteligente Smart Compose no Gmail. Ao perceber o contexto de um email, pode-se sugerir frases para ajudar o utilizador a escrever de maneira rápida e eficiente. No Fotos, facilitamos a partilha de uma foto instantaneamente por meio de sugestões inteligentes. Também estamos a lançar novas funcionalidade que permitem, rapidamente, ao utilizador dar mais cor a uma foto ou até mesmo colorir fotos antigas a preto e branco.

Algo que mais tempo poupa aos utilizadores é o Google Assistant que anunciámos na Google I/O 2016. Hoje, partilhamos os nossos planos para tornar o Google Assistant mais visual, mais útil e com um processo de conversação mais natural.

Graças ao nosso progresso na compreensão da linguagem, o utilizador poderá, em breve, ter uma conversa natural com o Google Assistant sem estar a repetir “Hey Google” para cada solicitação. Também adicionámos novas vozes para personalizar o Google Assistant, para além de uma voz bastante famosa: John Legend (!). Da próxima vez que o utilizador pedir ao Google para o informar da previsão do tempo ou para tocar a música “All of Me”, não fique surpreso se o próprio John Legend estiver por perto para ajudar.

Também estamos a tornar o Google Assistant mais assistivo visualmente através das novas experiências para os Smart Displays e telefones. No mobile, vamos disponibilizar um rápido resumo do seu dia com sugestões baseadas na localização, na hora do dia e nas interacções mais recentes. Além disso, estamos a trazer o Google Assistant para a navegação no Google Maps para que o utilizador possa obter informações enquanto mantém as mãos no volante e os seus olhos na estrada.

Em breve, o Google Assistant poderá ser capaz de o ajudar com tarefas que ainda exigem um telefonema, tais como, marcar cabeleireiro ou saber o período de férias de uma determinada loja. Chamamos a esta nova tecnologia de Google Duplex. Está ainda no início e precisamos de ter a experiência correcta, mas, realizada de forma correcta, acreditamos que vai poupar tempo aos utilizadores e gerar valor para as pequenas empresas.

Compreender o mundo para que o possamos ajudar a navegar no seu mundo

O progresso da IA em entender o mundo físico melhorou drasticamente o Google Maps e criou novas aplicações, como o Google Lens. O Google Maps informa o horário de funcionamento da empresa que o utilizador está a pesquisar, qual a afluência do publico, e se é fácil de arranjar estacionamento antes mesmo do utilizador chegar ao local. O Google Lens permite que o utilizador aponte a câmara para um determinado edifício / monumento e saiba, nesse exacto momento, todas as informações acerca do mesmo… ou saber mais informações acerca de um cartaz do concerto ou até mesmo sobre aquele candeeiro que viu na montra de uma loja.

Trazendo as melhores notícias das principais fontes

Sabemos que as pessoas recorrem ao Google para obter informação confiável e de alta qualidade, especialmente em situações de “notícias de última hora” – e esta é outra área em que a inteligência artificial pode fazer uma grande diferença. Utilizando a tecnologia mais recente, propusemos-nos a criar um produto que olhasse para os temas que o utilizador se interessa e a partir de fontes confiáveis e, ao mesmo tempo, proporcione ao utilizador uma ampla gama de perspectivas sobre eventos. Hoje, estamos a lançar o novo Google News. Ele utiliza a inteligência artificial para apresentar o melhor da inteligência humana – excelente recolha de informação realizada por jornalistas de todo o mundo – e irá ajudar a que o utilizador se mantenha informado sobre o que é realmente importante para si.

Ajudando o utilizador a focar-se no que realmente interessa

Os avanços na computação estão a ajudar-nos a resolver problemas complexos e a devolver tempo valioso aos utilizadores – o que tem sido o nosso grande objectivo desde o início. Mas também sabemos que a tecnologia cria os seus próprios desafios. Por exemplo, muitos de nós sentimo-nos ligados aos telefones e preocupamo-nos com o que falhamos se não estivermos ligados. Queremos ajudar as pessoas a encontrar o equilíbrio certo e a obter uma sensação de bem-estar digital. Como tal, vamos lançar uma série de funcionalidades para ajudar as pessoas a entenderem os seus hábitos de utilização e a utilizar dicas simples para se desligarem sempre que desejarem como virar o telefone na mesa para colocá-lo no modo “silêncio”, ou instar a “um pequeno intervalo” quando assiste ao YouTube e um lembrete aparece. Também estamos a iniciar um esforço de longo prazo para apoiar o bem-estar digital, incluindo o lançamento de hoje de um site de educação para o utilizador.

Estas são apenas alguns dos muitos e muitos anúncios na Google I/O para o Android, Google Assistant, Google News, Photos, Lens, Maps entre outros produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Refugiados / Human Flow (2017)

Real Madrid disposto a 260 milhões por Neymar