em , ,

Primavera Sound: fusão entre reggaeton e hip-hop e rock marca o segundo dia do festival

J.Balvin, Interpol, James Blake e ProfJam são alguns dos destaques do segundo dia do Primavera Sound.

Nascido em Medelín, na Colômbia, J. Balvin regressa a Portugal, depois de ter passado pela edição de 2018 do MEO Sudoeste. O cantor colombiano sobe ao palco NOS, no Parque da Cidade, às 22:15. O novo álbum “Vibras”, editado em maio de 2018, sucessor de “Energía” (2016), promete trazer temas como “Mi Gente” ou “Machika” e alguns sucessos que lhe deu a conhecer ao mundo.

Interpol, outro destaque para o segundo dia do festival, sobe ao palco SEAT às 23:45. A banda de rock, nascida Nova Iorque, trazem na bagagem o novo trabalho “Marauder”, editado em agosto do ano passado, no qual se consagra um álbum “bastante cru e sem tecnologia”.

James Blake, que regressa ao Primavera Sound depois de se apresentar em 2013, vai apresentar o álbum aclamado “Assume Form”, editado este ano, marcado pelas sonoridades eletrónica e música popular e clássica, que conta com uma lista de convidados de luxo que incluí a espanhola Rosalía, Travis Scott, Moses Sumney e André 3000.

Courtney Barnett e Mura Masa são outros destaques para a edição deste ano. Os dois artistas estreiam-se no Parque da Cidade do Porto às 19h50, no palco NOS, e 20h50, no palco SEAT, respetivamente.

O rap português estará bem representado com ProfJam a subir ao palco Super Bock (17h00), no arranque do segundo dia do NOS Primavera Sound. O artista vai apresentar o álbum “#FFFFFF”, editado este ano. Temas como “Tou Bem” ou “Malibu” são alguns destaques.

Surma, finalista do Festival da Canção da RTP, também marca presenta no festival com o disco “Antwerpen”, lançado a 13 de Outubro de 2017, e “considerado um dos melhores álbuns do ano pela grande maioria dos meios de comunicação social nacionais e nomeado para melhor disco europeu do ano”, revela a organização no site oficial. A artista sobe ao palco SEAT, por volta das 17h00.

Há ainda mais nomes a serem sublinhados, tais como a compositora e DJ escocesa Sophie, que já trabalhou em vários álbuns de artistas como Madonna , Charli XCX  e Vince Staples, entre outros, e que vem ao Primavera Sound depois de ter lançado “Oil Of Every Pearl’s Un-Insides”, no ano passado, álbum muito aplaudido pela crítica.

A produtora e a designer de moda colombiana encerra o palco Super Bock às 23:40, mas a festa ainda continua numa incursão eletrónica com ‘sets’ de Indiespot DJ, Dr. Rubinstein e ainda Helena Hauff a encerrar a noite.

A oitava edição do NOS Primavera Sound no Porto continua hoje e termina no sábado, com passes gerais a 117 euros e bilhetes diários a custarem 60 euros.

No último dia do festival vão marcar presença nomes como Rosalía, Erykah Badu, Jorge Ben Jor ou Modeselektor.

Veja aqui os horários dos concertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

NOS Primavera Sound. Chuva e frio marcam o primeiro dia do festival

NOS Primavera Sound. Chuva e frio marcam o primeiro dia do festival

Days Gone | Experimenta o Modo Sobrevivência | PS4

Days Gone | Experimenta o Modo Sobrevivência | PS4