one punch man, One Punch Man: A Hero Nobody Knows (PS4) | Análise Gaming, CA Notícias
in , ,

One Punch Man: A Hero Nobody Knows (PS4) | Análise Gaming

One Punch Man visita (finalmente) as consolas em One Punch Man: A Hero Nobody Knows. Será que a espera valeu a pena? Saiba aqui na nossa análise.

“Bora fazer um jogo em que o personagem principal do jogo é impossível de derrotar? É capaz de não ser o jogo mais divertido de sempre, mas pelo menos vamos tentar.” – Deve ter sido o que os criadores de One Punch Man pensaram, quando decidiram avançar com a ideia de criar este jogo.

Não é um exagero dizer que Saitama é, literalmente, impossível de derrotar, mas se os criadores do jogo conseguissem diminuir o poder de Saitama, isso seria trair completamente os fãs do personagem. Então, como raio se pode fazer um jogo sobre um personagem que é literalmente invencível?

Apresento-vos One Punch Man: A Hero Nobody Knows, jogo este baseado num mangá cujo personagem principal, um careca chamado Saitama, é tão forte que todas as lutas em que ele já esteve terminaram num só golpe. Daí o seu nome.

E, para isto, a Spike Chunsoft optou por meter Saitama como uma espécie de personagem paralelo, em que temos a possibilidade de jogar, sim, com ele, mas não é o personagem principal: o One Punch Man funciona aqui mais como um power-up. Saitama – graças ao seu poder avassalador – é, frequentemente, uma personagem de apoio nas várias histórias, enquanto todos os outros, incluindo seu discípulo Genos, lutam.

Durante as lutas em que ele pode aparecer, Saitama aparece numa pequena janela picture-in-picture ao lado de um cronômetro, que faz a contagem decrescente. E, neste caso, enquanto lutas, quase que aguentas o tempo todo à espera que Saitama chegue e resolva o problema.

Se fizeres bons combos e conseguires defender os golpes, isto faz com que desça um pouco o tempo no cronômetro, mas, uma vez que Saitama entra, a luta acaba efetivamente. Apenas um golpe, tal como seria de esperar.

Em termos de jogo de luta, é um jogo simplista e dá destaque a movimentos chamativos e combos fáceis. Grande parte do foco está na criação de combos que um inimigo não pode romper facilmente, como num Killer Instinct. No entanto, temos alguns eventos não esperados, como a chegada repentina de outro vilão ou herói ou um ataque de meteoros.

Porém, o jogo apresenta aqui alguns problemas: alguns controlos ou ataques parecem estranhamente imprecisos, às vezes até demais.

Além da luta principal, One Punch Man: A Hero Nobody Knows tem, essencialmente, a estrutura do jogo anterior da Spike Chunsoft, o Jump Force, mas foi aplicada à ambientação e premissa do mangá… daí que em One Punch Man notas claramente as parecenças entre os dois títulos.

A Associação de Heróis abre para recrutamento e tu crias um personagem customizado, mas não muito. O jogo poderia ter aprofundado bastante este sector… com o desenrolar do jogo temos acesso a outras customizações e outras personalizações, como conjuntos de movimentos, que retiraram dos personagens da série, adicionando, assim, um pouco mais à customização do jogo.

Voltando ao teu personagem, tu, como recruta, tens de fazer um nome para ti mesmo, e, para tal, vão te dar missões. No meio destas missões vais conhecendo alguns personagens do universo do One Punch Man, como é o caso de Silverfang ou o Stinger e, como é óbvio, também nos cruzamos com Saitama e Genos, normalmente nas missões mais importantes.

No fundo, One Punch Man é um jogo que acrescenta pouco, porque não cai na secção de RPG, mas também não é propriamente um jogo de luta directo. É um pouco difícil classificar este jogo… mas é, sim, uma experiência divertida, com alguns factores originais, em que conseguiram inserir bem um personagem invencível num jogo, mas que acaba por saber bastante a pouco.
https://www.youtube.com/watch?v=k8HNI0UfSrY

 

One Punch Man: A Hero Nobody Knows (PS4) | Análise Gaming
one punch man, One Punch Man: A Hero Nobody Knows (PS4) | Análise Gaming, CA Notícias

One Punch Man visita (finalmente) as consolas em One Punch Man: A Hero Nobody Knows. Será que a espera valeu a pena? Saiba aqui na nossa análise.

Product In-Stock: Not Available

Editor's Rating:
3
, Animal Crossing: New Horizons já está disponível para a Nintendo Switch, CA Notícias

Animal Crossing: New Horizons já está disponível para a Nintendo Switch

, Rihanna doa 4 milhões de euros para ajudar a combater o COVID-19, CA Notícias

Rihanna doa 4 milhões de euros para ajudar a combater o COVID-19