in

MOTELX regressa em Setembro ao Cinema São Jorge, respeitando as recomendaçõs da DGS

MOTELX, MOTELX regressa em Setembro ao Cinema São Jorge, respeitando as recomendaçõs da DGS, CA Notícias

MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa apresentou as primeiras novidades de programação da sua 14.ª edição, que terá lugar no Cinema São Jorge entre 7 e 14 de Setembro. De acordo com as recomendações da DGS, o MOTELX conta este ano com sessões mais espaçadas e de lotação reduzida, e anuncia dois dias extra para que o público possa desfrutar do Festival com todo o conforto e segurança.

Num 2020 que infelizmente parece ter sido tirado de um filme de género, e em que a morte de George Floyd chocou o mundo, o MOTELX apresenta a retrospectiva “Pesadelo Americano: O Racismo e o Cinema de Terror”, uma seleção de 7 filmes precursores do movimento Black Lives Matter cujo olhar crítico propõe um acerto de contas com a história. São eles “The Intruder” (Roger Corman, 1962), ), “Ganja & Hess” (Bill Gunn, 1973), “White Dog” (Samuel Fuller, 1982), “The People Under the Stairs” (Wes Craven, 1991), “Candyman” (Bernard Rose, 1992), “Tales from the Hood” (Rusty Cundieff, 1995) e “Get Out” (Jordan Peele, 2017).

2020 é também o ano de Pedro Costa no MOTELX, concretizando-se assim uma história que começou em 2005 quando o Cineclube de Terror de Lisboa (CTLX) programou “Ossos” num ciclo que realizou na Cinemateca e que viria a levar à criação do Festival. O mais respeitado realizador português da actualidade é o convidado da secção Quarto Perdido, este ano intitulada “Pedro Costa – Filmar as Trevas”. Costa abordará em conversa a sua declarada afinidade com o universo do terror e do fantástico e serão exibidos os filmes “Ne Change Rien” (2009) e “Cavalo Dinheiro” (2014).

MOTELX, MOTELX regressa em Setembro ao Cinema São Jorge, respeitando as recomendaçõs da DGS, CA Notícias

nova vaga de terror feminino marca as estreias da secção Serviço de Quarto, que mostra este ano um número recorde de filmes realizados por mulheres (5 por agora, a que se juntarão outros). Entre os destaques agora anunciados contam-se “Saint Maud” de Rose Glass, uma visão original e corajosa sobre fé e loucura com carimbo dos estúdios A24, e “Relic”, a aclamada estreia cinematográfica da escritora Natalie Erika James. Sandra Wollner assina “The Trouble with Being Born”, uma antítese da história de Pinóquio em versão sci-fi que causou controvérsia no último Festival de Berlim.

A secção Serviço de Quarto traz ainda o regresso do prolífico Takashi Miike com aquele que se estima ser o seu 104.º filme. Estreado na Quinzena dos Realizadores de Cannes, “First Love” é uma louca mistura de drogas, sangue, gore, romance e humor negro e um regresso ao estilo hiperbólico que o tornou um favorito dos festivais. Na secção Doc Terror, o primeiro título anunciado é “Scream, Queen! My Nightmare on Elm Street”, um documentário sobre Mark Patton e o seu papel enquanto primeiro Scream Queen masculino em “A Nightmare on Elm Street 2: Freddy’s Revenge”, hoje um clássico do cinema LGBT.

MOTELX, MOTELX regressa em Setembro ao Cinema São Jorge, respeitando as recomendaçõs da DGS, CA Notícias

E porque o cinema de terror é espaço de liberdade e risco, o MOTELX apresenta pela primeira vez em 2020 um programa de Curtas Experimentais, dedicado a narrativas alternativas que usam técnicas revolucionárias para criar novas linguagens e pesadelos transcendentais. No domínio da ficção mais tradicional, 20 curtas compõem este ano a secção de Curtas Internacionais, que continua a trazer-nos propostas ricas e variadas em subgéneros tão distintos como sci-fi, filme de época ou sátira.

As secções competitivas do MOTELX estão também de regresso. O Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa / Méliès d’Argent continua a incentivar a produção nacional de cinema de género com um prémio no valor de 5000€, o maior atribuído a curtas-metragens em Portugal. Dada a disrupção causada pela pandemia, este ano o prazo de inscrição na competição foi prolongado até ao dia 2 de Agosto. Os finalistas serão anunciados no próximo mês, tal como os filmes em competição para o Prémio Melhor Longa de Terror Europeia / Méliès d’Argent e muitas outras novidades de programação.

Depois da inesquecível visita nocturna ao MNAA em 2019, o MOTELX volta a concretizar encontros artísticos improváveis e únicos no fim de semana de Warm-Up que antecede o Festival, reunindo grandes nomes da cultura portuguesa em três eventos gratuitos e ao ar livre.

A 3 de Setembro, o Convento de São Pedro de Alcântara acolhe “A Mulher-Sem-Cabeça”, uma performance/concerto a partir de um texto de Gonçalo M. Tavares com ilustrações ao vivo de António Jorge Gonçalves e voz do MC Papillon. Na noite seguinte, o Espaço Brotéria é palco de um jantar encenado a partir de um texto de Fernando Pessoa praticamente desconhecido do grande público: “Um Jantar Muito Original” (do semi-heterónimo Alexander Search). Um projecto que recria o lado mais negro de Pessoa e que conta com supervisão artística de Albano Jerónimo e a estreia em encenação de duas estudantes de teatro e cinema, Matilde Carvalho e Rita Poças. Por fim, dia 5 traz a muito aguardada sessão de cinema ao ar livre no Largo Trindade Coelho, com filme a anunciar brevemente.

Os eventos irão respeitar todas as normas de segurança e são resultado de uma parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

, Promoções de Verão regressam à PlayStation Store, CA Notícias

Promoções de Verão regressam à PlayStation Store

, Palácio de Cristal no Porto recebe concertos de António Zambujo, HMB e Rui Veloso, CA Notícias

Palácio de Cristal no Porto recebe concertos de António Zambujo, HMB e Rui Veloso