in

MEO Marés Vivas: Maluma lançou os foguetes e fez a festa (com uma multidão a uma só voz)

MEO Marés Vivas,Maluma, MEO Marés Vivas: Maluma lançou os foguetes e fez a festa (com uma multidão a uma só voz)
Tiago Ferreira/CA Notícias

No segundo dia do MEO Marés Vivas, Maluma foi o rei da noite e um dos artistas mais esperados pelos festivaleiros.

Depois de uma noite épica com Bryan Adams no primeiro dia do MEO Marés Vivas, as portas do antigo Parque de Campismo da Madalena, em Vila Nova de Gaia, voltaram a abrir para receber um dos nomes mais comentados pelo recinto: Maluma.


As expectativas eram grandes para o concerto do artista colombiano e, tal como nos tem habituado, não desiludiu do início ao fim com um alinhamento repleto de sucessos e temas do seu mais recente disco, “Papi Juancho”.

Pouco depois das 23h00, o cantor subiu ao palco principal e começou o desfile de êxitos com “Hawái”, single lançado em 2020 e que conquistou o primeiro lugar em vários serviços de streaming de música. A multidão cantou a uma só voz todos os versos do tema e, em coro, prosseguiram com “Madrid” e “Corazón”.

Entre canções, Maluma conversou com os fãs e confessou que estava grato por estar pela cidade nortenha. Com o recinto cheio – 30 mil pessoas estavam presentes no antigo Parque de Campismo da Madalena, em Vila Nova de Gaia – e, mesmo assim, não se deixou intimidar com os fãs que cantavam todos os sucessos do início ao fim.

MEO Marés Vivas,Maluma, MEO Marés Vivas: Maluma lançou os foguetes e fez a festa (com uma multidão a uma só voz)
Tiago Ferreira/CA Notícias

Ao Palco MEO, o colombiano levou alguns dos temas que o tornaram popular, como “Sobrio”, “Felices Los 4” ou “Vente pa’ ca”.

Na reta final do concerto, o cantor trouxe “Cuatro babys” e “Cada quien”, despedindo-se com “Ya Supérame”. Depois da multidão pedir “só mais uma”, Maluma subiu novamente a palco para completar o círculo com “Hawái”.

Após mais de 90 minutos de concerto, Maluma derreteu corações e fez a festa perfeita para encerrar o segundo dia do festival.

Não há festa como a de Dino D’Santiago

Se Dino D’Santiago não tivesse atuado antes de Maluma, bem se podia dizer que o cantor português, de ascendência cabo-verdiana, era o cabeça de cartaz do segundo dia do festival.

MEO Marés Vivas,Maluma, MEO Marés Vivas: Maluma lançou os foguetes e fez a festa (com uma multidão a uma só voz)
Tiago Ferreira/CA Notícias

Sozinho em palco, e com um conjunto de luzes bem delineados, o artista agitou as marés (e que bem agitou) ao longo de mais uma hora de concerto. Sucesso atrás de sucesso, Dino D’Santiago deu tudo o que o público pediu e “Nova Lisboa”, “Como Seria”, “Nós Funaná”, “My Lover” ou “Kriolu” não faltaram na lista de temas pedidos pelos fãs.

O cantor provou que é bem capaz de voltar a pisar o palco principal de um festival e a felicidade no rosto (e pelas danças) dos festivaleiros provaram que Dino D’Santiago é (sempre) uma aposta ganha.

A estreia de Bárbara Tinoco em “palcos grandes”

À hora do pôr do Sol, Bárbara Tinoco, que se deu a conhecer ao público português em 2018 no programa da RTP1, “The Voice Portugal”, também fez a festa (e em português). A cantora, de apenas 23 anos, surgiu em palco com gatos de loiça, balões e uma carro insuflado que estava suspenso à frente de uma cortina.

MEO Marés Vivas,Maluma, MEO Marés Vivas: Maluma lançou os foguetes e fez a festa (com uma multidão a uma só voz)
Tiago Ferreira/CA Notícias

Um pouco tímida na sua forma de comunicar com o público – até porque este é o primeiro festival em que pisa um palco principal, como a própria o disse – a artista lisboeta ofereceu todos os sucessos dos seus últimos discos, “Bárbara” e “Desalinhados”, ambos lançados em 2021.

“Outras Línguas”, “Sei lá” ou “Carta de Guerra” foram alguns dos temas mais abraçados pelo público. Num alinhamento bem definido, ainda houve tempo para se ouvir “Devia Ir”, uma nova versão do tema dos Wet Bed Gang, e “Tragédia”.

Pelo Palco MEO também passaram no dia de hoje Fer Lemos e Rita Rocha.

Anitta é a grande cabeça de cartaz de domingo, o último dia do MEO Marés Vivas. A artista, que esteve recentemente pelo Rock In Rio Lisboa, vai subir a norte para trazer alguns dos seus maiores sucessos musicais, tais como “Envolver”, “Dançarina” ou “Boys Don’t Cry”.

MARO, Diogo Piçarra e Jessie J também vão subir ao palco no último dia do festival de Vila Nova de Gaia.

Leia também: MEO Marés Vivas: Bryan Adams e James, os “reis” que ninguém se cansa de ouvir

, Totoloto | Conheça a chave vencedora do Sorteio nº 057/2022

Totoloto | Conheça a chave vencedora do Sorteio nº 057/2022

, MEO Marés Vivas termina este domingo com Anitta e Diogo Piçarra em destaque

MEO Marés Vivas termina este domingo com Anitta e Diogo Piçarra em destaque