in

MEO Marés Vivas: Bryan Adams e James, os “reis” que ninguém se cansa de ouvir

MEO Marés Vivas,bryan adams,james, MEO Marés Vivas: Bryan Adams e James, os “reis” que ninguém se cansa de ouvir
Tiago Ferreira/CA Notícias

A edição de 2022 do MEO Marés Vivas abriu portas esta sexta-feira, dia 15 de julho. James e Bryan Adams foram os protagonistas da primeira noite, que contou com o português Miguel Araújo.

Depois de um intervalo de dois anos devido à pandemia da Covid-19, o MEO Marés Vivas regressou esta sexta-feira, dia 15 de julho, a Vila Nova de Gaia para três dias de música e humor. No primeiro dia do festival, Bryan Adams e James foram os grandes responsáveis pela enchente de fãs no recinto do antigo Parque de Campismo da Madalena, local que se realiza pela primeira vez.


Antes de o sol se pôr, The K’s e Máximo Park tiveram a missão de animarem o público e estender a passadeira para uma noite que ainda mal tinha começado. Logo depois, o português Miguel Araújo trouxe boa energia e êxitos que não passaram despercebidos ao público que cantaram numa única só voz.

Temas como “Pica do 7” ou “Anda Comigo Ver os Aviões” foram algumas das apostas do cantor e que foram cantados do início ao fim pelos fãs – mesmo sem os instrumentos da banda do artista.

Apesar de um atraso na hora prevista, que apontava para as 21h00, James chegaram com tudo ao palco principal do festival. Nas boas-vindas, Tim Booth acabou por corrigir um elemento da sua banda quando disse “Olá Porto”, sendo logo corrigido para “Olá Gaia”. Com um alinhamento bem delineado de sucessos, o grupo de Manchester deu tudo e mais alguma coisa aos fãs que esperavam ansiosamente por este concerto.

“Walk Like You”, “Ring the Bells” e “Sit Down” foram as canções escolhias para o pontapé de saída. “Isabella”, “Zero”, Sound”, “Lose Control” não ficaram de fora e provaram, mais uma vez, que são uma aposta ganha num festival em Portugal, deixando a multidão a cantar com um considerável eco.

Bryan Adams: o Rei que ninguém se cansa de ouvir

O final da noite ficou a cargo do cabeça de cartaz do primeiro dia: Bryan Adams. Apesar de ter estado recentemente em Portugal para dois concertos, em Lisboa e em Gondomar, em janeiro deste ano, os fãs não se inibiram para o verem mais uma vez – e o recinto era a prova disso mesmo com a “casa” esgotada. 

O cantor canadense não perdeu muito tempo a inventar coisas novas e deu aquilo que os fãs (e os menos fãs) estavam à espera: “(Everything I Do) I Do It for You”, “Summer of ’69”, “Please Forgive Me” ou “You Belong to Me” foram alguns dos temas mais abraços pelo público. 

No sábado, dia 16, Maluma promete trazer o melhor dos ritmos latinos e é um dos nomes com maior expectativa do público nortenho. Bárbara Tinoco e Dino D’Santigo também sobem ao palco do festival no mesmo dia. 

Anitta é a grande cabeça de cartaz de domingo, o último dia do MEO Marés Vivas. A artista, que esteve recentemente pelo Rock In Rio Lisboa, vai subir a norte para trazer alguns dos seus maiores sucessos musicais, tais como “Envolver”, “Dançarina” ou “Boys Don’t Cry”. 

MARO, Diogo Piçarra e Jessie J também vão subir ao palco no último dia do festival de Vila Nova de Gaia.

Leia também: MEO Marés Vivas: o novo recinto do festival de Vila Nova de Gaia

, E-Prix de Nova Iorque de Formula E e NASCAR New Hampshire Motor Speedway na ELEVEN

E-Prix de Nova Iorque de Formula E e NASCAR New Hampshire Motor Speedway na ELEVEN

, The Rehearsal | Trailer | HBO Max

The Rehearsal | Trailer | HBO Max