em ,

Libertadores – Saiba mais sobre a final que opõe Flamengo x River Plate

Flamengo e River Plate disputam este sábado um lugar na história da competição mais importante da América do Sul – a Taça Libertadores!
Por um lado temos a equipa argentina do River Plate a querer revalidar o título, por outro os pupilos comandados por Jorge Jesus, directamente do Brasil, querem transformar 2019 num ano histórico para o clube com a conquista da Libertadores e do Brasileirão. O palco de todos os sonhos será o Estádio Monumental, em Lima no Peru, e resta por agora apostagolos sobre qual será o desfecho!

O Estádio Monumental de Lima tem capacidade para 80.000 espetadores. A capital peruana acolhe a final da Taça dos Libertadores pela primeira vez desde a criação da prova em 1960, depois da decisão da Conmebol de não organizar o jogo em Santiago devido à crise social no Chile.

Os jogos entre equipas da América do Sul são sempre carregados de muita emoção e a final não será diferente. Importa recordar que no ano passado, a CONMEBOL teve de alterar o palco da final, que passou do Monumental Nuñez, a casa do River Plate, para o Santiago Bernabéu, em Madrid, depois de um ataque ao autocarro do Boca Juniors. Para a edição de 2019 a polícia está em “alerta máximo” e “a segurança para a final da Taça dos Libertadores está totalmente garantida”, assegurou Herbert Ramos, chefe da polícia de Lima, à France Presse, antes de um jogo para o qual são esperados mais de 20.000 adeptos brasileiros e argentinos. A operação policial também vai contar com helicópteros e drones.

As finais de competições internacionais são cada vez mais momentos de entretenimento que vão mais além do que o futebol e esta não será diferente, tendo a Conmebol confirmado alguns artistas para o espetáculo de abertura, entre eles a Anitta, o Gabriel O Pensador, o argentino Fito Páez, o colombiano Sebastián Yatra, a argentina Tini Stoessel e a banda argentina Turf.A final será transmitida ao vivo para 169 países, entre os quais Portugal com transmissão na Sporttv pelas 20h30.

Organizada anualmente pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol ou CSF), a Libertadores conta com a participação de várias equipas da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela e por vezes do México.
O vencedor da Libertadores garante lugar no Mundial de Clubes da FIFA e na CONMEBOL Recopa (equiparada à Supertaça Europeia).

CAMPEÕES
1960/61 PEÑAROL, 1962/63 SANTOS, 1964/65 INDEPENDIENTE, 1966 PEÑAROL, 1967 RACING CLUB, 1968/69/70 ESTUDIANTES, 1971 NACIONAL, 1972/73/74/75 INDEPENDIENTE, 1976 CRUZEIRO, 1977/78 BOCA JUNIORS, 1979 OLIMPIA, 1980 NACIONAL (UY), 1981 FLAMENGO, 1982 PEÑAROL, 1983 GREMIO, 1984 INDEPENDIENTE, 1985 ARGENTINO JUNIORS, 1986 RIVER PLATE, 1987 PEÑAROL, 1988 NACIONAL (UY), 1989 ATLÉTICO NACIONAL, 1990 OLIMPIA, 1991 COLO-COLO, 1992 SAO PAULO, 1993 SAO PAULO, 1994 VÉLEZ SARSFIELD, 1995 GREMIO, 1996 RIVER PLATE, 1997 CRUZEIRO, 1998 VASCO DA GAMA, 1999 PALMEIRAS, 2000/01 BOCA JUNIORS, 2002 OLIMPIA, 2003 BOCA JUNIORS, 2004 ONCE CALDAS, 2005 SAO PAULO, 2006 INTERNACIONAL (BR), 2007 BOCA JUNIORS, 2008 LIGA DE QUITO, 2009 ESTUDIANTES, 2010 INTERNACIONAL, 2011 SANTOS, 2012 CORINTHIANS, 2013 CLUBE ATLÉTICO MINEIRO, 2014 SAN LORENZO DE ALMAGRO, 2015 RIVER PLATE, 2016 ATLETICO NACIONAL, 2017 GREMIO, 2018 RIVER PLATE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Evento Apresentação 6ª Edição 1

Lisboa Games Week 2020 já tem data marcada

Luis Represas

Luís Represas esgota Casa da Música com concerto a 23 de novembro