em ,

LEFFEST’18: Filmes fora de competição

Para além dos filmes em competição, este ano o LEFFEST volta a trazer-nos uma seleção de filmes bastante diversos. “Suspiria” e “Beautiful Boy” são dois dos filmes em estreia no festival.

Para além dos filmes em competição, este ano o LEFFEST volta a trazer-nos uma seleção de filmes bastante diversos, constituída por vários géneros e por filmes vindos de todos os cantos do globo.

Dentro desta seleção, temos o tão aguardado “Suspiria” de Luca Guadanigno, realizador do sucesso “Call Me By Your Name”, que foi um dos filmes presentes na edição do ano passado. “Beautiful Boy”, o filme baseado nas memórias do jornalista David Sheff e do seu filho, é também uma das estreias mais aguardadas. Temos também ainda, entre muitos outros, o filme “At Eternity’s Gate”, que nos mostra a obra de Vincent Van Gogh, pelas mãos do realizador Julian Schnabel, que foi um dos convidados da 11º edição do Lisbon and Sintra Film Festival.

Em baixo pode consultar a lista dos filmes que se encontram fora de competição e as respetivas sinopses e sessões.

1

“A Pereira Brava”, Nuri Bilge Ceylan.

Sinopse: Nesta hipnótica e comovente história de descoberta, Sinan, um jovem autor em ascensão, regressa da faculdade para seguir a sua paixão pela literatura, mas depara-se com uma complicada dinâmica familiar causada pelo vício do jogo do seu pai, que deixa a mãe e irmã desesperadas. Enquanto tenta reorientar-se no drama familiar, Sinan tenta também lidar com esta nova fase da sua vida. A sua busca de sentido e direção torna-se a fonte de longas e densas conversas que formam a estrutura emocional e intelectual do filme.

Sessões:

Terça-feira, dia 20, 19:30h – Centro Cultural Olga de Cadaval;

Quinta-feira, dia 22, 21:00h – Cinema Medeia Monumental;

2

“At Eternity’s Gate”, Julian Schnabel.

Sinopse: Este é um filme que se faz de um acumular de cenas baseadas nas pinturas de Vincent Van Gogh, de um acordo comum de factos, boatos e histórias inventadas da sua vida. A arte oferece a oportunidade de criar um objeto palpável que expressa uma razão de viver, se é que tal coisa existe. Apesar de toda a violência e tragédia associada à Van Gogh, a sua vida era rica em magia, comunicação profunda com a natureza e a maravilha do ser. O trabalho de Van Gogh parece ter transgredido a morte e encorajado outros a fazer o mesmo.

Sessões:

Domingo, dia 18, 15:00h – Cinema Medeia Monumental;

3

“Beautiful Boy”, Feliz Van Groeningen.

Sinopse: “Beautiful Boy” é um retrato profundamente comovente do amor inabalável e do compromisso de uma família face à dependência do seu filho e às suas tentativas de recuperação. Baseado em dois livros de memórias, um do aclamado jornalista David Sheff e outro do seu filho, Nic Sheff. À medida que Nic sofre várias recaídas, os Sheff enfrentam a dura realidade de que a dependência é uma doença que pode atingir qualquer família a qualquer momento.

Sessões:

Sábado, dia 17, 21:00h – Centro Cultural Olga Cadaval;

Quarta-feira, dia 21, 22:00h – Cinema Medeia Monumental;

Domingo, dia 25, 21:30h – Cinema Nos Amoreiras (Sessão de Encerramento)

4

“Cafarnaum”, Nadine Labaki.

Sinopse: O filme conta a história de Zain, um jovem de doze anos que está a processar os pais por o terem trazido ao mundo sem meios para o sustentar. Para além de ter sido maltratado, o rapaz enfrenta outro obstáculo: não tem certidão de nascimento. Através da luta de Zain por justiça, Capernaum torna-se uma plataforma para todos os que vivem sem a garantia dos direitos humanos básicos de educação, saúde e amor.

Sessões:

Segunda-feira, dia 19, 22:00h – Cinema Medeia Monumental;

5

“Doubles Vies/Non-Fiction”, Olivier Assayas.

Sinopse: Alain, um editor parisiense, procura adaptar-se ao novo mundo, cada vez mais dominado pela tecnologia. O mesmo acontece com todos à sua volta, a começar pela sua mulher Selena, atriz numa popular série que não lhe traz realização pessoal, e por Léonard, o amigo escritor sem sucesso, subitamente forçado a comentar não tanto os seus novos romances, mas as guerras no Twitter que parecem persegui-lo onde quer que vá.

Sessões:

Quarta-feira, dia 21, 21:30h – Centro Cultural Olga de Cadaval;

Domingo, dia 25, 17:30h – Cinema Medeia Monumental;

6

“Dovlatov”, Aleksey German Jr.

Sinopse: “Dovlatov” acompanha seis dias na vida do escritor brilhante e icónico, que ultrapassou limites rígidos da Rússia soviética dos anos 70. Sergei Dovlatov lutou para preservar o seu talento e decência em conjunto com o poeta e escritor Joseph Brodsky, enquanto via os seus amigos artistas serem destruídos pela máquina do regime estatal.

Sessões:

Sábado, dia 17, 21:45h – Cinema Medeia Monumental – Com a presença de Júlio Henriques, que falará sobre a obra literária O Ofício, de Sergei Dovlatov.

Segunda-feira, dia 19, 19:30h – Centro Cultural Olga de Cadaval;

7

“High Life”, Claire Denis.

Sinopse: Nos confins do espaço, muito além do nosso sistema solar, Monte (Robert Pattinson) e Willow, a sua filha pequena, vivem juntos a bordo de uma nave espacial, em isolamento total.

Monte, um homem solitário cuja severa autodisciplina é uma proteção contra o desejo – o seu e o de outros – tornou-se pai contra a sua vontade. O seu esperma foi usado para inseminar Boyse (Mia Goth), uma jovem que deu à luz Willow. Ambos eram membros de uma tripulação de prisioneiros: encarcerados espaciais, condenados à pena de morte. Usados como cobaias pela perversa Dra. Dibs (Juliette Binoche) são enviados numa missão ao buraco negro mais próximo da Terra.

Agora, somente Monte e Willow permanecem. Mas Monte não é o mesmo. Através da filha, e pela primeira vez, experimenta o nascimento de um amor avassalador. Pela sua parte, Willow cresce, tornando-se numa menina e depois numa jovem mulher. Juntos e sozinhos, pai e filha aproximam-se do seu destino final – o buraco negro onde o tempo e o espaço deixam de existir.

Sessões:

Domingo, dia 18, 17:30h – Cinema Medeia Monumental;

8

“La Flor”, Mariano Llinás.

Sinopse: Um filme que presta homenagem à história do cinema, através de seis episódios inspirados nas diferentes formas de arte cinematográfica. Cada episódio tem um género. O primeiro poderia ser considerado como um filme série B, como os americanos costumavam filmar de olhos fechados. O segundo episódio é uma espécie de musical com um toque de mistério. O terceiro episódio é um filme de espionagem. O quarto episódio é difícil de descrever. O quinto é inspirado num filme antigo francês. O último, passado no século XIX, é sobre mulheres cativas que retornam do deserto, dos índios, após muitos anos.

Sessões:

Parte I – Sábado, dia 17, 15:30h – Cinema Medeia Monumental – Apresentado pelo realizador Mariano Llinás;

Parte II – Domingo, dia 18, 15:00h – Cinema Medeia Monumental – Com a presença de Mariano Llinás e Álvaro Arroba;

Parte III – Segunda-feira, dia 19, 18:00h – Cinema Medeia Monumental – Com a presença de Mariano Llinás e Álvaro Arroba;

9

“Os Irmãos Sisters”, Jacques Audiard.

Sinopse: Dois irmãos, Charlie e Eli Sisters, vivem num mundo selvagem e hostil e têm sangue nas suas mãos: sangue de criminosos e inocentes. Não têm quaisquer escrúpulos em matar, é esse o seu trabalho. Charlie, o irmão mais novo, nasceu para matar. Eli, no entanto, sonha viver uma vida normal. São contratados para encontrar e matar um homem. Do Oregon à Califórnia, começa assim uma implacável caçada, uma jornada iniciática que testará o laço inquebrável entre os dois irmãos. Será este um percurso que os guiará para a sua humanidade?

Sessões:

Sexta-feira, dia 16, 19:30h – Centro Cultural Olga de Cadaval (Sessão de Abertura) – Com a presença do realizador Jacques Audiard;

Sábado, dia 17, 19:00h – Cinema Medeia Monumental – Com a presença do realizador Jacques Audiard;

10

“Rojo”, Benjamin Naishtat.

Sinopse: Na Argentina, durante a década de 70, o drama hipnótico de Benjamin Naishtat segue um advogado bem-sucedido, com uma vida aparentemente perfeita, a qual se começa a desvendar quando um detetive privado chega à sua pequena cidade, que emana aparente calma, e começa a fazer perguntas.

Sessões:

Sábado, dia 24, 21:45h – Cinema Medeia Monumental;

11

“Roma”, Alfonso Cuarón.

Sinopse: Uma história que narra a vida de uma família na Cidade do México no início da década de 70. O filme segue Cleo, uma jovem doméstica que trabalhava para uma família de classe média no bairro de Roma. Cuáron entrega uma carta de amor à mulher que o criou, inspirando-se na sua própria infância e desenhando um retrato emotivo da vida doméstica e da hierarquia pessoal social no seio do tumulto político desta década.

Sessões:

Domingo, dia 25, 16:00h – Centro Cultural Olga de Cadaval;

12

“Season Of The Devil”, Lav Diaz.

Sinopse: No final dos anos 70, um exército controlado por militares oprime uma aldeia remota na selva filipina. Os homens uniformizados e armados com metralhadoras são responsáveis por espalhar um terror que é físico e psicológico por natureza. Contudo, a destemida jovem médica Lorena abre uma clínica para os pobres. Pouco depois, Lorena desaparece sem deixar rasto. O seu marido, o poeta, ativista e professor Hugo Haniway, quer descobrir a verdade sobre o paradeiro da sua mulher.

Sessões:

Quinta-feira, dia 22, 19:00h – Cinema Medeia Monumental;

13

“Shoplifters – Uma Família de Pequenos Ladrões”, Hirokazu Koreeda.

Sinopse: Um homem de meia idade, Osamu, e um jovem rapaz, Shota, entram numa mercearia. Calmos e sem falarem um com o outro, trocam sinais através de olhares e gestos. Enquanto um distrai, o outro vai roubando produtos, acabando por sair da loja com um bom pecúlio. Pelo caminho, Osamu e Shota encontram uma menina ao frio e levam-na para a sua pobre mas feliz casa. Ainda que a mulher de Osamu não queira mais uma boca para alimentar, quaisquer planos para entregar a criança são descartados após a descoberta de marcas de abuso no seu corpo.

Sessões:

Sexta-feira, dia 16, 21:30h – Cinema Medeia Monumental (Sessão de Abertura)

Domingo, dia 18, 18:00h – Centro Cultural Olga de Cadaval;

14

“Silvio e os Outros”, Paolo Sorrentino.

Sinopse: Sorrentino coloca-nos no mundo decadente de Sergio, um elegante e ambicioso jovem cuja meta é trocar a cidade de Taranto por Roma e chegar perto de Berlusconi. A sua táctica é sórdida, mas altamente eficaz. O tráfico de mulheres jovens e bonitas, usadas como acompanhantes de festas e eventos, prova ser a sua porta de entrada para os meandros do poder. Quando Sergio lá chega, Berlusconi tornar-se o seu principal foco de atenção.

Sessões:

Segunda-feira, dia 19, 21:00h – Centro Cultural Olga de Cadaval;

15

“Suspiria”, Luca Guadagnino.

Sinopse: Uma escuridão abate-se sobre uma companhia de dança de renome mundial, envolvendo a diretora artística, uma ambiciosa e jovem bailarina e um psicoterapeuta de luto. Alguns vão sucumbir ao pesadelo. Outros vão finalmente acordar.

Sessões:

Sábado, dia 17, 23:00h – Cinema Medeia Monumental;

Sexta-feira, dia 23, 21:00h – Centro Cultural Olga de Cadaval;

16

“The House That Jack Built”, Lars von Trier.

Sinopse: Estados Unidos da América, anos 70. Seguimos o inteligentíssimo Jack ao longo de 12 anos e presenciamos os crimes que o definem como um assassino em série. A sua história é-nos apresentada pelo próprio Jack, sendo cada crime pensado como uma obra de arte. À medida que a polícia se aproxima, Jack arrisca-se cada vez mais, tentando criar a sua obra prima. “The House That Jack Built” é uma história negra e sinistra, mas apresentada como um conto filosófico com laivos de humor.

Sessões:

Quinta-feira, dia 22, 21:00h – Centro Cultural Olga de Cadaval;

Sexta-feira, dia 23, 21:30h – Cinema Medeia Monumental;

17

“Touch Me Not”, Adina Pintilie.

Sinopse: Na fluída fronteira entre realidade e ficção, o filme segue as jornadas emocionais de Laura, Tómas e Christian, oferecendo uma visão empática das suas vidas. Ansiando por intimidade, mas dela profundamente receosos, o trio une-se para superar velhos pardrões, mecanismos de defesa e tabus, tentando finalmente ser livre. “Touch Me Not” interroga o modo como a intimidade se pode encontrar da forma mais inesperada e como amar o outro sem nos perdermos a nós próprios.

Sessões:

Sábado, dia 24, 21:45h – Cinema Medeia Monumental;

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Esta semana na PlayStation | 12 de novembro de 2018 | Novos lançamentos PS4

Esta semana na PlayStation | 12 de novembro de 2018 | Novos lançamentos PS4

Vivo Y95 aparece em fotos hands-on