in

Jorge Jesus: “Messi é um extraterrestre”

Jorge Jesus, Jorge Jesus: “Messi é um extraterrestre”

Na conferência de imprensa em Alvalade antes do jogo com o Barcelona, Jorge Jesus, mostrou-se ciente das dificuldades que vai encontrar amanhã em jogo a contar para a 2ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.


O que o preocupa mais do lado do adversário?

“É normal na Champions conhecermos os jogadores das equipas que defrontamos. É normal o treinador do Barcelona conhecer alguns jogadores do Sporting, e ainda é mais normal eu conhecer os jogadores do Barcelona. Vamos jogar contra uma das melhores equipas do mundo, não tenho dúvida. O Barcelona é uma equipa que faz ataque posicional como poucas fazem, e não é de agora. Há muitos anos o fazem. Vai ser um jogo difícil pela qualidade táctica do Barcelona e pelo valor dos seus jogadores, como Messi. Mas quem quer estar na Champions sabe que vai jogar contra os melhores”

A imprensa não considera o Sporting como favorito para amanhã. Concorda?

“A imprensa não ver o Sporting como favorito para o jogo de amanhã é normal. O Barça tem muita historia na Champions, está sempre nas meias ou mesmo na final. O Sporting está à procura desse prestígio. Jogar com os melhores dá-nos essa possibilidade. Amanhã temos de demonstrar que temos capacidade de discutir um jogo contra os melhores. O nosso grupo é forte, duas das equipas foram semi-finalistas na edição do ano passado. Mas amanha é com o Barça e vamos respeitá-los tal como respeitamos todos os adversários.”

Qual o impacto de jogar com o Barcelona antes da partida com o Porto?

“Zero. O impacto é o jogo de amanhã, o jogo do Porto não conta nada para amanhã. Trabalhámos estes dias a pensar no Barcelona e não no próximo jogo para o campeonato. Pelo mundo todo vão ver este Sporting vs Barcelona”

Com o Olympiacos jogou com Doumbia a frente e Bruno Fernandes atrás do avançado, neste jogo vai apostar nessa estratégia novamente?

“São jogos diferentes, tens de ter estratégias diferentes. Amanha há possibilidade de levar o Doumbia ou o Dost. Bas Dost tem umas características, Doumbia tem outras. A fase de construção do Barcelona pelo Busquets é muito forte, e por isso vou escolher um jogador que saiba fazer defender essa fase.”

Como vai marcar Messi?

“Só há 2 maneiras para parar Messi, ele é um extraterrestre. Ou o paras com marcação individual ou colectivamente. Ele sente-se melhor se o pararmos colectivamente, porque tem mais espaço, mas se o marcarmos individualmente, vamos ter dificuldade em marcar o pivot do Barça. O Barcelona tem um jogo posicional difícil de travar.”

Qual a diferença entre parar Messi ou Ronaldo?

“O espaço onde CR7 joga é um, onde Messi joga é outra. É mais fácil referenciar o espaço onde Ronaldo joga, porque podemos fazer uma marcação mais próxima.”

Ainda existem as ideias de Cruyff no Barcelona actual?

“Cruyff foi o meu grande ídolo como treinador. A escola do Barcelona começou nele e toda esta forma de jogador não foge muito da ideia dele, ainda que um ou outro treinador dê o seu cunho pessoal. Cruyff já não está cá, mas para mim e para os adeptos do Barça será sempre uma grande referência para o futebol mundial.”

, Ernesto Valverde: “Vamos tentar superar a ideia de jogo do adversário”

Ernesto Valverde: “Vamos tentar superar a ideia de jogo do adversário”

, FC Porto impõe dura derrota ao Mónaco (3-0) de Leonardo Jardim

FC Porto impõe dura derrota ao Mónaco (3-0) de Leonardo Jardim