in , ,

Hitman 3 (Google Stadia) | Análise Gaming

Hitman 3, Hitman 3 (Google Stadia) | Análise Gaming

O Agent 47 regressa para o título que marca o final da trilogia World of Assassination. Hitman 3 é um jogo que ficará desde já marcado como um dos melhores de 2021. Conheça a nossa opinião sobre este jogo.

Quando a IO Interactive revolucionou a série encabeçada por Agent 47 com o título Hitman Absolution em 2012, poucos eram os fãs contentes com o rumo que a criadora de Hitman estava a seguir. Muito já se falou sobre as sucessivas mudanças a que a IO Interactive teve nos últimos anos, mas resumindo, sempre pairou algumas dúvidas sobre qual seria o destino da sua franchise mais importante, e de forma a manter a franchise lucrativa a IO considerou que Hitman Absolution deveria adoptar mais ideias e técnicas mainstream, que acabaram por afastar a série daquilo que realmente distinguia o jogo, e aproximava-o dum jogo com uma estrutura mais linear.


Hitman Absolution não é um mau jogo, longe disso, mas não é bem o título que associamos ao Agent 47, e por isso em 2016 a IO decidiu lançar-se numa nova e ambiciosa empreitada: uma trilogia que fosse capaz de agradar aos fãs e aos críticos, levando a série de novo até às suas origens, mas modernizando as fórmulas.

Hitman 3, Hitman 3 (Google Stadia) | Análise Gaming

O primeiro jogo da trilogia saiu em formato episódico e causou algumas dúvidas ao nível da distribuição perante os jogadores, mas foi um sucesso suficiente para conseguirmos chegar a 2021 com o jogo final da trilogia World of Assassination. É com Hitman 3 que se fecha este ciclo de 5 anos e com o qual podemos concluir que dificilmente a IO faria melhor do que aquilo que conseguiu nesta mão cheia de anos.

Hitman 3 continua os eventos do segundo jogo da trilogia e apresenta-nos Agent 47 com o seu amigo Lucas Grey a seguir atrás dos alvos que trabalham com a Providence, levando-nos neste final a uma narrativa muito mais pessoal e entusiasmante do que nos jogos anteriores da série. A história em Hitman 3 toma um palco mais importante, mas não tira o foco daquilo que faz com que Hitman seja adorado por muitos.

Hitman 3, Hitman 3 (Google Stadia) | Análise Gaming

Hitman 3 é o explanar de tudo aquilo que a IO foi aprendendo ao longo dos últimos 21 anos desde que a série viu a luz do dia pela primeira vez. O jogo não revoluciona aquilo que encontrámos nos dois jogos anteriores da trilogia, mas consegue limar e apresentar o seu expoente máximo. Os níveis aqui encontrados permitem-nos abordar cada missão de dezenas de formas diferentes e continua a ser esse um marco importante na série. Desde o início nas alturas no Dubai até final íntimo na Roménia, Hitman 3 oferece sempre a possibilidade de escolha aos jogadores, e isso permite que a minha experiência em cada missão e no geral, possa ser bastante diferente de outro jogador qualquer. E é esta liberdade que faz com que Hitman seja especial.

Pelos vários locais por onde a história de Agent 47 passa, a IO Interactive assegura que os jogadores terão de pensar pela cabeça para conseguir levar até final os seus objectivos. O design dos níveis e as mecânicas que temos presentes em Hitman 3, faz com que este jogo seja o mais aberto que me recordo da série. A IO Interactive fez um trabalho excelente, e arrisca em novidades, como a possibilidade de podermos terminar uma missão desempenhando o papel de um detective privado a investigar um murder mystery. As ideias que a IO implementou na trilogia, e neste jogo em concreto, funcionam devido à “burrice” da IA dos inimigos que encontramos. Poderia-se pensar que isso seria um ponto negativo do jogo, mas não. A série Hitman nunca tentou ser um “simulador” de assassinatos, é sim um recreio de ferramentas de diversão assassina. O comportamento dos inimigos é previsível, e é por isso que a jogabilidade de Hitman funciona tão bem.

Hitman 3, Hitman 3 (Google Stadia) | Análise Gaming

Hitman 3 visualmente é o mais evoluído da trilogia, mas não será visto como o pináculo gráfico dos videojogos. No entanto, o jogo consegue ter alguns dos locais mais espetaculares da série e característicos. A representação detalhada de Mendoza ou Chongqing e a vivacidade dos mesmos oferecem um nivel de imersão como poucos jogos o sabem fazer.

A experiência base de Hitman 3 continua a ser a mesma de sempre, deixando o jogador poder explorar seis níveis em seis localidades diferentes, em que podem tomar conhecimento de diferentes cenários que podem ser aproveitados para levar a cabo os assassinatos desejados. Seja mascarar o Agent 47 de segurança ou envenenar a comida dos alvos são algumas das técnicas mais usuais em Hitman, mas divertido é descobrir genuinamente, e pensar pela cabeça de como contrariar a IA dos adversários para conseguir os melhores homicídios sem ser descoberto.

A campanha do jogo pode durar entre 6 a centenas de horas. Estranho? Não. Como disse anteriormente, a experiência no jogo difere de pessoa para pessoa. Mas se quiserem um jogo para passar apenas e só uma vez cada missão, então Hitman 3 poderá não ser o melhor título para vocês (pelo menos ao preço actual). Agora se quiserem explorar e revisitar cada nível, terão aqui muito conteúdo para vos entreter.

Uma das desvantagens deste jogo passa pelo facto deste jogo oferecer menos opções fora da campanha single-player, pois ao contrário de Hitman 2, não temos aqui os modos multiplayer como Ghost Mode, em que dois jogadores competiam entre si para ver quem era o melhor Agent 47, e o modo Sniper Assassin está de regresso, mas apenas em single-player.

Nota também para o facto de termos jogado este jogo na plataforma da Google, o Stadia. Jogámos o jogo de início ao fim sem nenhum problema na transmissão de Input e Output com a plataforma baseada na Cloud. Se actualmente não têm nenhuma consola de nova geração, e querem experienciar Hitman 3 na sua plenitude, recomendamos que experimentem o jogo nesta plataforma, até porque terão acesso a uma funcionalidade adicional: o State Share. Esta funcionalidade permite capturar uma parte jogável do próprio jogo e compartilhá-la com amigos, podendo assimconfigurar uma missão personalizada no Hitman 3 e, em seguida, desafiar os seus amigos a correr para o assassinato perfeito. Controlamos o Agent 47 com o comando da XBOX ligado ao Stadia.

Hitman 3, Hitman 3 (Google Stadia) | Análise Gaming

Hitman 3 é a conclusão óbvia duma trilogia que revitalizou o Agent 47. Melhorou em vários aspectos que os anteriores introduziram, e é um jogo sólido que nos faz salivar por mais aventuras com o Agent 47. Hitman 3 é altamente recomendado para qualquer fã da série ou de jogos de stealth. Mesmo que não tenham jogado os jogos anteriores, têm aqui muitas e boas razões para conhecer o que a IO Interactive fez com esta personagem icónica.

Hitman 3 (Google Stadia) | Análise Gaming
Hitman 3, Hitman 3 (Google Stadia) | Análise Gaming

O Agent 47 regressa para o título que marca o final da trilogia World of Assassination. Hitman 3 é um jogo que ficará desde já marcado como um dos melhores de 2021. Conheça a nossa opinião sobre este jogo.

Product In-Stock: InStock

Avaliação do editor:
4.5
, Michelle Obama vai lançar nova versão do livro “Becoming – A Minha História” para jovens

Michelle Obama vai lançar nova versão do livro “Becoming – A Minha História” para jovens

, Campeonato do Mundo de Clubes FIFA 2021 começa hoje na RTP

Campeonato do Mundo de Clubes FIFA 2021 começa hoje na RTP