em ,

Festival Grant’s Stand Together regressa a Lisboa e Porto em Maio

O Festival Grant’s Stand Together já tem datas marcadas para mais uma edição, a realizar em Lisboa a 18 e 19 de maio e no Porto a dia 26 de maio. Esta, que será a sétima edição consecutiva, promete voltar com mais histórias, sempre verdadeiras e contadas na primeira pessoa por artistas de vários quadrantes.

O Festival Grant’s Stand Together já tem datas marcadas para mais uma edição, a realizar em Lisboa no Cinema São Jorge a 18 e 19 de maio e no Porto no Coliseu do Porto a dia 26 de maio. Esta, que será a sétima edição consecutiva, promete voltar com mais histórias, sempre verdadeiras e contadas na primeira pessoa por artistas de vários quadrantes: música, cinema, teatro, televisão, gastronomia, entre outras. Quem é familiar ao conceito sabe que são momentos únicos de partilha, de grande intimismo, e irrepetíveis na sua essência.

Joaquim de Almeida faz as honras da casa e será o host do festival. De recordar que este evento foi pioneiro em Portugal na área de Storytelling, esgotando consecutivamente as sessões onde figuras públicas partilham episódios verídicos e surpreendentes da sua vida. Nomes como Miguel Esteves Cardoso, Bruno Nogueira, Valter Hugo Mãe, César Mourão, Nuno Markl, Carminho, José Avillez, entre muitos outros, já relataram, em ambiente intimista, histórias tão verdadeiras que custa a acreditar que não pertençam ao mundo da ficção. Estes serões entre amigos são abrilhantados pelos momentos de convívio após as sessões, onde os cocktails Grant’s e a música ganham um merecido destaque.

Em breve será anunciado o cartaz para este ano com a promessa de ser mais uma vez surpreendente.

Acerca desta edição, Joaquim de Almeida salienta:

“Espero-vos no Cinema São Jorge, em Lisboa, e também no Coliseu do Porto – uma casa das histórias à altura do público a Norte!
O encontro está marcado para o fim de Maio, quando as noites começam a aquecer e se torna obrigatório beber uns cocktails Grant’s e rir com os amigos sobre as histórias inimagináveis que vão dar vida à edição de 2018. Nada me dá mais prazer do que contar histórias.
E como sabem, a minha carreira já me proporcionou papéis emblemáticos à frente das câmaras, mas ainda assim, é nas histórias da minha vida que mais me surpreendo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

IGN divulgou a sua lista dos melhores videojogos de sempre

Silas: «Temos de ser atrevidos

Silas: «Temos de ser atrevidos, valentes e jogar muito concentrados»