Canal Alternativo de Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

Festival e Academia ‘Verão Clássico’ inicia dia 29 de julho no CCB

Filipe Pinto-Ribeiro (pianista)

A quarta edição do Festival e Academia Verão Clássico decorre, entre 29 de julho e 7 de agosto, no Centro Cultural de Belém. O Verão Clássico deste ano inclui concertos diários e masterclasses sob a orientação de músicos de excelência internacional.


Após 151 participantes em 2017, para a edição de 2018 foram selecionados 170 jovens músicos, 107 portugueses e 63 oriundos de 28 países – Alemanha, EUA, Japão, Espanha, Reino Unido, Israel, Nova Zelândia, Brasil, Finlândia, Holanda, Islândia, Bélgica, Letónia, Croácia, China, Cazaquistão, Sérvia, Cabo Verde, Áustria, Irlanda, Lituânia, Guiné-Bissau, Coreia do Sul, Rússia, Bulgária, França e Suíça – o que representa um aumento de 15% em relação a 2017.

O Verão Clássico apresenta diariamente concertos com obras do repertório musical dos séculos XVIII ao XXI: quatro concertos MasterFest, com a presença de solistas internacionais, e seis concertos TalentFest, com entrada livre, em que se apresentam os jovens músicos participantes do festival deste ano.

Nesta edição, Mozart e Schostakovich são os compositores mais em evidência nos concertos MasterFest. Mozart fará a abertura e o encerramento do festival, respetivamente com o Quinteto para trompa e cordas e o Quinteto para clarinete e cordas. Schostakovich estará presente em todos os concertos, em sintonia com o pré-lançamento, no Verão Clássico 2018, do álbum com a 1ª gravação mundial da Integral da Música de Câmara para Piano e Cordas pelo DSCH – Schostakovich Ensemble. Será ainda assinalado o centenário da morte de Claude Debussy com a segunda parte do concerto de abertura dedicada ao grande compositor francês. Destaque também para obras-primas de Beethoven, Schumann, Brahms, Dvořák.

O eixo performativo do Verão Clássico, constituído pelos concertos do Festival, é complementado pelo eixo educativo, preenchido por Masterclasses com aulas abertas sobre técnica e interpretação musical. Após 380 aulas em 2017, este ano estão programadas mais de 430 aulas abertas de oito instrumentos (piano, violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta, clarinete e trompa) e de música de câmara. Serão orientadas pelos 12 professores, de 8 nacionalidades, e decorrem simultaneamente em várias salas do CCB.

Em 2018, o Verão Clássico irá apresentar umanova vertente de cruzamentos disciplinares entre a Música e a Ciência. A cientista Maria José Lourenço, Professora do Departamento de Química e Bioquímica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, inaugura esta área com a conferência “A Química da Música e o Compositor-Químico Alexander Borodin”.

Verão Clássico Ccb


X