in

E-commerce: uma tendência que veio para ficar

E-commerce, E-commerce: uma tendência que veio para ficar

Neste momento não deverá haver quem ainda pense que o e-commerce é apenas uma tendência passageira. Os hábitos de consumo estão cada vez mais digitais e as compras não são exceção. Com consumidores cada vez mais exigentes e um nível de concorrência cada vez mais apertado, as empresas de comércio passaram a olhar para a Internet com um interesse renovado.

O Instituto Nacional de Estatística refere que taxa de utilização do comércio eletrónico subiu um pouco mais de 5% em 2021, em relação ao ano transato. Além disso, também em 2021, 84.1% dos agregados familiares portugueses já possuíam ligação à Internet em casa através de banda larga.

Estes números indicam que Portugal encontra-se num processo rápido de aceleração em relação à digitalização. A este respeito, a Agência de SEO AWISEE partilhou a sua visão, sobre as principais tendências que marcarão este setor nos próximos anos. 

Maior competitividade 

O número de empresas de comércio eletrónico continua a crescer. Uma das consequências é que os custos da publicidade online estão a aumentar de forma considerável, o que reduz a eficácia de tais campanhas.

Atualmente, as empresas tradicionais do setor enfrentam a concorrência de centenas de novos operadores e no esforço para captar a atenção dos consumidores, quase todos esses intervenientes investem em publicidade online. 

Ferramentas de publicidade como o Google Ads ou os anúncios do Facebook são hoje consideravelmente menos eficientes do que eram há dois ou três anos, o que tem levado muitas empresas a procurar outras soluções. Nesse sentido, são cada vez mais as empresas que apostam nas plataformas da moda, como o TikTok, procurando alcançar novos públicos. 

A geração Z, que compreende pessoas que nasceram entre 1996 e 2010, é a principal utilizador da referida rede social, mostrando a sua preferência por conteúdo dinâmicos e imersivos. Principalmente as empresas que olham para o público mais jovem como prioridade, apostam cada vez mais no TikTok, quer seja através da criação dos seus próprios conteúdos, ou de parcerias com influencers.

Outro canal que tem sido encarado de forma mais séria pelas empresas é a visibilidade nos motores de busca. O número de empresas que aposta em serviços de SEO tem aumentado, já que essa é a forma mais efetiva e com a melhor relação custo-benefício de promover produtos ou serviços online.

A adoção de soluções de software específicas

Sendo inegável que o design e os conteúdos das lojas de e-commerce são essenciais para o sucesso, também não é possível menosprezar a importância de se utilizar bons softwares de gestão. 

Num futuro próximo, é expectável que surjam novas plataformas de comércio eletrónico, centradas em proporcionar uma experiência de vendas e de gestão mais simples e abrangente. Quanto mais completo e fácil de utilizar for um software, mais tempo sobra para que os responsáveis pelas lojas se possam focar no que é realmente importante: o processo de captar novos clientes.

As novas soluções de software de gestão para o e-commerce deverão permitir controlar o nível do stock de uma forma rápida e rigorosa. Este é um dos problemas recorrentes de muitas das soluções de software da atualidade, que não permitem que se faça um acompanhamento efetivo do stock. 

Adicionalmente, é fundamental que as plataformas de comércio eletrónico incorporem soluções de pagamento flexível. O consumidor digital gosta de ter um bom número de métodos de pagamento à sua disposição. Opções como MBWay, multibanco, PayPal, Neteller, Easy Pay oy Paysafecard são cada vez mais comuns e estarão no futuro integradas em muitas plataformas.  

Em suma, o e-commerce irá continuar a crescer, mas as empresas deste setor terão que se adaptar rapidamente para sobreviver num meio em que a competitividade é a palavra de ordem. É essencial acompanhar as novas tendências, procura expandir os canais de venda e adotar ferramentas que facilitem e melhorem o processo de gestão.

, Aljustrel – 100 Anos, do Fundo À Superfície: Teatro

Aljustrel – 100 Anos, do Fundo À Superfície: Teatro

, “Aqui, onde acaba a estrada”, pela Companhia A Escola da Noite

“Aqui, onde acaba a estrada”, pela Companhia A Escola da Noite