CA Notícias
Canal Alternativo de Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

Crítica Cinema – “Mile 22”

Um filme realizado por Peter Barg.

“Mile 22” é um filme de ação realizado por Peter Barg que conta com Mark Wahlberg, Lauren Cohen, Ronda Rousey e Iko Uwais nos papéis principais.


O filme acompanha James Silva (interpretado por Mark Wahlberg) e a sua equipa de agentes da CIA, numa tentativa de levar um agente local, Li (interpretado por Iko Uwais), para os Estados Unidos em troca de informações sobre material radioativo roubado. Silva é então encarregue de o transportar desde o centro da sua cidade até um aeródromo que se situa a vinte e duas milhas de distância. No entanto, começam a aparecer inimigos por toda a parte, o que complica bastante esta missão.

Mv5bmtvmywuwmjatndzhyi00oguwlwi0ywytzjhimmuzywvkm2jjxkeyxkfqcgdeqxvyntc5otmwotq@. V1

Depois de no mês passado ter chegado aos cinemas um dos melhores filmes de ação de sempre – “Missão Impossível: Fallout” -, já não podemos dizer que conseguimos ficar satisfeitos com qualquer filme de ação. No caso de “Mile 22”, também temos de admitir que é um filme que não vamos ver com grandes expectativas, mas levamos a esperança de que seja um filme que ao menos nos leve a passar um bom bocado. Ainda que não seja mau de todo, tem muitos momentos maus e que são mal aproveitados.

A história que nos apresenta é mal explorada, mas prolongada ao máximo, o que se torna aborrecido. Basicamente, o filme mostra-nos os inimigos sempre a atrapalharem os protagonistas.

No que toca às personagens, podemos dizer que o protagonista é pura e simplesmente irritante e as outras personagens acabam por se sobressair, como é o caso da personagem interpretada por Lauren Cohen e até mesmo a de Ronda Rousey, que de um certo modo ganha a nossa empatia. Porém, o maior desperdício de talento está ligado à personagem de Iko Uwais. As suas cenas seriam muito mais interessantes se não se passassem em câmara lenta. O facto de a personagem ser bastante calada consegue, ainda assim, dar um certo suspense ao filme, essencial para estabelecer a cena final.

Mv5bodcxytgzytytnjc1zi00mgyxlthmnmmtnzjiy2y3otm3mtzixkeyxkfqcgdeqxvyntc5otmwotq@. V1

O resultado de “Mile 22” é um filme que até tinha um certo potencial, mas torna-se apenas num filme de ação fraquinho e com uma péssima personagem principal.

Mile 22 // Trailer legendado

James Silva, (Mark Wahlberg) é um experiente agente da CIA destacado para um país suspeito de desenvolver atividades nucleares ilegais. Quando o agente local, Li (Iko Uwaisi) contacta a Embaixada dos EUA procurando trocar informação sobre material radioativo roubado em troca de um salvo conduto para os Estados Unidos, Silva é encarregue de o transportar desde o centro de uma cidade à beira do colapso até um aeródromo a 22 milhas de distância.

50%

Mile 22

James Silva, (Mark Wahlberg) é um experiente agente da CIA destacado para um país suspeito de desenvolver atividades nucleares ilegais. Quando o agente local, Li (Iko Uwaisi) contacta a Embaixada dos EUA procurando trocar informação sobre material radioativo roubado em troca de um salvo conduto para os Estados Unidos, Silva é encarregue de o transportar desde o centro de uma cidade à beira do colapso até um aeródromo a 22 milhas de distância. Com os inimigos a aproximarem-se por todos os lados, Silva requisita a arma mais sofisticada da CIA, a Ground Branch, uma unidade tática remota e ultra secreta sob o comando de Bishop (John Malkovich). Mas, sem que a CIA tenha conhecimento, há outras potências internacionais a monitorizar os movimentos de Li, e, o que deveria ser uma simples missão de extração, escala para um jogo de gato e rato de alta tecnologia e com repercussões globais…
  • Joana Maria

X