Crítica Cinema – “Ghostland – A Casa do Terror” (Incident in a Ghostland)

Um filme realizado por Pascal Laugier.

“Ghostland – A Casa do Terror” é um filme realizado por Pascal Laugier que acompanha uma mãe e as duas filhas numa mudança para a casa que tinha pertencido a uma tia. No entanto, logo na primeira noite, dois estranhos invadem a casa e tudo o que acontece muda o destino desta família por completo. Dezasseis anos mais tarde, Beth, uma das filhas, torna-se numa escritora de sucesso e leva uma vida feliz, até ao momento em que recebe uma chamada da irmã, que faz com que volte à tal casa e reviva todo o seu passado. Ou será que o seu passado ainda é o seu presente?

ghostland-36-watch-the-film-123wtf-saint-pauly

Este ano está a trazer-nos vários filmes de Terror, mas até agora têm sido marcados especialmente pelas tentativas de assustar os espectadores, recorrendo à famosa tática dos jumpscares (como aconteceu imensas vezes no recente “The Nun – A Freira Maldita”) e a tendência é esquecer a importância de uma boa narrativa. Aliás, todos sabemos que o género do Terror costuma pecar pela falta de uma boa história. Por este motivo, é sempre bom quando nos cruzamos com um filme que consegue assustar e apresentar uma história interessante.

“Ghostland” não é um filme de jumpscares. Na verdade, não nos causa susto nenhum. O seu lado assustador é proveniente de uma história que explora a loucura do ser humano e apresenta-nos um incrível terror psicológico, que chega mesmo a ser arrepiante.

Ghostland-pic-1

A melhor parte do filme é quando começamos a perceber que nem tudo o que está a acontecer é real. São-nos apresentados inúmeros plot twists, a um ponto em que é quase impossível distinguir o que é realidade e o que é imaginação.

O resultado é um filme com uma história original, que certamente vai gerar imensas teorias em relação aos acontecimentos e ao final. Numa altura em que o género do Terror é marcado pela ausência de boas histórias, este filme mostra que consegue ter todos os elementos do género e ainda assim apresentar uma excelente trama.

80%

Ghostland - A Casa do Terror

Com a morte da tia, Colleen e as filhas herdam a sua casa. Na primeira noite que lá passam, assassinos entram em casa e Colleen tem de lutar pela sobrevivência das filhas. Devido ao trauma dessa noite, as personalidades díspares das crianças acentuam-se. Beth (Crystal Reed), a mais velha, torna-se numa famosa autora de livros de terror com uma família perfeita em Los Angeles, enquanto Vera (Anastasia Phillips) não ultrapassa os efeitos da noite fatídica e enlouquece, cedendo a uma crescente paranoia. Dezasseis anos depois da tragédia, mãe e filhas reúnem-se novamente na casa em que Colleen e Vera têm vivido. É então que estranhos acontecimentos começam a ocorrer.
  • Joana Maria