in

Conheça os Huawei Mate 10 e 10 Pro, equipamentos que aprendem ao longo do tempo

Huawei Mate 10, Huawei Mate 10 pro, Mate 10, huawei, Conheça os Huawei Mate 10 e 10 Pro, equipamentos que aprendem ao longo do tempo, CA Notícias, CA Notícias

A Huawei apresentou hoje os seus novos smartphones da família Mate. Com o Huawei Mate 10 e 10 Pro a tornarem-se mais inteligentes com o passar do tempo.

Está dado o mote para mais um viragem no mercado dos smartphones e volta a chegar pela mão da Huawei.

A fabricante chinesa apresentou hoje, em Munique os novos modelo da gama Mate. Os Huawei Mate 10 e 10 Pro, a estes junta-se a versão Porsche Design do Pro, que se tornam nos primeiros telefones a fazer uso do processador Kirin 970, apresentado na IFA, o mês passado, e que inclui uma Unidade de Processamento Neural (NPU), que promete aprender ao longo do tempo, tornando-se assim mais inteligentes.

Para a Huawei estes já não são smartphones, são sim máquinas inteligentes: «Ao entrar na era da inteligência, a AI não é mais um conceito virtual, mas algo que se entrelaça com a vida quotidiana. A AI pode melhorar a experiência do utilizador, oferecer serviços valiosos e melhorar o desempenho do produto.

A série Huawei Mate 10 apresenta a primeira unidade móvel de processamento de redes neuronais específicas para AI, lançando uma nova era de smartphones inteligentes», referiu Richard Yu, CEO da Huawei Consumer Business Group.

Huawei Mate 10 Pro

Estes também são os primeiros dispositivos a contar com o GPU Mali-G72 MP12, e o CPU de 10nm que inclui quatro núcleos ARM Cortex-A73 de 2,36 GHz e quatro núcleos ARM Cortex-A53 de 1,8 GHz, que de acordo com a Huawei, significa uma melhoria de 20% nos seu desempenho quando comparado com o Kirin 960.

Claro está que o grande foco destes aparelhos é sem dúvida a inteligência artificial, mas a câmara é algo que não devemos deixar passar ao lado que é certamente outra das áreas importantes destes Mate 10 para a experiência dos utilizadores. A ideia neste campo é os telefones poderem ver realmente aquilo que se está a fotografar.

Assim as câmara do Mate 10 poderão identificar diferentes cenas e indicar quais as configurações adequadas para alcançar a melhor fotografia. Para já a Huawei revelou uma lista daquilo que já é possível identificar, referindo que esta poderá ser expandida ao longo do tempo: Texto; Comida; Palco; Paisagem ao ar livre; Neve; água; Gato; Luz baixa; Pôr do sol; Plantar; Retrato; Flor; Cachorro

Huawei Mate 10

Outra coisa que ficou clara durante a apresentação, foi que a EMUI 8 está focada nos recursos de AI e por isso a Huawei decidiu colocar de parte as EMUI 6 e 7.

No que às suas especificações diz respeito, elas não fogem muito ao que foi saindo nos dias que antecederam este lançamento, apesar de algumas diferenças. Ambos os modelos têm uma bateria de 4.000mAh, mas o Mate 10 possui um LCD 16:9 de 5,9 polegadas, enquanto o Pro possui um ecrã OLED de 18:9 de 6 polegadas. O leitor de impressões digitais do Pro está nas costas, mas no modelo padrão, vamos encontra-lo na frente.

Nas câmaras todos contam com a configuração de dupla lente. O sensor RGB de 12MP possui uma abertura f/1.6, estabilização óptica de imagem e foco híbrido 4 em 1, e há um sensor monocromático de 20MP. A câmara frontal é de 8MP, com uma abertura f/2.

O Mate 10 vem em uma configuração com 4GB de RAM e 64GB de armazenamento, que pode ser expandido até 256GB. No Mate 10  Pro não existe a possibilidade de expandir o armazenamento, estando disponível em duas opções 4GB de RAM e 64GB de armazenamento, ou 6GB de RAM e 128GB de armazenamento. Já no caso do Mate 10 Pro Porsche Design apenas está disponível a opção de 6GB de RAM e 256GB de armazenamento.

, Todd McFarlane fala da escolha de Tom Hardy para Venom, CA Notícias, CA Notícias

Todd McFarlane fala da escolha de Tom Hardy para Venom

, Seleção Nacional agendou particulares com a Arábia Saudita e Estados Unidos, CA Notícias, CA Notícias

Seleção Nacional agendou particulares com a Arábia Saudita e Estados Unidos