Canal Alternativo de Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

Carta Aberta do Prof. José Manuel Anes no âmbito da disputa arbitral entre Belenenses e Codecity

Prof. José Manuel Anes utilizou a sua conta no Facebook, para divulgar uma carta aberta, onde aborda a disputa arbitral entre Belenenses e Codecity.

Leia a publicação na íntegra:

José Manuel Anes, 73 anos, adepto do Clube de Futebol “Os Belenenses” desde sempre,
criminalista e Professor Universitário, ex-Grão- Mestre da Grande Loja Regular de Portugal,
desempenhei funções como dirigente do Clube, incluindo as de seu presidente da Mesa da
Assembleia Geral.

Não posso deixar de, nesta hora crítica em que se decide o futuro de um Clube quase centenário,
me associar à luta dos actuais dirigentes do Clube de Futebol “Os Belenenses” pela sua
viabilidade enquanto emblema de referência do desporto português e Instituição de reconhecida
Utilidade Pública, portador de uma identidade própria irrenunciável e de valores que nos fizeram
grandes no seio do desporto e do futebol português.

A todos peço que tenham a devida noção de que o Clube de Futebol “Os Belenenses” e os seus
dirigentes e sócios enfrentam hoje com coragem e galhardia uma luta tremendamente desigual,
frente a uma empresa que não só não representa os valores que cimentaram quase cem anos de
História do Belenenses, como é inclusivamente desrespeitosa para com essa identidade muito
própria, desprestigiando tantas vezes aquilo que várias gerações conseguiram erguer, com
esforço sobre-humano, desde que em 1919 se consumou o sonho dos Rapazes da Praia.

É intolerável que o Clube de Futebol “Os Belenenses” se veja hoje refém de uma empresa que
não presta contas ao Clube Fundador, que sistematicamente lhe oculta todo o tipo de informação,
que não responde ou esclarece quando lhe são colocadas questões da maior importância para a
vida da instituição, que se incompatibiliza ao longo dos anos com quase tudo e com quase todos,
no Clube, nas instituições desportivas, na comunicação social. É tempo de dizer basta perante
quem não nos respeita!

Recordo Acácio Rosa, figura impar do Clube de Futebol “Os Belenenses” e do desporto nacional,
historiador do clube, que não raras vezes sublinhou que, perante todas as adversidades e todos
os rivais, o Belenenses algumas vezes não venceu mas “nunca negociou a honra nem a
dignidade”.

Aos senhores Juízes que compõem o Tribunal Arbitral peço, fraternalmente, uma decisão justa,
isenta de pressões e que reconheça o direito inalienável do Clube de Futebol “Os Belenenses” a
ser dono do seu próprio destino nos termos dos acordos assinados entre pessoas de bem.

A todos apresenta as minhas Saudações Desportivas confiante de que a Justiça tarda mas não
falha.Prof. José Manuel Anes

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar está a concordar com a utilização dos mesmos. Pode saber mais consultando a nossa Politica de Privacidade. AceitarSaber mais

X