in

Antevisão: O jogo que poderá definir o comboio da longa viagem na Liga

, Antevisão: O jogo que poderá definir o comboio da longa viagem na Liga

Esta segunda-feira, no Estádio do Restelo, pelas 18h – um dos piores horários de sempre para a marcação de um jogo de futebol -, jogar-se-á uma cartada decisiva no que à Liga NOS concerne. Pese embora o facto de ainda se disputar a 4ª jornada. Porque será o jogo assim tão fulcral para os homens da cruz de cristo?


Com 4 jogos disputados no campeonato, o Belenenses soma apenas 3 pontos, fruto de 3 empates e nenhuma vitória. Apesar de haver sempre a possibilidade de se olhar para toda esta prestação com confiança e ver “um copo meio cheio”; é igualmente verdade que a preocupação pode – e deve, talvez -, começar a surgir. Se não vejamos: após o brilhante 6º lugar do ano passado, e o consequente apuramento para a Liga Europa, o plantel foi reforçado com jogadores da mais alta tarimba, tendo apenas saído alguns excedentes, ninguém de alarmante. Perante este cenário, e apesar do insistente discurso de todo o plantel, staff e direcção, o objectivo tem de passar por algo mais do que a manutenção, ou a já tão celebrizada, “estabilização”. O objectivo tem de passar por fazer igual ou parecido ao da época passada. A estabilização tem de passar por manter o clube na mó de cima, nos lugares cimeiros. E isso, esta época, pode estar em risco.

Se o Belenenses não vencer o Moreirense, começa a definir o seu comboio, que será o dos últimos. Nada é definitivo quando ainda faltam 30 jogos, mas alguns aspectos já são possíveis de perspectivar. E a vitória tem de surgir, e já neste jogo. Caso contrário as coisas começam a ficar complicadas, não só em termos pontuais – o caso mais grave -, mas de igual forma no que diz respeito à vertente psicológica. Essa poderá ser afectada durante muito tempo. Pelo caminho o Belenenses terá uma equipa desgastada pelos resultados recentes e ansiosa por conseguir a primeira vitória na Liga, algo que tarda em suceder. Porém, não serão favas contadas. Jogadores como Rafael Martins, Filipe Gonçalves e Iúri Medeiros, serão peças-chave na missão dos homens vindos de Moreira de Cónegos, para conseguir os 3 pontos. Ou na pior das hipóteses, 1. O certo é que o jogo que fizeram frente ao Benfica no Estádio da Luz, demonstrou muito carácter, perseverança e qualidade, por parte dos homens de Miguel Leal.

No lado dos da casa, as coisas não se deverão alterar muito. A dicotomia relativa à “fórmula Europa” e o “chip da Liga NOS”,  tem de acabar. A “fórmula Europa”, que tão bem tem resultado, terá de ser definitiva. O cansaço não pode ser desculpa, tal como referiu Tiago Silva na Conferência de Imprensa de antevisão. Aqui Ricardo Sá Pinto terá um papel crucial. Sobretudo na escolha do “onze”, tem de apostar nos melhores e não poupar ninguém. A finalização tem de ser trabalhada, por forma a que haja uma maior eficácia, algo que, a presença na equipa inicial de Luís Leal, vai ajudar. No sector defensivo, é necessário transportar a serenidade e coordenação apresentada na Europa, para os jogos do campeonato. A intranquilidade apresentada nos jogos em casa, não é normal. O timoneiro azul terá de reunir-se com os jogadores e fazê-los ver a importância de jogar em casa e a preponderância que estes jogos terão nas contas finais. É urgente vencer em casa.

Os falhanços acabaram.  É hora de perceber a importância do campeonato e não mudar o “chip”, como Sá Pinto faz questão de o afirmar tantas vezes, mas sim trazer tudo o que de bom se tem feito lá fora. Caso não se apanhe o comboio agora, ele pode nunca mais passar.

, Mais de 5000 utilizadores através de novo ataque malware

Mais de 5000 utilizadores através de novo ataque malware

, Campanha Ulefone na Everbuying, smarphone’s desde 108€

Campanha Ulefone na Everbuying, smarphone’s desde 108€